Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Faz hoje um ano

 

Ninguém tinha ilusões: estávamos já fora da corrida ao título. A confirmação, para os últimos crédulos, ocorreu há exactamente um ano, a 31 de Março de 2018, quando fomos à Pedreira perder por 1-0: Abel Ferreira deu um banho táctico a Jorge Jesus. E colocava o Braga apenas a um ponto do Sporting no campeonato. Depois de Bruno de Carvalho ter passado uma semana mergulhado em despiques verbais com o presidente braguista, António Salvador.

«Pior do que a derrota, é verificarmos que a equipa bracarense - treinada por Abel Ferreira, ex-treinador do Sporting B que foi despedido há dois anos por Bruno de Carvalho - nos disputa claramente um lugar no pódio deste campeonato. Nada está fechado neste domínio quando faltam seis jornadas para o fim.» Palavras minhas, aqui publicadas logo após o jogo.

Também expressei o meu lamento por ver Esgaio - vice-rei das assistências no campeonato e um dos melhores em campo nessa partida - jogar pelos encarnados do Norte: «Não me conformo com o negócio feito no Verão pelo presidente do Sporting, que decidiu ceder a título definitivo ao Braga este jogador formado em Alcochete.»

 

Críticas também do António de Almeida:

«Não se ganham campeonatos no Facebook ou Twitter. O clube não tira dividendos do estilo pirómano de liderança do presidente ou da casmurrice do treinador que despreza a formação. É impossível esconder ou manipular factos, os resultados são pífios, em três anos vencer uma supertaça e uma taça da carica é pouco, é muito pouco…»

 

E do João Goulão:

«Temos um treinador que não consegue pôr em prática aquilo que é de mais fundamental num jogo de futebol - a leitura de jogo. É escusado, já  aqui manifestei algumas vezes que não é possível um clube como o Sporting ter um treinador que, do ponto de vista da leitura de jogo, falha sempre; não consegue acertar uma substituição, não é capaz de chegar ao final do jogo e dizer: "A culpa é minha." Alguém consegue entender a contratação de Rúben Ribeiro? Como é possível colocar a jogar um jogador que a única coisa que faz é jogar "ao meio" com "toquinhos de praia" e substitui-lo depois de estar 10 minutos em campo? É de pôr os cabelos em pé (para quem os tem...). Somos talhados para sofrer, mas isto é demais.»

 

Assim chegava ao fim o mês de Março. Faltavam menos de três meses para o fim do consulado Bruno de Carvalho.

Mas ninguém suspeitava o que havíamos ainda de sofrer nessa turbulenta recta final.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D