Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

7 comentários

  • Imagem de perfil

    Pedro Correia 25.04.2018

    Eu não assobio e demarco-me por completo de quem o faz, CAL.
    Mas acho cada vez mais inaceitável o comportamento do presidente. Custará assim tanto deixar os jogadores em paz até ao fim da temporada?
    São só mais quatro jogos, caramba.
  • Imagem de perfil

    CAL 25.04.2018

    Nunca, até à data, assobiei jogador ou presidente nossos.

    Já ponderei aprender a assobiar.

    Compreendo quem, querendo manifestar desagrado, se socorra das ferramentas que tem ao seu dispôr (metaforicamente falando e excluída que está violência).

    Controlo inibitório não figurará no lote das maiores 'qualidades' do nosso presidente, já se vê. É, contudo, uma função executiva compreensivelmente muito importante.

    Que quem contribuiu para o abandono da página de Facebook, replique a receita. Pode ser que funcione.

    Piorar, duvido que piore.

    SL

  • Imagem de perfil

    Pedro Correia 25.04.2018

    Eu só peço sossego no plantel e na equipa técnica durante mais um mês, até pelo menos 20 de Maio - dia em que jogaremos a final da Taça verdadeira no Jamor.
    Peço também que o principal promotor desse sossego seja o próprio presidente, como me parece óbvio.
    Custará assim tanto?
  • Imagem de perfil

    CAL 25.04.2018

    Pelos vistos... Sim. Custa.
    Espero que 'alguém' possa ajudar a que deixe, também, de enviar mensagens aos jogadores.

    Conseguiram-no com a página Facebook, que se consiga com mensagens escritas.

    SL
  • Imagem de perfil

    Pedro Correia 25.04.2018

    Bruno de Carvalho devia ler e reler a recente entrevista do seu ex-mandatário nacional, Daniel Sampaio, ao Diário de Notícias.
  • Imagem de perfil

    CAL 26.04.2018

    @Pedro Correia, comentário das 23:28 de 25-04-2018

    Em abstracto, concordo.

    Na prática, e a única coisa que se pode concluir, é que a presença amiga de pessoas bem formadas e bem intencionadas não é condição bastante para que se altere - a médio e longo prazo - comportamento. Surpreenderá assim tanto? A mim, de todo.

    No imediato, existe (iu) uma supressão que não traduz - nem poderia traduzir - uma alteração de fundo. É uma mera reacção automática (mecânica) a um estímulo. Reprime-se, temporariamente, a expressão de.

    O que está no fundo, e na origem do real problema, a produzir as emissões, se preferir, mantém-se e manter-se-á.

    Decorresse a alteração de comportamento por todos desejada, da leitura e releitura da manifestação de amizade e bem querer que o texto demonstra, e não estaríamos - novamente - perante o que se sabe.

    Fosse o reconhecido e inquestionável brilhantismo académico e profissional do Senhor Professor Doutor Daniel Sampaio suficiente para produzir mudança, e não estaríamos - novamente - perante nova manifestação do que se sabe.

    Pode ter o melhor emissor do outro lado... Mas se o receptor, aquele no qual se espera que venha existir ressonância da mensagem, não estiver apto a decifra-la e acomoda-la... Dá-se o que aqui se vê.

    Tempo.
    Qualidade do que é emitido.
    Relação que acolhe o que é emitido (de parte a parte).
    Mas... Tempo.

    Mesmo tendo por emissor tão ilustre e sábia figura, para que se altere a estrutura que dá origem ao que sabemos, será preciso tempo.

    Tempo este que não sei se temos. Se o tivermos, resta saber a expensas de que prejuízos.

    Saudações Leoninas.

    P.S. No actual cenário, é particularmente reconfortante lê-lo. É um alívio perceber que existe quem reconheça importância nos mesmos pontos. É animador perceber que existe quem consiga manter justiça e isenção nas análises feitas, sem deixar, bem entendido, de bem argumentar. De bem argumentar e de fazê-lo sem cair na desonestidade de remeter para a história recente (a do desnorte, a quase extinção do Clube, a dos piores resultados desportivos de sempre). Assim é fácil. E fala muito alto. Não esqueci a história recente do Clube. Não acredito que qualquer de nós possa tê-la esquecido. Não me ofendam ao catalogar-me como apologista do regresso de gente que prejudicou o Clube até ao ponto que sabemos. Não me ofendam, ao querer fazer-me crer que por não aceitar o comportamento do actual presidente/direcção, o único caminho disponível é o do regresso ao passado.

    P.S.2. Até poderei votar BdC nas próximas que vierem a acontecer. Mas se o fizer, fá-lo-ei por reconhecer que inexiste alternativa válida. Quando assim se vota... É só mesmo o mal menor. Não é o melhor. É apenas o mal menor.

    P.S.3. Reconhecerei sempre mérito à boa obra produzida por BdC. Não deixarei, contudo, que a mesma absolva toda e qualquer manifestação desadequada. E muito menos que legitime a permanência em funções. Sobretudo quando o exercício das mesmas acontece nos termos de todos conhecidos e que prejudicam - repetidamente - o "emblema".
    O problema, não dá sinais de caminhar para a resolução. Apenas o vejo a avolumar-se.

    P.S.4. A necessidade de comentar conteúdo de e-mails é uma causa de direito próprio. Não sai desprestigiada pela abordagem feita a problemas e situações que são nossa obrigação avaliar e resolver.
    O ler e discutir estes problemas, não me faz menos Sportinguista. Não me faz sentir menos vontade em aplaudir atletas.
    Não me distanciará de adeptos e sócios do Sporting Clube de Portugal.

    P.S.5. O problema, não é o assunto ser divulgado e comentado na altura que é. O problema, real, quer queiramos lidar com ele quer não, está no comportamento que dá origem à divulgação e decorrentes comentários. O mal que possa fazer, já o fez: e fê-lo (se) aos atletas que receberam os sms. Agradeço ter sido tornado público que os atletas da equipa sénior de futebol andavam a receber SMS cujo conteúdo me merece reprovação. Sobretudo por demonstrarem um perpetuar de um comportamento que não aprovo.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    { Blog fundado em 2012. }

    Siga o blog por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Pesquisar

     

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D