Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

De volta ao Sporting

Ontem a selecção de Fernando Santos teve um triste fim, mas foi adequado ao cada vez mais irresponsável seleccionador. Que não se esqueça do Pepe e do Otávio para o Catar, é disso mesmo que a selecção precisa, nessa altura o William e o Moutinho estarão de certeza no topo da carreira, o Cristiano terá terminado a pré-época, aquilo vai ser mesmo para ganhar, o melhor está para vir.

Já no Sporting o problema está claramente na exiguidade e desequilíbrio do plantel, fustigado por uma sucessão de lesões, quase todas traumáticas, que têm ocorrido neste início da temporada, o que impede a continuidade dum onze e mina a organização da equipa.

Neste momento temos Porro, St. Juste, Neto, Coates, Jovane e Bragança na enfermaria, já por lá passaram Adán, Ugarte e Paulinho, é mesmo gente a mais para um plantel reduzido ao mínimo. Se calhar é mais fácil dizer quem é ainda que não passou por lá.

 

Se Amorim tinha preparados um plano A com Paulinho e um plano B em ataque móvel, podendo escolher o mais indicado aos diferentes jogos ou momentos dos mesmos, sem Paulinho teve de apostar as fichas todas no plano B, e se as coisas correram optimamente na Champions, correram muito mal na Liga, vamos já com três derrotas, duas delas perante equipas "pequenas".

E correram mal porquê?

Basicamente porque ter um ataque móvel de três "levezinhos" que não defendem obriga a ter depois um resto da equipa possante e comprometida no processo defensivo, e isso o Sporting claramente não tem. Para defender mesmo estão lá Ugarte e os três centrais. Isso claramente não chega.

Então ou o Sporting marca primeiro, recua linhas e ganha espaço para matar o jogo (na Champions é assim que joga o Sporting), ou sofre primeiro, é forçado a avançar e põe-se a jeito para sofrer uma derrota mais ou menos pesada. Foi assim contra o Porto, o Chaves e o Boavista. 

Obviamente que este problema não se resolve substituindo uns levezinhos por outros. Resolve-se introduzindo envergadura física no onze. Jogadores como Sotiris, Essugo e Fatawu podem ser muito úteis nesse "robustecer" da equipa, mas Paulinho é essencial.

Não é por acaso que sairam por muitos milhões Nuno Mendes, Palhinha e Matheus Nunes (alguns reclamavam que era o Bragança que devia jogar no lugar dele... nem vale a pena dizer mais nada). 

Não é por acaso que o jogador mais valioso neste momento do plantel dá pelo nome de Manuel Ugarte. 

SL

13 comentários

Comentar post

{ Blogue fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D