Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Entre quase nada e coisa nenhuma

Madeira Rodrigues bem tenta levantar voo mas não consegue. Convidado ontem pela TVI 24 para falar do programa que propõe aos sportinguistas, cometeu três erros básicos, entrou em manifesta contradição com aquilo que proclama e alimentou um tabu que não quis ou não soube desvendar.

 

Primeiro erro: aceitou ficar sentado ao lado de um representante do Benfica, Domingos Amaral. Que logo aproveitou para enaltecer a "coragem" do candidato em concorrer à presidência do Sporting.

Segundo erro: aceitou passar quase todo o tempo a debater com José Eduardo, que ali funcionou como uma espécie de alter ego de Bruno de Carvalho. Sem que Bruno necessitasse de lá estar.

Terceiro erro: aceitou responder ao moderador quando este lhe pediu para fazer uma avaliação de Pinto da Costa e Luís Filipe Vieira. "Têm mérito", admitiu. Com manifesta impreparação e ingenuidade: elogiar os presidentes dos clubes rivais não parece a melhor estratégia para ganhar votos no Sporting.

 

Contradição: reiterou que quer despedir Jorge Jesus e Octávio Machado se conseguir vencer o escrutínio de 4 de Março. Rasga portanto, logo no primeiro dia de mandato, os contratos que ligam estes profissionais ao Sporting - logo ele, que acusa Bruno de rasgar contratos.

 

Finalmente, o tabu: o candidato não esconde as saudades que sente de Marco Silva - ao ponto de tê-lo mencionado doze vezes(!) nesta singular entrevista. Mas estará Marco - agora no campeonato inglês - de volta a Alvalade como putativo sucessor de Jesus caso Madeira Rodrigues ascenda à presidência? Nenhuma resposta: o enigma persiste.

"Temos o perfil identificado", foi a informação mais concreta que debitou.

 

Quando se pede clareza a um candidato e ele opta por se envolver em nevoeiro, mesmo sem se chamar Sebastião, o resultado é este: fica a meio caminho entre quase nada e coisa nenhuma.

18 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D