Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Complexo de inferioridade

Faz-me impressão que tantos sportinguistas sejam incapazes de se pronunciar sobre as questões leoninas sem mencionarem a todo o momento o clube onde Jorge Jesus foi treinador durante seis anos antes de se transferir para Alvalade.

Todos os dias verifico isso, nas caixas de comentários do És a Nossa Fé.

É um absurdo complexo de inferioridade. Como se o Sporting não fosse um clube com mais história, mais títulos e mais prestígio do que a agremiação rival. Como se o Sporting não tivesse como embaixadores itinerantes permanentes figuras da relevância mundial de um Carlos Lopes, um Luís Figo ou um Cristiano Ronaldo.

Esses sportinguistas com mentalidade perdedora têm os pés num lado da Segunda Circular e a cabeça no lado oposto. Algo que de todo não entendo.

8 comentários

  • Sem imagem de perfil

    JRamos 14.02.2017

    Os benfiquistas têm uma fantasia sobre os Sportinguistas que diz que estes são primeiro anti-benfica e só depois Sporting - uma ideia estapafúrdia para qualquer adepto do Sporting. Isto quer dizer que também entre eles há uma necessidade de referir-se ao adversário para a construção da sua identidade. Depois quem vê os programas de comentário e eu vejo alguns percebe facilmente que são muito mais os comentadores do benfica a provocar o Sporting do que os do Sporting a provocar o benfica. Pedro Guerra e André Ventura, por exemplo, são caluniadores patológicos. Isto não se vê nos comentadores do Sporting e do porto nas televisões generalistas.
  • Imagem de perfil

    Pedro Correia 14.02.2017

    Há quem recorra à calúnia como ganha-pão.
    Não é seguramente o caso de nenhum comentador conotado com o Sporting.
    Quanto à fantasia erótica dos lampiões que imaginam um antibenfiquista primário em cada sportinguista, é como diz: não há nada mais estapafúrdio.
  • Sem imagem de perfil

    Lenhador 15.02.2017

    Caro JRamos e Pedro Correia
    Há um vídeo triste que facilmente encontrarão na net onde Carlos Dolbet diz na tv do vosso clube que o que é importante é que o Benfica não seja campeão. Não estou a inventar, apesar de por ser tão absurdo o possa parecer.
    "Primários isto e aquilo" há nos clubes todos, e não sei onde a incidência será maior. Penso sim que, nos dias que correm, nunca o adepto do Sporting puxou tanto pelos adversários do Benfica ou tolerou com tanta facilidade uma derrota, desde que isso prejudique o Benfica, como esta última contra o FCP.
  • Imagem de perfil

    Pedro Correia 15.02.2017

    Eu concluo, pelo contrário, que têm sido vocês a andar com o Porto ao colo. Há dois anos que quase não vos ouço criticar o FCP: 99% das vossas críticas têm por alvo o Sporting, o presidente do Sporting, o treinador do Sporting.
    Só agora, que estão em despique directo com eles, começam a escutar-se as primeiras farpas anti-Porto. Mas o ódio ao Sporting prevalece sempre que um dos vossos se apanha com microfone e uma câmara de televisão à frente.
  • Sem imagem de perfil

    Lenhador 15.02.2017

    Pedro. Se me permite: errado a vários níveis. Anda distraído se só ouve críticas ao Sporting. Ainda estas semanas, a propósito dos penalties e expulsões do Porto (e a si perdoadas), creio ter havido bastante alarido. Da mesma maneira que o tratamento específico dado a Maxi (mais na linha do gozo escarninho) não é o mesmo que outros jogadores do Porto. Confie no que lhe digo, que imagino que eu saiba melhor que o Pedro - as críticas ao Porto e as referências ao Apito Dourado por exemplo, são perenes nos comentários dos benfiquistas.
    Para mais, achar que o nível de crítica ao Porto e ao Sporting tem de ser igual é equívoco. O Sporting só tem mencionado o Benfica - e aí nasce o jogo do empurra, onde já não se sabe de quem é o ovo ou a galinha. E para finalizar, o nível de despique com o Sporting vai ser sempre maior, pelas razões que enumerei ontem: porque foram clubes até há pouco tempo próximos (década de 90), porque a rivalidade sempre foi maior entre os dois, pela proximidade geográfica, pelo apelo e tipo de base popular semelhante (mais universal ao invés do Porto, local).
    Essa atitude de auto-defesa, dando a entender de que neste lamaçal o Sporting é vítima do Benfica, só pode ser resultado de muita compartimentalização mental.
  • Imagem de perfil

    Pedro Correia 15.02.2017

    Você só confirma o que eu escrevi: acordaram agora para as críticas ao Porto por sentirem que este clube vos morde os calcanhares e se arrisca a vencer o campeonato.
    Andaram dois anos calados, sem a menor menção ao FCP. Desde que Jesus - no termo do contrato com o SLB - rumou ao Sporting, sobretudo, todas as vossas críticas visaram o nosso clube, de forma obsessiva e doentia.
  • Sem imagem de perfil

    Lenhador 15.02.2017

    (nunca pensei colocar tanto post num blog do Sporting!)
    Não. Engana-se. Neste dois últimos anos o que houve foi muita troca de galhardetes. O chamado toma-lá-dá-cá. Como nos meses recentes o FCP voltou à carga (figurada no seu jornal e literal com ameaças a árbitros), as baterias voltaram-se também para ele.
    Durante o legado de Lopetegui o FCP andou muito sereno e só por isso não levou chumbo grosso.
    Verá que quando uma das partes deste triangulo se cala, os outros dois continuam a degladiar-se, que é o que tem ocorrido com Benfica e Sporting.
    Quanto a obcecados e doentes, relembro que na semana passada (se não me engano), na Assembleia da República, o presidente do Sporting foi capaz de trazer para a cerimónia de louvor a uma personagem consensual em Portugal o lodo da discussão rasteira. Se há coisa que não aceito é a ideia de que a obsessão doente é algo característico do Benfica e muito menos exclusivo de alguns dos seus apoiantes!
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    { Blog fundado em 2012. }

    Siga o blog por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Pesquisar

     

    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D