Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Dois Sportings dentro do Sporting

transferir.jpg

 

Breve resumo da semana leonina que passou.

 

1

No Sporting das competições reais:

 

- Sporting conquista a Taça de Portugal em basquetebol, derrotando na final o FC Porto. Há 40 anos que não vencíamos este título na modalidade, reintroduzida em 2019 ao nível dos escalões seniores masculinos.

- Sporting sagra-se campeão nacional de futebol de praia, recuperando o título que nos fugia desde 2016 e quebrando o domínio que o Braga vinha exercendo nesta modalidade nas últimas três épocas.

- Sporting vence a Fonte do Bastardo por 3-0 na quinta jornada do campeonato nacional de voleibol.

- Sporting vence o Póvoa Andebol Clube fora de casa, por 33-23, na sexta jornada do campeonato nacional de andebol.

- Sporting goleia o Ouriense fora de casa, por 9-1, na terceira jornada do campeonato nacional de futebol feminino.

- Sporting vence por 3-0 o Vilacondense, na quarta jornada do campeonato nacional de voleibol feminino.

- Sporting goleia por 8-2 o Fundão, na terceira jornada do campeonato nacional de futsal.

- Sporting derrota fora de casa, por 73-53, o Galitos, do Barreiro, na jornada inaugural do campeonato nacional de basquetebol.

- Sporting vence por 5-3 o Vilafranquense, na terceira jornada do campeonato nacional de hóquei em patins feminino.

- Sporting empata 1-1 no pavilhão da Luz, no clássico de hóquei em patins correspondente à terceira jornada da modalidade. O golo de Matías Platero que daria a vitória leonina contra o Benfica foi invalidado: erro grosseiro do árbitro. A bola «ultrapassou mesmo a linha de baliza», como ontem assinalou a jornalista Marina Alves, na crónica do jogo no Record

 

2

No Sporting das competições virtuais:

 

- Carlos Vieira, ex-número dois de Bruno de Carvalho, critica Rúben Amorim por «não indicar aos jogadores para serem mais agressivos», propõe que os actuais dirigentes se submetam a uma «moção de confiança» e acredita ter um «papel relevante» na vida do Sporting, confessando em declarações à Rádio Renascença que ambiciona «ser membro do Conselho Fiscal» de uma futura direcção.

- Paulo Lopo anuncia intenção de candidatar-se à presidência do Sporting. «Quando houver eleições, estarei disponível, caso os sportinguistas achem que serei fundamental para o Sporting CP devido à qualidade de gestão que fui apresentando ao longo destes tempos, acumulada com o conhecimento adquirido no futebol», afirma o ex-presidente da SAD do Leixões, em entrevista ao Record.

- Augusto Inácio admite apresentar uma candidatura ao cargo de presidente do Sporting. «É um assunto que estou a ponderar. Estou a pensar seriamente. Há pessoas que têm falado comigo para realmente eu avançar», declarou o antigo treinador e ex-director desportivo leonino em entrevista à Rádio Renascença. Inácio considera que os sportinguistas «estão a ser traídos» por Frederico Varandas.

- Grupo de sócios anuncia entrega de requerimentos ao presidente da Mesa da Assembleia Geral do Sporting para a realização de duas assembleias gerais: uma destinada à destituição dos actuais corpos sociais e outra visando a reintegração, como «sócios de pleno direito», dos antigos dirigentes Bruno de Carvalho e Alexandre Godinho.

- «Reino do leão a ferro e fogo», titula a Renascença, citando outro grupo de sócios do Sporting que reclama a destituição imediata do presidente da MAG. Este grupo dirigiu ao Tribunal Central Cível de Lisboa uma providência cautelar para suspender a assembleia geral já realizada e fez uma participação disciplinar contra Rogério Alves «por violação flagrante dos estatutos».

- Dias Ferreira anuncia ter «um plano para salvar» a SAD leonina de cair em mãos exteriores ao clube. Em declarações concedidas ao canal televisivo do jornal A Bola, o ex-vice-presidente e ex-presidente da MAG acusou o Conselho Directivo de «violar os estatutos» ao atribuir nomes de glórias do clube às portas de Alvalade. Sobre o futebol, disparou: «O Sporting não tem equipa.»

- Schelotto, ex-defesa leonino, revela ter interposto uma acção contra o Sporting no Tribunal Arbitral do Desporto, em Lausana, alegando ter sido «coagido a abdicar de verbas a que tinha direito», por contrato, quando se transferiu de Alvalade para o Brighton, em Inglaterra. 

5 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 12.10.2020

    As modalidades, no que toca à formação estão miseráveis. Não há liderança capaz.
    Vocês olham apenas para o futsal, o hóquei...Esquecem que existe uma piscina. Escondida, mas existe.
  • Imagem de perfil

    Pedro Correia 12.10.2020

    Outro ressabiado: ficam insuportáveis, nestes dias que se seguem às vitórias do Sporting.
    São quase todos anónimos, o que não é coincidência.
  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 12.10.2020

    Caro Pedro Correia, sou adepto do Sporting há cerca de 42 anos a partir mais ou menos de 1978 e nessa altura não me recordo de ver dentro do SCP estes grupinhos fanáticos de fundamentalistas que atualmente circulam à volta do Sporting. Talvez essa seja uma das principais causas porque nessa altura em 1978 se obtinham mais vitórias no futebol que hoje em dia no Sporting! Enfim, como se costuma dizer: "a caravana passa e os cães ladram".

    SL
  • Imagem de perfil

    Pedro Correia 12.10.2020

    Sim. Como bem diz, a situação tem vindo a agravar-se. De década para década.
    Aliás ilustrada nas estatísticas do Sporting no campeonato.
    Vou recordar as dos últimos 80 anos, só ao nível do título máximo do futebol profissional português:

    1941-1950 - 5 títulos
    1951-1960 - 5 títulos
    1961-1970 - 3 títulos
    1971-1980 - 2 títulos
    1981-1990 - 1 título
    1991-2000 - 1 título
    2001-2010 - 1 título
    2011-2020 - zero

    Os números dizem tudo. Está prestes a terminar a única década em que o Sporting não venceu qualquer título de campeão nacional de futebol.

    As responsabilidades são partilhadas: vários dirigentes e ex-dirigentes tiveram e têm culpas, em graus diferentes.
    Mas muitos adeptos também: por serem os primeiros a embarcar neste clima de intriga e coscuvilhice permanentes, transformando cenas irrelevantes em intermináveis psicodramas, disparando para dentro, vaiando técnicos e jogadores, advogando que no Sporting "não deve haver ídolos", tentando transformar o clube numa espécie de partido político cheio de facções em conflito, transformando as redes sociais em lamaçais infrequentáveis, etc, etc.

    Eis os resultados.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    { Blog fundado em 2012. }

    Siga o blog por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Pesquisar

     

    Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2017
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2016
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2015
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2014
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2013
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2012
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2011
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D