Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Faz hoje um ano

 

24 de Maio de 2018: Frederico Varandas assumia a intenção de candidatar-se à presidência do Sporting. Antes de qualquer outro, numa altura em que Bruno de Carvalho parecia mais que nunca agarrado ao poder em Alvalade.

Em comunicado pessoal difundido nesse dia, o director clínico do Sporting - que exercia estas funções dessde 2011 - rompia com o ainda presidente e anunciava estar disposto a «liderar uma solução de Direcção do nosso Clube que seja convergente com o nosso desígnio histórico, respeitando os nossos fins, os nossos valores, a nossa identidade.»

Foi um rude golpe - mais um - no consulado Carvalho. 

 

O Edmundo Gonçalves manifestou reservas:

«Não é o facto de alguém ser um grande sportinguista que o habilita para o cargo de presidente. Há outros predicados necessários que sinceramente não sei se Frederico Varandas terá, admitindo que sim, que os tenha, visto lá atrás ter dito que não o conheço.»

 

Na minha rubrica Quem será o sucessor de Carvalho? o candidato do dia era Augusto Inácio.

 

«Só com a existência de candidatos à presidência é que Bruno de Carvalho será ameaçado, só assim o seu poder poderá, verdadeiramente ruir. Enquanto não houver quem lhe faça frente, quem lhe dispute o poder, ele surgirá aos olhos de muitos como o único disponível para liderar, servir e proteger o Sporting», assinalou o Pedro Bello Moraes.

 

Nesse mesmo dia, o Francisco Melo dirigia um bilhete ao presidente da Mesa da Assembleia Geral do Sporting, Jaime Mata Soares:

«Se a Direcção não tiver a humildade e dignidade para se demitir e, assim, devolver a palavra aos sócios (ai que saudades do "O Sporting é nosso outra vez!"), queira V. Exa., sem mais delongas, dar início imediato aos procedimentos necessários para a destituição de uma Direcção bastante descredibilizada e que muito envergonhou o país nos últimos tempos.»

O João Távora pronunciava-se na mesma linha:

«Vamos ou não vamos expulsar o usurpador, Dr. Marta Soares? Onde é que eu tenho de assinar?»

 

Ao fim do dia, estavam reunidas assinaturas correspondentes a mil votos de sócios para a convocação de uma assembleia geral extraordinária com o objectivo de destituir os órgãos sociais do clube.

Jaime Soares deu uma conferência em Alvalade. Mas foi interrompido por membros da guarda pretoriana de Carvalho, que o impediram de continuar, entre impropérios também dirigidos a jornalistas. O representante máximo dos sócios teve de retirar-se, protegido por agentes da segurança, enquanto era alvo dos insultos mais grosseiros.

«Com os nossos inimigos a gozarem o prato. A isto desceu o Sporting. Mais baixo que nunca», desabafei.

 

Foram aqui publicados 20 postais num só dia. Quase um por hora. Demonstrando como era escaldante a situação no Sporting. E tudo podia tornar-se ainda mais explosivo nos dias subsequentes.

 

Falando de algum modo por muitos de nós, o Ricardo Roque concluía:

«A violência, está à vista, não foi só física, como aconteceu em Alcochete, foi muito mais terrível que isso. Atingiu o coração de muitos sportinguistas. Os danos estão feitos. E tem responsáveis. E isso tem que ter consequências.»

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D