Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Começar com o pé direito

Tal como aconteceu no ano passado, o Sporting regressa de férias mostrando-se em boa forma e começando a jogar com o pé direito. Isto ficou à vista esta noite, no encontro da meia-final da Taça de Honra da Associação de Futebol de Lisboa em que vencemos o Belenenses por 2-1. Num estádio lamentavelmente quase sem público, como é tradicional no Restelo.

No domingo vamos disputar a final com o Benfica. Intenção deliberada: reconquistar um troféu que vencemos há um ano com todo o mérito.

 

Notas do jogo:

1. Marco Silva apostou num sistema de jogo muito semelhante ao de Leonardo Jardim, num 4-3-3 que favoreceu transições rápidas. Mais conseguida no primeiro tempo, quando o desfecho da partida ainda era incerto.

2. O novo treinador leonino começou por apostar na espinha dorsal do Sporting 2013/14, que tão boas provas deu. Com Marcelo Boeck na baliza. Dier no lugar de Rojo, ainda em gozo de férias após ter disputado a final do Campeonato do Mundo contra a Alemanha: os restantes defesas foram os titulares da época passada. No meio-campo, a única estreia de entrada: Oriol Rosell, no lugar habitualmente confiado a William Carvalho, também ainda ausente em férias. Adrien e André completaram a linha intermédia. À frente, o trio Wilson Eduardo-Carrillo-Montero.

3. Dois grandes golos em três minutos. O primeiro marcado por Wilson Eduardo (30'), na sequência de um canto marcado por Jefferson. O segundo, um tiro de André Martins (33') na marcação de um livre - remate indefensável para o guardião de Belém.

4. Estes golos revelam um excelente índice de aproveitamento dos lances de bola parada pelo Sporting. Bom indício, num aspecto em que nem sempre temos sido muito felizes.

5. Wilson Eduardo foi o melhor em campo na primeira parte. E marcou o segundo golo desta pré-temporada, na sequência do que já tinha apontado nos Açores. O treinador está certamente muito satisfeito com a prestação deste médio formado na Academia de Alcochete. Só pode estar.

6. Rossel revelou bons apontamentos como médio defensivo, cortando lances ofensivos do Belenenses. Com autoridade natural em campo, forte sentido posicional e muita concentração. Foi dos pés dele que teve início boa parte da construção do ataque leonino nos primeiros 45'. Não por acaso foi o reforço que esteve mais tempo em jogo.

7. No segundo tempo, Marco Silva produziu uma autêntica revolução na equipa, fazendo nove substituições. Paulo Oliveira no lugar de Maurício. André Geraldes no lugar de Cédric. João Mário no lugar de André Martins. Slavchev no lugar de Adrien. Capel no lugar de Wilson Eduardo. Carlos Mané no lugar de Carrillo. Tanaka no lugar de Montero. Pouco depois, entraram Mica e Ruben Semedo - mais dois jogadores da nossa formação - para os lugares de Jefferson e Rosell.

7. Não custa vaticinar que João Mário será titular no Sporting 2014/15. Neste jogo teve vários apontamentos, na ala direita do ataque, que não deixam lugar a dúvidas.

8. Dier foi o único jogador de campo que actuou nos 90 minutos, assumindo-se como patrão no eixo defensivo onde impôs naturalmente a sua envergadura física. Inequívoca prova de confiança do treinador numa altura em que alguns procuram semear dúvidas sobre a manutenção do jovem inglês em Alvalade.

9. A primeira parte, a única que contou com um onze rotinado, foi superior. O que não admira, até porque no tempo complementar a equipa deu prioridade à gestão do esforço, a pensar no desafio de domingo. Mesmo assim, Slavchev e Tanaka causaram boa impressão.

10. André Geraldes (ex-Belenenses) infeliz nesta estreia de verde e branco. Ao fazer autogolo, iam decorridos 86'.

11. Ainda não foi desta que Montero quebrou o jejum de golos. Já lá vão oito meses sem marcar.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D