Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Demasiado fraco...

Já defendi anteriormente a continuidade de José Peseiro à frente da nossa equipa de futebol, posição que mantenho, até porque uma eventual substituição deverá ser ponderada e resultando numa aposta para futuro, não acredito em chicotadas psicológicas e treinadores de transição até final da época, porque ainda guardo memória dos tempos em que tal prática foi usual no Sporting sem ganhos assinaláveis, ao que recordo.

Mas também começa a ser difícil defender José Peseiro e principalmente compreender a sua lógica. O duplo pivot não resulta, retira jogo interior, a solução de lançar constantemente bolas para as alas de tão previsível, já não resulta. Também não percebo que se lance um jovem para a estreia na equipa principal aos 90 minutos, para jogar apenas o tempo de compensação. Principalmente diante de adversário tão poderoso como o Loures. À semelhança da época anterior, Bruno Fernandes não tem descanso, seja na taça da carica, na taça de Portugal ou liga Europa, vai sempre a jogo. Todos lembramos o quão penoso foi o final da época passada para alguns jogadores, ninguém de bom senso pode esperar repetir (más) práticas e obter resultados diferentes.

Bem sei que a equipa se tem ressentido da falta de Bas Dost ou Mathieu, agora Raphinha que vinha ganhando espaço também se lesionou, Sturaro será previsivelmente um grande reforço se recuperar totalmente da grave lesão. Mas o quadro clínico não justifica tudo, e que apesar da falta de qualidade evidente de alguns jogadores do plantel, é preocupante a falta de dinâmica que o Sporting vai mostrando nos últimos jogos. A vida é o que é, se não convencermos nos próximos jogos em Alvalade diante do Arsenal e Boavista, muita coisa terá que ser repensada. Não consigo perceber por que razão no início da época, quando as expectativas estavam baixas, conseguimos vencer alguns jogos e agora, após 3 meses do início da competição oficial, parecemos regredir. O duplo pivot não funciona, é urgente recuperar jogo interior sem deixar obviamente de jogar pelas alas, para conseguirmos chegar à reabertura do mercado em posição de discutir a época. Tem a palavra José Peseiro, por enquanto ainda treinador do Sporting, mas que terá que deixar de ser teimoso, ler com humildade algumas críticas, se quiser continuar à frente da equipa. Só os burros nunca mudam…

27 comentários

Comentar post

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D