Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

És a nossa Fé!

Faz hoje um ano

 

No dia seguinte jogaríamos com o Tondela. Mas pouco ou nada se falava disso.

O assunto em foco, a 18 de Fevereiro de 2018, era o apelo vibrante feito por Bruno de Carvalho à nação leonina, do alto da sua tribuna de orador na assembleia geral do Sporting, impondo estas condições para abandonar o seu vício de escrevinhador no Facebook:

«Não comprem nenhum jornal, não vejam nenhum canal de televisão português, e que todos, mas todos, os comentadores afectos ao Sporting abandonem de imediato os programas.»

 

«Augusto Inácio fora da RTP 3? José de Pina fora da TVI 24? Manuel Fernandes e Paulo Andrade fora da SIC Notícias? Fernando Mendes, Helder Amaral e Jaime Mourão-Ferreira fora da CMTV? Obviamente, não faz o menor sentido», reagi de imediato aqui, recusando que no campo de comentário pudéssemos «perder por falta de comparência».

 

Pronunciando-se sobre o mesmo tema, o Pedro Bello Moraes extraiu duas conclusões:

«Na presidência temos uma pessoa que usa tácticas iguais às utilizadas no passado pelos demais homólogos, instigando as massas contra todos aqueles que dele discordam. e com isto, meus caros, neste capítulo, infelizmente, não somos nada diferentes dos outros, mas iguais. Lamentável.  Penosa é também a segunda certeza que para mim retiro da Assembleia Geral extraordinária; e também dos dias que a antecederam e, sobretudo, das razões que levaram à sua convocação, e essa é a convicção de que deixei de ter um líder à frente do Sporting e passei a ter um chefe.»

 

Por sua vez, o António de Almeida observou:

«Sou sportinguista, tenho quase tantos anos de sócio quantos Bruno de Carvalho tem de vida, o que não me confere nem retira direitos, irei continuar lendo ou assistindo ao que me apetecer, sem condicionalismos de qualquer espécie. O que não consumo mesmo são os tweets de Nuno Saraiva nem o Facebook de Bruno de Carvalho, porque tenho mais que fazer que perder tempo com discursos ou estados de espírito irrelevantes.»

 

O Edmundo Gonçalves deixou o seu testemunho:

«Há muito que não compro nem leio jornais desportivos e que não vejo programas sobre futebol ou outra qualquer modalidade desportiva, os jogos a que assisto na tv, ou é com comentários em inglês, ou se calha a ser numa das pantalhas nacionais, é sem som, portanto meus amigos, a recomendação é-me indiferente.»

 

E o José da Xã rematou deste modo:

«BdC teve a frontalidade de apontar os seus inimigos internos pelo nome. Não sei se foi o mais avisado, mas reconheço-lhe coragem na sua atitude. Esticou um tanto a corda ao pedir que os sócios deixassem de comprar e ler jornais desportivos e ver televisões portuguesas. Enveredou, com esta sua vontade, por caminhos ínvios com consequências imprevisíveis. Quer queiram quer não, o país leonino não parece ter ficado mais pacificado após este fim de semana. Temo mesmo que a guerra apenas agora se tenha iniciado. O Sporting é um grande clube. O maior de todos. Por favor não o tornem mais pequeno.»

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D