Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Bruno

transferir.jpg

 

O Sporting é neste momento totalmente dominado por Bruno Fernandes. Capitão. Líder da equipa em campo, como deixa evidente em gestos bem expressivos. Vai à frente, vai atrás. Defende, constrói, distribui, assiste, tenta marcar, marca. Os livres são dele, os cantos são dele. Só lhe falta fazer lançamentos laterais - e ir à baliza.

De resto, faz tudo.

 

Longe de mim apoucar tão influente e categorizado profissional. Mas, em tese geral, é pouco desejável que uma equipa esteja tão desequilibrada, tão dependente de um só jogador. É também nisto que se detecta (ou não) o dedo de um treinador. A saída de Nani aumentou este desequilíbrio interno. Se Bruno Fernandes falha, por castigo ou lesão, deixa de haver equipa. Porque ele "é" a equipa, tal como tem vindo a ser delineada por Marcel Keizer.

 

Acredito que seja excelente para Bruno Fernandes. Mas é pouco saudável para o Sporting.

4 comentários

  • Imagem de perfil

    Pedro Correia 20.03.2019

    Faça-se o seguinte exercício especulativo. imagine-se o Sporting, por algum motivo, a perder o contributo do Bruno Fernandes para o resto da temporada. Como ficava a equipa? Quem a organizava dentro do campo? Quem ligava os sectores? Quem construía lances ofensivos? Quem marcava livres? Quem marcava cantos? Etc, etc.
    Há quem veja robustez nisto. Eu vejo fragilidade.
  • Sem imagem de perfil

    Luís 20.03.2019

    Se calhar iriamos ter um grande surpresa se este treinador apostasse em Francisco Geraldes.
    Não o coloco ao nível do BF, mas talento e virtuosismo não lhe falta. A ausência de uns é a sorte dos outros, mas desconfio nem mesmo com a lesão de BF, Geraldes teria entrada de caras nesta equipa.
    Mais depressa se inventaria outra solução. É assim que se promove o talento em Alvalade.
    Dão-se um rebuçados à malta com as notícias do Joelson.
    Não deixem fugir este menino...
  • Imagem de perfil

    Pedro Correia 20.03.2019

    Estou profundamente decepcionado com o desempenho do técnico holandês, como já escrevi várias vezes.
    Desde logo por ter abdicado da sua propalada "ideia de jogo", ligada ao futebol de ataque.
    Mas sobretudo por ter claramente marginalizado os jogadores portugueses. Todos, excepto Bruno Fernandes.
    Se há algo que considero imperdoável, é precisamente isto. No clube português que sempre fez gala da sua formação de excelência.
    Depois de Jesus, nunca imaginei que viesse um treinador que tratasse ainda com mais desprezo a nossa formação. Mas ele aí está. O homem que pela primeira vez desde 2007 fez alinhar um onze titular sem ninguém formado na Academia leonina.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    { Blog fundado em 2012. }

    Siga o blog por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Pesquisar

     

    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D