Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Dez notas sobre o jogo de hoje

 

1. Foi o pior jogo da selecção nacional em jogos oficiais neste século. Um jogo lamentável a todos os títulos: não só pelo resultado (derrota em casa contra a Albânia) mas também pela paupérrima exibição.

 

2. Portugal não teve ataque digno desse nome. Rematou muitas vezes, mas sempre mal. A Albânia só rematou uma - e marcou. Fez toda a diferença.

 

3. Depois de um Mundial medíocre, impunha-se a renovação da selecção nacional. Paulo Bento não renovou praticamente nada: apenas uma estreia no onze titular.

 

4. Para este jogo contra a modestíssima Albânia, em que era decisivo apostar no ataque, o seleccionador só convocou um ponta-de-lança: Éder, que em 12 jogos foi incapaz de marcar até hoje um golo pela selecção. Nem no banco havia outro.

 

5. O golo albanês beneficia de um clamoroso falhanço do nosso eixo defensivo. Ricardo Costa - convocado sem competição digna desse nome, com apenas um jogo disputado na Liga do Catar, longe da alta competição - não estava lá.

 

6. João Pereira não joga no campeonato espanhol, mas foi titular na selecção. Miguel Veloso não joga no campeonato ucraniano, mas voltou a ser aposta de Paulo Bento: foi o primeiro a saltar do banco.

 

7. Por que motivo não se aposta em Ruben Neves, que está a ser uma das sensações deste campeonato, ou Carlos Mané, elogiado pela crítica mais insuspeita, ou José Fonte, capitão do Southampton, ou Danilo, um médio de grande qualidade, ou Bruma, cuja vocação goleadora ninguém discute?

 

8. Adrien continua sem se estrear na selecção A. Começo a questionar-me se fará parte de alguma lista negra de Paulo Bento. Como já fazem Danny, Ricardo Carvalho, Bosingwa, Quaresma e Manuel Fernandes. Talvez só assim se explique.

 

9. Ficaram desfeitas as dúvidas de uma vez para sempre: há uma selecção com Cristiano Ronaldo e outra sem ele. Quando ele não joga, como hoje aconteceu, o resultado é sempre pior.

 

10. A partir de hoje, Paulo Bento deixa de ter condições para se manter como seleccionador nacional. Tal como sucedeu com Carlos Queiroz no desastroso início da campanha rumo ao Euro-2012, é tempo de sair pelo seu pé. Espero sinceramente que faça isso.

6 comentários

  • Imagem de perfil

    Pedro Correia 07.09.2014

    Se continuasse a desenvolver essas respostas, número por número, poderia assinar por baixo... Paulo Bento.
  • Imagem de perfil

    André Salgado 08.09.2014

    Essa agora não percebi, Pedro.

    O primeiro ponto nada tem a ver com o PB, sendo uma evidência, na qual até lhe dei razão a si.

    O segundo ponto também nada tem a ver com o PB, sendo igualmente uma evidência – por muito que isso possa tocar num nervo sensível dos sportinguistas.

    No terceiro ponto dei-lhe razão a si, e não às opções de PB, quanto ao Ruben Neves e ao Adrien. Sobre o Carlos Mané é melhor discutirem isso com o vosso treinador (já que é o próprio Marco Silva quem parece ainda não estar convencido a dar a titularidade ao miúdo) e não faço ideia de quem seja esse Danilo Pereira que o Pedro identificou como "um dos melhores goleadores da liga portuguesa"*.

    *Vejo, entretanto, que modificou o seu post original e já identifica o Danilo Pereira como o trinco do Marítimo que eu conheço. Ainda bem, que para confuso já basta o PB.

    Vejo também que acrescenta outros nomes exigíveis à renovação da selecção - em relação aos quais não tenho nenhuma reserva. Embora não deixe de achar curioso o seu elogio à "vocação goleadora indiscutível" do Bruma: já passando por cima da ironia de estarmos a falar de um jogador que o Pedro até há pouco invectivava, com um certo gozo, como tendo estragado a sua carreira ao decidir sair do SCP, essa "vocação" traduz-se por 1 golo em 13 jogos pelo SCP e desde que está na Turquia - é verdade que com uma lesão grave pelo meio - por 1 golo em 17 jogos pelo Galatasaray. Imagine-se se não a tivesse.
  • Imagem de perfil

    Pedro Correia 08.09.2014

    1. Há um equívoco seu, André: o Carlos Mané tem jogado. Não como titular mas como suplente utilizado. Foi ele, aliás, quem marcou o golo do empate do Sporting contra o Arouca na segunda jornada.
    Não é titular apenas porque a posição dele foi "tapada" por um tal... Nani.

    2. Adrien "não faria grande diferença" é pensamento à Paulo Bento. Se inovações na selecção não fazem "grande diferença", o melhor é manter quem já lá está.

    3. Lamentei a saída de Bruma, sobretudo por ter decorrido como decorreu, e considero que foi manipulado por um advogado sem escrúpulos. De resto, o tribunal arbitral deu razão ao Sporting, que até acabou por ganhar do ponto de vista financeiro com a partida do jogador. A verdade é que não lhe falta "vocação goleadora": já era assim na academia de Alcochete. E se mais não tem marcado isso deve-se ao azar pois, como sabemos, tem sido vítima de lesões.
    Como é evidente, tem lugar nesta selecção. Sobretudo se o titular à frente do ataque se chama Eder, um "ponta de lança" que ontem, quanto mais precisávamos de marcar, mais ia recuando no terreno.
  • Imagem de perfil

    André Salgado 08.09.2014

    1. Não há equívoco nenhum da minha parte, Pedro, nunca tendo eu dito que o Mané não tem jogado [deve estar a confundir-me com outro comentador], apenas que não é titular no SCP. E não é por estar tapado pelo Nani: na primeira jornada, em Coimbra, ainda o Nani não contava para o totobola e nem saiu do banco de suplentes. Além de que esse argumento colocava outra questão: se está tapado pelo Nani no SCP, não estaria também tapado pelo Nani na selecção?
    Mesmo com o Nani e com esta segunda vida do Carrillo, se o Marco Silva quisesse apostar no miúdo poderia colocá-lo - a ele ou ao Nani - a 10, onde o André Martins é curtinho. O vosso futebol ficava a ganhar, digo eu, benfiquista que sou.

    2. Não deixo de me surpreender com a conta em que os sportinguistas têm o Adrien, parecendo que estamos a falar de um Zidane, que iria revolucionar o futebol português. Sejamos lúcidos: o Adrien é um bom jogador, que no contexto actual de falta de grandes valores no futebol português poderia perfeitamente estar na selecção [está a ver, não penso como o PB], mas não é um fora-de-série e é o que se convenciona chamar um "número 8". Não me parece que tenha sido por causa de um médio que joga a 8 que não ganhámos à Albânia. Os problemas da selecção são outros: falta de um 10 criativo que se distinga num meio-campo burocrático e [na ausência do CR] falta de contundência ofensiva.

    3. Eu gosto bastante do Bruma e também acho que devia ir sendo lançado na selecção. Só não acho que seja um ponta-de-lança [o SCP lançou-o como extremo-esquerdo] nem lhe reconheço, pelo menos para já, essa veia goleadora: uma coisa é Alcochete, outra é o futebol dos crescidos, e neste tem 2 golos em 30 jogos como profissional.
  • Imagem de perfil

    Pedro Correia 08.09.2014

    Não estranhe que nós, sportinguistas, tenhamos em tão boa conta o Adrien, André. Ele foi fundamental para o Sporting ter sido vice-campeão nacional após a pior época de sempre. E esta temporada está novamente em excelente plano.

    De resto, os comentadores desportivos mais insuspeitos (ainda vai havendo alguns) não tiveram a menor dúvida em considerar que o erro maior do seleccionador, na convocatória para o Mundial, foi ter deixado Adrien em Lisboa.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    { Blog fundado em 2012. }

    Siga o blog por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Pesquisar

     

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D