Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Eu quero é o Sporting campeão

800[1].jpg

 

 

1

Faz hoje apenas um mês, a selecção nacional conquistou a nossa maior proeza de sempre no futebol. Uma vitória há décadas sonhada por milhões de portugueses apreciadores da modalidade que mais apaixona o planeta desportivo. E no entanto parece ter já acontecido há bastante mais tempo. E poucas lições terão sido extraídas deste feito inédito, conseguido com dez jogadores formados na Academia de Alcochete, incluindo quatro do actual plantel leonino.

Como se fosse algo banal. Como se isto estivesse sempre ao nosso alcance.

Num país que andou meio século a entoar hossanas a um terceiro lugar num Mundial como se fosse a última coca-cola no deserto, verdadeiro paradigma das "vitórias morais", confesso o meu espanto por esta tentativa de esquecer tão depressa uma vitória bem real.

 

2

Lamento, mas eu não esqueço. 

Quanto mais revejo as imagens dos desafios do Euro 2016, mais me convenço que com Fernando Santos a treinar nunca teríamos perdido em 1984 a meia-final do Campeonato da Europa frente à França de Michel Platini e Alain Giresse. Desperdiçada porque em momentos cruciais vários dos nossos jogadores não souberam segurar a bola nem integrar-se nas missões defensivas que se impunham.
Esta foi também a lição que o Euro 2016 nos transmitiu: o rigor técnico - ter o adversário bem estudado, anular-lhe a manobra ofensiva - é uma componente essencial do futebol moderno.
Porque o futebol também é xadrez, não é só pugilismo, ao contrário do que alguns imaginam.
 
3
Manuel Fernandes, eterno capitão do Sporting, declarou que u
m dos melhores jogos do Campeonato da Europa foi o Alemanha-Itália, que terminou empatado 1-1, ao fim de 120 minutos. Com apenas um golo marcado em lance corrido.
Ele, homem do futebol, sabe bem do que fala. Porque de nada vale a técnica sem a táctica, de nada vale o poderio físico sem a inteligência para utilizá-lo no instante exacto (como Cristiano Ronaldo demonstrou naquela cabeçada certeira contra o País de Gales, que passará a figurar em todas as antologias dos melhores golos de sempre).
 
4
Não por acaso, Portugal teve quatro dos seus jogadores no onze ideal do Europeu.
Não por acaso, Portugal teve dois golos nos cinco melhores do Euro 2016 seleccionados pela UEFA.
Não por acaso, Portugal teve o melhor jogador jovem do torneio.
Não por acaso, Cristiano Ronaldo prepara-se para receber a Bola de Ouro pela quarta vez.

5
Isto não resulta de fé, nem de fezadas. É trabalho continuado, que a Federação Portuguesa de Futebol tem desenvolvido.
Não por acaso, já vencemos quatro europeus sub-16 e três europeus sub-19.
Não por acaso, somos vice-campeões europeus sub-21 (final perdida há um ano, contra a Suécia, por grandes penalidades).
 
6
Isto é produto de um plano rigoroso, de muito esforço, de muito trabalho.
É também produto do bom planeamento desenvolvido nos clubes.
Nunca em Portugal se trabalhou tanto e tão bem no futebol.
Quando Manuel José vem dizer que prefere o tempo em que se "jogava à bola" está a insultar demasiada gente ao mesmo tempo.
Está a insultar alguns dos melhores profissionais que temos em Portugal. Porque em nenhuma outra actividade europeia ou mundial podemos competir tão bem com qualquer outro país como no futebol.
 
7
Quanto ao nosso Sporting: eu quero é vê-lo campeão. Quer jogue bonito ou jogue feio. Esta deve ser, para os sportinguistas, a principal lição a extrair do Europeu que conquistámos.

Quinze anos de jejum já bastam.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D