Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Faz hoje um ano

 

Bruno de Carvalho parecia ainda de pedra e cal na presidência do Sporting. Pelo menos era isso que garantiam os membros da sua corte que permanecia por desmembrar.

Olhando já em frente, no entanto, comecei aqui a lançar nomes para a sua sucessão. Numa série diária que havia de prolongar-se por algumas semanas. Começando por José Couceiro, antigo candidato à presidência do nosso clube e sobrinho-neto do campeoníssimo Fernando Peyroteo.

 

Olhando também em frente, já para o novo ciclo que antecipávamos para o clube de todos nós, o Pedro Azevedo publicou no És a Nossa Fé um extenso artigo, de profunda reflexão com ideias sobre o Sporting que vale a pena reler na íntegra.

Transcrevo um excerto:

«Não nos podemos estar sempre a queixar, temos o dever de cidadania leonina de nos informarmos, nos envolvermos, de participarmos activamente na vida do clube, trazendo valor e mostrando ao mundo que somos realmente diferentes e pela positiva, mais ainda agora que a imagem pública do clube está degradada e que urge recuperá-la. Parafraseando John Fitzgerald Kennedy, mais do que lamentarmos o que o clube não faz por nós (ou ficarmos à espera do que o clube pode fazer por nós), afirmemos aqui aquilo que podemos fazer pelo clube. Levantemo-nos, leões!!!»

 

E que mais, nesse dia 22 de Maio de 2018?

 

O Edmundo Gonçalves mostrava-se profundamente desconfiado com alguns nomes de que já se falava para a sucessão de Carvalho:

«Vi que vale tudo, no aproveitamento da mais que provável e quanto a mim desejável demissão do conselho directivo. Perfilam-se os do costume, basta ver as ligações que têm entre si, basta ver as fotos dos jornais de hoje, basta estar atento. Começou o assalto ao poder. A coisa está escura, mas se não estivermos atentos, em breve estará de novo preta.»

 

O Luciano Amaral reflectia sobre o desastre comunicacional do consulado que estava prestes a terminar:

«Um clássico sportinguista é dizer que a Comunicação Social é benfiquista e só dá destaque positivo ao Benfica e negativo ao Sporting. Pois esta época o presidente do Sporting conseguiu sempre retirar o Benfica da luz negativa da Comunicação Social e pôr lá o Sporting. Até chegarmos a esta semana horrível.»

 

O Duarte Fonseca fazia um balanço muito negativo do percurso de Jorge Jesus em Alvalade:

«Voltou a demonstrar que é um treinador medroso e que, apesar de ter um dos melhores plantéis da história do Sporting (100% escolhido por ele), e, provavelmente, o melhor do campeonato, só conseguiu ficar em terceiro lugar. A gestão do esforço da equipa ao longo da época foi do mais absurdo que tenho visto e só há um responsável por isso, que é o próprio treinador.»

 

O João Távora fazia um apelo ao nosso capitão: «Fica connosco, Rui.»

 

Num registo totalmente diferente, o António F. lembrava que o escritor caboverdiano Germano de Almeida, galardoado na véspera com o Prémio Camões, mencionou o nosso Sporting na sua obra-prima o Testamento do Senhor Napomuceno da Silva Araújo

Valia-nos a literatura...

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D