Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

As vitórias morais

Este Sporting quase-milionário treinado por Jorge Jesus já disputou sete jogos com FC Porto, Benfica e Braga desde o início da temporada.
Empatámos quatro.
Perdemos três.
Não vencemos nenhum.

 

Só para o campeonato, com 15 pontos em disputa, conquistámos apenas três nestas partidas frente às outras equipas mais fortes.

 

Haverá quem não se preocupe.
Haverá quem encolha os ombros e repita o chavão de sempre: "Para o ano é que é."
Eu preocupo-me.
Com os resultados da equipa.
E com esta resignação de tantos adeptos vergados ao velho rasto das vitórias morais.

6 comentários

  • Imagem de perfil

    Pedro Correia 04.04.2018

    Este treinador conduziu a equipa à melhor pontuação de sempre no primeiro campeonato ao serviço do Sporting. Quando herdou uma equipa que ainda não tinha a sua marca enquanto "olheiro".
    O problema aconteceu depois, quando se pôs com invenções tácticas desajustadas às características dos jogadores concretos que tinha, começou a exigir pacotes de novos jogadores, desprezou a formação e foi incapaz de gerir o plantel em função dos objectivos.
    A época passada foi um desastre e esta para lá caminha.
    A confirmar-se o pior dos cenários, considero inaceitável a manutenção de Jesus em Alvalade.
  • Sem imagem de perfil

    T W 04.04.2018

    Numa equipa que não tinha a sua marca como olheiro!?!
    Por exemplo no jogo na Luz na primeira volta jogaram de início João Pereira, Naldo, Bryan e Teo, e entraram o Aquilani e Gelson. Tudo jogadores que chegaram à equipa com JJ.
    No jogo da segunda volta tivemos ainda Schellotto, Ewerton, Bruno César e Coates.
    Defina lá o que é uma equipa com a sua marca como olheiro?
  • Imagem de perfil

    Pedro Correia 04.04.2018

    Taça de Portugal 2015 (em Maio, com Marco Silva):
    SPORTING: Rui Patrício; Cédric, Ewerton, Paulo Oliveira, Jefferson; William Carvalho, Adrien, João Mário; Nani, Carrillo e Slimani.
    Suplentes: Marcelo Boeck, Tobias Figueiredo, Miguel Lopes, Rosell, André Martins, Carlos Mané e Montero.

    Supertaça 2015 (em Agosto, com Jorge Jesus):
    SPORTING: Rui Patrício; João Pereira, Paulo Oliveira, Naldo; Adrien, João Mário, Bryan Ruiz; Carrillo, Teo Gutiérrez e Slimani.
    Suplentes utilizados: Carlos Mané (para o lugar de Teo), Rúben Semedo (para o lugar de Bryan Ruiz) e Gelson Martins (para o lugar de Carrillo no último minuto).

    Comparemos então.
    Jesus ganhou o único troféu das primeiras duas épocas no Sporting mantendo, no essencial, a equipa de Marco Silva.
    Saíram Cédric e Nani, um por venda outro por fim do empréstimo. Entraram João Pereira e Bryan Ruiz - nenhum deles melhor do que o antecessor.
    Ewerton já estava com Marco Silva.
    A Jesus devem ser creditados Teo Gutiérrez e Naldo, que tiveram vida curta no Sporting.

    Mencionar Aquilani, que foi um 'flop', é ridículo.
    Idem aspas, quanto ao Schelotto. Ambos foram devolvidos à procedência sem terem ganho nada no Sporting.

    Falta mencionar que o "olheiro" Jesus trouxe ainda para Alvalade os seguintes craques: Barcos, Marvin, Douglas, Markovic, Elias, Campbell, Spalvis, Castaignos, André, Meli e Bruno Paulista, entre vários outros. Cada qual melhor que o outro.
  • Sem imagem de perfil

    T W 05.04.2018

    Ridículo é comparar jogos com o mercado aberto.
    A sua opinião (ou a minha) sobre a qualidade dos jogadores que entraram é irrelevante para se apurar se a equipa tinha ou não a marca do treinador. Facto é que todos os jogadores que referi jogaram regularmente com JJ, logo a equipa tinha a marca do seu treinador.
    Mas cuidado com os argumentos que usa, se acha que o núcleo da equipa era o mesmo é que os reforços foram só refugo, então a diferença de pontuação só tem uma justificação, a qualidade dos treinadores.
  • Imagem de perfil

    Pedro Correia 05.04.2018

    E ainda esqueci esse mega-craque que JJ foi acarinhando semana após semana, mês após mês: Alan Ruiz.
    Caramba, que "ganda" olheiro!
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    { Blog fundado em 2012. }

    Siga o blog por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Pesquisar

     

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D