Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Faz hoje um ano

 

Outro dia negro para o Sporting. Mais um.

A 11 de Junho de 2018, três jogadores anunciavam a rescisão unilateral do contrato de trabalho em Alvalade: Bruno Fernandes, Gelson Martins e William Carvalho. Seguindo o que já haviam feito Rui Patrício e Podence.

O Francisco Almeida Leite reagiu de imediato:

«O futuro próximo é sombrio. Acabámos de perder uma equipa belíssima, recheada de internacionais. A época 2018/19 está perdida, temos que agir rápido para não perdermos os próximos anos. Só com Bruno de Carvalho fora de Alvalade é possível restabelecer a ordem interna.»

E o António de Almeida também:

«Enquanto o Sporting Clube de Portugal, instituição centenária, continuar presidido por um arruaceiro aspirante a déspota ao pior estilo coronel sul-americano, desprovido de educação, que a todos insulta e ameaça, usando as claques como guarda pretoriana para intimidar, atiçando-os como cães aos alvos que decide escolher, quando as coisas não lhe correm de feição, só poderemos esperar o pior.»

 

Expresso divulgava os depoimentos prestados na GNR pelos três jogadores que acabavam de rescindir: «Socos no peito, agressões com cinto, receio pela vida e chapadas.»

Impressionantes relatos em primeira mão do assalto a Alcochete.

 

Entretanto, Bruno de Carvalho e os restantes membros que ainda o acolitavam no Conselho Directivo - Carlos Vieira, Rui Caeiro, Alexandre Godinho, José Quintela, Luís Gestas e Luís Roque - permaneciam entrincheirados no edifício-sede da SAD. Enquanto o seu poder real se desmoronava de dia para dia, o ainda presidente dava mais uma conferência de imprensa. Em que proferia estas palavras, bem reveladoras do seu desarranjo emocional:

«Basta os atletas escreverem uma carta à Sporting SAD dizendo duas coisas: uma, se esta direcção se demitir voltam atrás com rescisões e jogam no Sporting (jogam mesmo, não é voltar para serem vendidos); e, segunda, que se voltarmos a candidatar-nos e ganharmos eles mantêm os contratos. Se acontecerem essas cartas dos seis, todos, demitimo-nos.»

 

Por cá, como é óbvio, não ficámos indiferentes a isto.

 

Escreveu o João Caetano Dias:

«Por favor. Por favor. Vocês amam o Sporting?»

Escreveu o Pedro Azevedo:

«A história se encarregará de julgar a acção da totalidade dos nossos órgãos sociais. Não se trata de ter razão, trata-se de salvar o Sporting. Ao Conselho Directivo, uma nota: simplesmente, demitam-se. Pelo menos dois dos seus elementos. Já chega!!!»

Escreveu o Pedro Bello Moraes:

«Demite-te, Bruno. Não faças mais mal ao Sporting. Vai-te embora, porra. Demite-te, Bruno. Não faças mais mal ao Sporting. Vai-te embora, porra.»

 

Apesar da tristeza que todos sentíamos, não se perdia por completo o sentido de humor, como evidenciava este postal do Luciano Amaral:

«Pronto, agora que nos livrámos das maçãs podres, o campeonato do ano que vem está garantido. Veja-se o dream team:

Treinador: Bruno de Carvalho

Guarda-redes: Bruno de Carvalho

Defesa: Carlos Vieira, Rui Caeiro, Alexandre Godinho e Bruno de Carvalho

Meio campo: José Quintela, Luís Gestas, Luís Roque e Bruno de Carvalho

Ataque: Bruno de Carvalho e o jogador revelação do campeonato da Cochinchina: Bruno de Carvalho.»

 

Já ninguém conseguia levar a sério o "afundador do Sporting".

 

21411332_8947d.jpeg

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Pedro Correia 11.06.2019

    Falando em ratos: eis que apareces tu.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    { Blog fundado em 2012. }

    Siga o blog por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Pesquisar

     

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D