Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Com a razão do nosso lado

img_920x518$2019_02_14_22_05_29_1505615[1].jpg

 

A 9 de Maio de 1995, o V. Setúbal recusou adiar o desafio da meia-final da Taça de Portugal com o Sporting. Era um dia em que todos estávamos de luto: o dia do funeral de dois jovens adeptos, o José Gonçalves e o Paulo Ferreira, que haviam morrido 48 horas antes de forma trágica, quando caiu um varandim do estádio José Alvalade.

Nesse funesto dia 7 de Maio de 1995, jogámos com o FC Porto. Foi, infelizmente para nós, o jogo do título - que acabaríamos por perder para os portistas por um golo solitário de diferença. Também não houve adiamento algum apesar das mortes ali ocorridas. Nem sequer se registou um minuto de silêncio, algo vergonhoso.

A 18 de Maio de 1996, o adepto leonino Rui Mendes foi assassinado por um very light disparado de uma bancada onde se concentravam benfiquistas. Em pleno jogo. Vergonhosamente, a partida continuou a disputar-se, em vez de terminar logo ali, com um ser humano alvo de homicídio em pleno Estádio Nacional.

A 20 de Maio de 2018, no mesmo local, manteve-se inalterada a final entre o Sporting e o Aves apesar dos traumáticos acontecimentos ocorridos cinco dias antes, com a invasão da academia da Alcochete e agressões a vários jogadores e elementos da nossa equipa técnica. Mandaria o mais elementar bom senso que o desafio se realizasse, no mínimo, só uma semana depois. Mais uma vez, fomos prejudicados. E saímos derrotados dessa final também de má memória.

 

Recordo estes factos - incluindo a absoluta falta de respeito dos responsáveis sadinos ao negarem o nosso compreensível pedido de adiamento da meia-final da Taça de Portugal em 1995, que aliás acabariam por perder - entre outros exemplos de jogos em que interviemos e que deviam ter sido suspensos ou adiados. Mas não foram.

Vem isto a propósito do V. Setúbal-Sporting, que com gripe ou sem gripe sempre se realiza mais logo. Assim decidiu a Liga de Clubes, que organiza o campeonato. Está decidido.

O Sporting tem a razão moral e estatutária do seu lado. Nada a objectar. Sigamos em frente. Na expectativa de um triunfo no Bonfim.

30 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

{ Blogue fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D