Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Com sportinguistas destes não precisamos de inimigos

Não deixo de me espantar com a profusão de comentadores de futebol que alastram como cogumelos nas pantalhas cá do burgo. Muitos deles aterram num ecrã televisivo sem fazer a menor declaração de interesses: só a partir daquilo que debitam começamos a reconstituir as peças desses puzzles.

Pensei nisto ao ouvir, sábado à noite, alguém chamado Diogo Matos pronunciar-se de cátedra sobre o Sporting-Porto da véspera como se a nossa equipa tivesse sofrido uma goleada.

Disse coisas como estas:

«Parece-me óbvia a falta de confiança que os jogadores [do Sporting] que devem fazer a primeira fase de construção de jogo têm na saída da bola.»

«O Sporting teve umas 19 saídas de bola à toa. Quinze foram pontapés para a frente.»

«O Sporting tem este problema [defesa]. E não sei se o vai resolver pois isto tem a ver com a qualidade da matéria-prima, não só com trabalho.»

«Nos últimos três/quatro anos o Sporting contratou mais de 50 jogadores mas os que lá estão a fazer a diferença são sempre os mesmos.»

 

Não garanto ter reproduzido tudo com extremo rigor pois o "especialista" em causa tem um notório defeito de dicção que o leva a comer metade das sílabas.

Mas quem quiser pode escutá-lo aqui (via A Tasca do Cherba):

 

 

Valeu, para contrastar, a intervenção isenta, serena e firme de David Borges - ele sim, um grande senhor do comentário futebolístico português. Que desmantelou, com paciência mas sem rodeios, a lógica do colega de painel que queria crucificar Sarr pelo autogolo.

«Todos nós estamos fartos de ver autogolos», disse David Borges. Pondo fim à questão.

 

E disse ainda mais isto:

«Estou em boa parte em desacordo com as opiniões aqui emitidas em relação à equipa do Sporting. É uma visão muito severa sobre um Sporting que acabou de realizar uma partida limpa, com uma excelente primeira parte, uma segunda parte não tão excelente mas condicionada pela própria reacção do FCP. Como disse o treinador do Sporting, o adversário conta e conta muito. O adversário do Sporting foi o FCP e depois duma primeira parte tão intensa e de tão alta qualidade em determinados momentos o Sporting teria sempre de se ressentir... Mas a primeira parte do Sporting foi claramente superior à segunda parte do FCP.» 

«A equipa do Sporting merece mais elogios do que críticas.»

 

Lembrei-me, enfim: este Diogo Matos, agora promovido a comentador do canal televisivo que trata o Sporting com maior desprezo, jogou um ano na equipa principal do nosso clube. No tempo de Godinho Lopes surgiu como responsável máximo da Academia, onde antes já desempenhava funções de director comercial. E nessa condição participou activamente na campanha eleitoral do ano passado no Sporting, integrando a lista opositora a Bruno de Carvalho, tendo mesmo sido apresentado como braço direito do candidato derrotado, José Couceiro, para a área da formação no futebol.

Quando o actual presidente tomou posse, e dada a necessidade imperiosa de reduzir drasticamente as despesas do clube por imposição do acordo firmado com a banca, Matos figurou na lista dos dispensados.

 

Ser opositor a Bruno de Carvalho é quanto basta para conseguir agora assento na SIC Notícias e comentar o nosso empate com o FC Porto como se tivéssemos saído derrotados deste clássico.

Espero que alguém ao menos ensine o novo recruta de Carnaxide a falar em televisão. Ou que o passem com legendas. Caso contrário será sempre mais fácil perceber o que o faz falar contra o Sporting do que entender muito do que ele diz.

3 comentários

  • Imagem de perfil

    Pedro Correia 29.09.2014

    David Borges, tenha a cor clubística que tiver, revelou honestidade intelectual. O que aliás não me surpreende: há muito que me habituei a ouvi-lo com atenção.
    O colega de painel estava lá para malhar no Sporting. Sem fazer declaração de interesses. Devia ter-se assumido logo como opositor a Bruno de Carvalho para todos entendermos a lógica do seu discurso, que procurou transformar um empate honroso numa derrota vergonhosa.
  • Imagem de perfil

    João António 29.09.2014

    Parce-me que a SIC está a precisar de uma campanha dos sportinguistas, como aquela que foi feita ao Record .
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    { Blog fundado em 2012. }

    Siga o blog por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Pesquisar

     

    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D