Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Caiu-lhe de vez a máscara

luis_filipe_vieira_1609f6c1_400x225[1].jpg

 

Luís Filipe Vieira era inteiramente livre de aceitar ou recusar o convite que Bruno de Carvalho lhe dirigiu para se sentar a seu lado na tribuna de Alvalade.
O que não tinha era o direito de, na própria casa do adversário, aproveitar a ocasião para disparar um  chorrilho de insultos perante o anfitrião do Sporting-Benfica, comparando-o a um  criminoso e cadastrado - o pior que houve desde sempre no futebol português, por acaso antigo presidente encarnado.
Se as coisas estavam mal, graças a Vieira ficaram pior. Sem o menor respeito pelo adepto assassinado naquele mesmo dia, já de triste memória.
Único ponto favorável ao presidente do SLB: desta vez não se escudou no putativo "sentido de Estado", mandando papagaios lançar napalm por ele em três canais de televisão. Desta vez surgiu ele próprio com artilharia pesada, sem ambiguidade nem hipocrisia.

Caiu-lhe de vez a máscara.

8 comentários

  • Imagem de perfil

    Pedro Correia 24.04.2017

    É curioso: o crime ocorreu a poucos metros do estádio da Luz. A culpa foi de quem morreu, segundo a vossa tese. Faz parte da cartilha do Janela, percebe-se a léguas de distância. Inversão total do ónus da prova: quem mata, é inocente; quem é morto, é culpado.
  • Sem imagem de perfil

    l.rodrigues 24.04.2017

    A culpa da morte, como se pode ler acima. foi do condutor do carro que, a fazer fé no testemunho sportinguista, violou as "rules of engagement" dos ultras.

    De acordo com o mesmo testemunho, são todos culpados de quererem andar à cacetada sabe-se lá em nome de quê.

  • Sem imagem de perfil

    Carlos Silva 25.04.2017

    Tentando traduzir este pedaço de prosa do Sr Rodrigues. Como são todos culpados, e são muitos, o melhor é mandar todos para casa e está o caso arrumado
  • Imagem de perfil

    Pedro Correia 25.04.2017

    Equiparar criminosos a vítimas. Eis uma originalíssima "conquista civilizacional" no dia 25 de Abril.
  • Sem imagem de perfil

    l.rodrigues 27.04.2017

    O Pedro Correia noutra resposta distanciou-se dos "ultras", mas por qualquer razão escolhe acolher alguns debaixo da sua asa.
  • Imagem de perfil

    Pedro Correia 27.04.2017

    Deixe-se de hipocrisias.
    Vários dos vossos vêm para aqui celebrar o assassinato de um cidadão italiano adepto do Sporting, morto cobardemente por um cadastrado dos NN (neonazis) lampiões.

    Um, por exemplo, gabou-se de estar a comemorar o homicídio com champanhe.
    Outro vangloriou-se de o italiano ter sido "passado a ferro".

    São manifestações de barbárie, pura e dura.
    Não pode haver equidistância entre a barbárie e a não-barbárie.
    Você perdeu portanto uma excelente oportunidade de se demarcar destes seus correligionários. Os mesmos que conspurcaram o minuto de silêncio no Sporting-Benfica com ruidosas manifestações de apoio aos assassinos. Imitando o som de 'very lights' e mandando as claques leoninas "atravessar na passadeira".

    Depois disto, ficou traçada uma linha fronteiriça ainda mais clara entre vocês e nós.
    Vocês têm novamente as mãos manchadas de sangue. E quem não se demarcar disto é cúmplice moral dos crimes.
  • Sem imagem de perfil

    l.rodrigues 27.04.2017

    Eu demarco-me de toda e qualquer violência. Os indivíduos que se encontraram para andar à pancada têm mais em comum entre si do que com qualquer adepto normal dos dois clubes.
    São de uma espécie particular que se autointitula "ultra" e que gostam de ser ver como "guerreiros".

    Uma coisa é certa, não é por mim que lutam. Nem pelo meu clube. E acredito que também não pelo seu.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    { Blog fundado em 2012. }

    Siga o blog por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Pesquisar

     

    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D