Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Faz hoje um ano

 

Jaime Marta Soares, em conferência de imprensa, dava a conhecer aos sócios e adeptos leoninos a nova Comissão de Gestão do Sporting, presidida por Artur Torres Pereira - que tinha sido vice-presidente do clube durante o primeiro mandato de Bruno de Carvalho.

«Não ficou claro o que acontecerá a esta Comissão de Gestão caso Bruno de Carvalho e seus pares não sejam destituídos. Relembro que Bruno de Carvalho e restantes membros do CD se encontram suspensos», objectou o Pedro Azevedo nesse dia 16 de Junho de 2018.

 

Todos os órgãos de informação acompanharam esta conferência de imprensa, ao fim da tarde. Todos? Todos não. 

Totalmente dominada pelos fiéis de Bruno de Carvalho, a Sporting TV deu-se ao luxo de ignorar olimpicamente o acontecimento. Num inqualificável e vergonhoso acto de censura. Enquanto os novos gestores do clube respondiam às questões dos jornalistas, os adeptos leoninos viam-se forçados a sintonizar outros canais informativos porque a televisão do clube - ao velho estilo cubano ou soviético - optava por pôr no ar a transmissão repetida do "jogo amigável" Macau-Sporting B, realizado a 21 de Maio

«Assegurar a neutralidade absoluta da Sporting TV, impelindo-a a cumprir os seus deveres informativos perante os sportinguistas e impedindo-a de funcionar como veículo de propaganda dos sete que subsistem da direcção cessante, é estrita obrigação da nova Comissão de Gestão. Ignorar este problema será um erro de que mais tarde muitos dos que agora prometem regenerar o clube se arrependerão», alertei de imediato.

 

Ao princípio da noite, Bruno de Carvalho - evidenciando crescentes sintomas de incontinência verbal - dava uma extensa entrevista à SIC e à SIC Notícias.

O chorrilho de inverdades foi tão extenso, nesta entrevista, que decidi reproduzir algumas delas aqui no blogue.

Cinco exemplos:

«Jaime Marta Soares demitiu-se. E ao nível da lei basta fazer o que ele fez - vir a público nas televisões todas e dizer que estava demitido.»

 «A Comissão de Fiscalização [empossada pelo Presidente da Mesa da Assembleia Geral] está ilegal.»

«Esta Comissão de Gestão não existe.»

«Tudo quanto Jaime Marta Soares fez está ferido de ilegalidades.»

«Infelizmente vai ser feita uma assembleia geral de destituição, que é um julgamento em praça pública, sem que as pessoas se possam defender.»

 

O Ricardo Roque resumiu o estado de espírito de muitos de nós no texto mais conciso mas também mais emotivo desse dia: «ELEIÇÕES, JÁ!»

 

21411332_8947d.jpeg

9 comentários

Comentar post

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D