Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

És a nossa Fé!

Balanço (7)

img_797x448$2018_03_09_12_52_59_289176[1].jpg

 

 O que escrevemos aqui, durante a temporada, sobre FÁBIO COENTRÃO:

 

- Ricardo Roque: «Com Coentrão a ala esquerda fica bem melhor. Faltará o outro lado. Seria importante que a massa associativa lhe desse o benefício da dúvida, como fez com Bruno César, que foi bastante acarinhado, esperando eu que não seja outro erro de casting como o foi Markovic. E o jogador também tem que fazer por merecer. Tem aqui uma excelente oportunidade, assim queira e possa agarrá-la.» (20 de Junho)

- Francisco Chaveiro Reis: «Não se pode negar que Coentrão, nos tempos áureos em que não tinha lesões nem Marcelo à frente, era bom jogador. Que o volte a ser.» (5 de Julho)

- JPT: «Um nítido fetiche de Jorge Jesus, uma espécie de sua birra.» (27 de Setembro)

- Pedro Azevedo: «Fábio tem vindo a melhorar bastante do ponto de vista físico e isso nota-se na sua maior incorporação nos movimentos ofensivos da sua equipa.» (1 de Janeiro)

- Pedro Bello Moraes: «És um campeão. Ganhaste títulos, muitos. Mas eu percebo-te. Chegaste à glória do futebol nacional com equipas lideradas pelo mesmo timoneiro que ontem, em Setúbal, comandava o banco que esmurraste. Com ele ao leme das equipas que te puseram no Olimpo do futebol português entravas em campo e limpavas tudo. Varrias a lateral esquerda com soberba e confiança inabaláveis, ao mesmo tempo olhavas para a lateral direita e para o centro do terreno e vias, em linha contigo, um rolo compressor imparável, inesgotavelmente alimentado com ambição desmedida e insaciável fome de golos. Percebo-te, Fábio. Por isso pergunto-me se os murros que deste foram, afinal, contra a alma chata da tua equipa e na qual, digo-te, tantas vezes fazes a diferença. Dá um gozo tremendo ver-te a varrer o corredor esquerdo.» (20 de Janeiro)

- Eu: «Enquanto alguns colegas metem o pé no travão e abusam de rodriguinhos inconsequentes com a bola, parecendo jogar só para merecer elogios de comentadores como Luís Freitas Lobo, ele nunca perde o objectivo: a baliza contrária. E sabe muito bem que a linha recta é o caminho mais curto entre dois pontos. Mesmo no período de maior desacerto colectivo, sobretudo na primeira parte, soube impulsionar a equipa e dar-lhe velocidade e acutilância.» (1 de Fevereiro)

- Duarte Fonseca: «Coentrão já é o melhor lateral esquerdo que vi jogar pelo Sporting. Não faz uma abordagem errada, toma sempre a melhor decisão para a equipa, não perde um duelo, não tem falhas de posicionamento. A este nível, simplesmente faz tudo bem! Há jogadores assim e é fabuloso quando os podemos ver jogar no Sporting.» (1 de Fevereiro)

- Edmundo Gonçalves: «Desta gente toda, incluindo os que vieram em Janeiro, bons, bons, daqueles que dá gosto ver jogar e dos quais todos, inclusive eu, desconfiávamos, aproveitam-se Coentrão e Mathieu. E Bruno Fernandes, que é um caso à parte e o futuro capitão, se cá continuar por muito tempo.» (5 de Março)

- Marta Spínola: «Também eu desconfiei e estranhei a tua vinda. Mas Fábio, precisávamos de ti, isto eu também sei. Dessa entrega e garra, desse pragmatismo em cortes e pressões ao adversário. Tem sido bom aprender a gostar de ti. A tribuna de Alvalade é implacável e ontem rendeu-se ao teu empenho, deu uma trégua e aplaudiu-te de pé. Porque sabemos reconhecer um leão quando o vemos. Começo a considerar ceder parte da minha quota para que cá fiques. Era só isto. Sê bem-vindo e que sejamos felizes todos juntos.» (9 de Março)

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D