Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Faz hoje um ano

 

Há um ano, a 26 de Janeiro de 2018, Bruno de Carvalho recebia críticas por ter festejado euforicamente a vitória contra o FC Porto, por penáltis, na meia-final da Taça da Liga realizada em Braga.

O JPT pronunciou-se sobre o tema. Assim: «Pior ainda é a parvoíce que Saraiva faz em relação ao treinador do Porto: Jorge Jesus e Sérgio Conceição, ou porque são amigos ou porque lhes interessou estrategicamente, vêm tendo uma muito boa onda entre ambos, mais de prezar no ambiente patético que grassa no mundo da bola, uma pandemia de patetas avençados a bolçarem inanidades.  Que Saraiva venha, em absoluto contra-ciclo, mandar bocas imbecis ao treinador do Porto é inadmissível. Do treinador do Porto falará, quanto muito e se assim entender, o treinador do Sporting - excepto se aquele começar a desatinar com o clube, o que não tem sido, notoriamente, o caso. 

 

Outro foco de polémica: o treinador de guarda-redes do Sporting foi apanhado a dar instruções a Rui Patrício, atrás da nossa baliza, no momento da marcação dos penáltis: a verdade é que o internacional português defendeu duas grandes penalidades, o que acabaria por ser fatal para o FC Porto.

Face à controvérsia, o José da Xã reagiu com estas palavras: «Parece-me um tanto absurdo que o Porto venha agora queixar-se da presença - talvez indevida, assumo - de Nelson Pereira, o treinador de guarda-redes do Sporting, atrás da baliza onde os penáltis foram marcados. Eu percebo que quem perde - ou, neste caso, foi eliminado - pretenda arranjar desculpas para a coisa que correu menos bem. Curiosamente o Brahimi até rematou à trave e o Casillas também defendeu dois remates. Terá sido tudo culpa de Nelson?»

 

A verdade é que estávamos em contagem decrescente para a final, que nos garantia a conquista de mais um troféu - o primeiro desde a Supertaça, em Agosto de 2015.

«Estamos à beira de ganhar mais um título. Como diz o slogan, de ser o Campeão de Inverno. É com títulos que nos engrandecemos. Quantos mais títulos conquistarmos maiores ficamos. Todos os títulos contam. Todos devem ser celebrados. Estamos na final. Estamos a um jogo de ganhar mais um troféu», observou o Pedro Bello Moraes, exprimindo o que muitos sentíamos.

 

Enquanto se aguardava essa final, que viria a disputar-se no dia seguinte, escutavam-se as mais diversas palavras de apreensão nas hostes leoninas. O que me levou a escrever estas linhas: «O Sporting é um clube extraordinário. Tem adeptos que sofrem quando a equipa perde e tem adeptos que sofrem quando a equipa ganha.»

5 comentários

Comentar post

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D