Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

És a nossa Fé!

Faz hoje um ano

 

 

Às vezes, por algum motivo, surge a necessidade de sublinhar factos elementares. Foi o que fez o Duarte Fonseca a 5 de Março de 2018, sob o título "Convém não esquecer":

«1. Antes da AG de 3 de Fevereiro, e de toda a palhaçada que a envolveu, o Sporting estava em primeiro lugar; 2. Temos, provavelmente, o plantel mais caro dos três grandes; 3. A nossa equipa técnica custa-nos o dobro que as equipas técnicas de Porto e Benfica juntas.»

 

Também numa perspectiva crítica, deixei nesse dia um primeiro balanço da época futebolística, ainda longe do fim:

«Quando Jorge Jesus veio para Alvalade, há quase três anos, uma das expectativas que mais alimentávamos era de o ver reforçar o futebol de ataque do Sporting - em quantidade e qualidade. Expectativa só concretizada na primeira época, precisamente aquela em que treinou uma equipa mais herdada do que escolhida, ainda quase sem o seu dedo. E também aquela que contou, de longe, com o orçamento mais baixo. Haverá quem encolha os ombros e considere isto normal. Eu não. Recuso-me a aceitar que, a nove jornadas do fim do campeonato, o nosso Sporting tenha menos golos marcados que o Braga. Não foi para isto que contratámos o treinador mais caro do futebol português.»

 

Críticas, também, pela pena do Pedro Azevedo:

«O maior problema do actual Sporting prende-se com a resistência de Jesus em enquadrar as suas ideias no perfil de jogadores que tem. O actual plantel recomenda um sistema de 4x3x3 (com Bruno Fernandes a "10"), mas JJ insiste em tentar acasalar 2 homens na frente, num 4x4x2. (...) Todos os outros temas, como rotação do plantel, aposta na formação, comunicação ou relacionamento com os jogadores acabam por ser questões menores quando comparados com este problema causado pela inadequação do sistema aos jogadores do plantel.»

 

Mas as palavras mais duras visando o treinador, nesse dia, vieram do Edmundo Gonçalves:

«Não sei se é de Jesus, se é de nós, mas há que tentar com outro, este modelo está esgotado. O modelo de roubar aos jogadores as suas características inatas e de os obrigar a correr contra a sua natureza, para de cinquenta em cinquenta conseguir um Coentrão e dizer que construiu um jogador. E quantos destruiu?»

 

Entretanto, como nem só de futebol, vive o blogue, o JPT dava os parabéns ao nosso campeão Nelson Évora pela medalha de bronze no Mundial de Atletismo. Referência mais que merecida.

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D