Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

As vitórias morais

Este Sporting quase-milionário treinado por Jorge Jesus já disputou sete jogos com FC Porto, Benfica e Braga desde o início da temporada.
Empatámos quatro.
Perdemos três.
Não vencemos nenhum.

 

Só para o campeonato, com 15 pontos em disputa, conquistámos apenas três nestas partidas frente às outras equipas mais fortes.

 

Haverá quem não se preocupe.
Haverá quem encolha os ombros e repita o chavão de sempre: "Para o ano é que é."
Eu preocupo-me.
Com os resultados da equipa.
E com esta resignação de tantos adeptos vergados ao velho rasto das vitórias morais.

4 comentários

  • Imagem de perfil

    Pedro Correia 04.04.2018

    Este treinador conduziu a equipa à melhor pontuação de sempre no primeiro campeonato ao serviço do Sporting. Quando herdou uma equipa que ainda não tinha a sua marca enquanto "olheiro".
    O problema aconteceu depois, quando se pôs com invenções tácticas desajustadas às características dos jogadores concretos que tinha, começou a exigir pacotes de novos jogadores, desprezou a formação e foi incapaz de gerir o plantel em função dos objectivos.
    A época passada foi um desastre e esta para lá caminha.
    A confirmar-se o pior dos cenários, considero inaceitável a manutenção de Jesus em Alvalade.
  • Sem imagem de perfil

    Leão da Estrela 04.04.2018

    Caro Pedro, quando diz que o treinador conduziu à melhor pontuação de sempre, o que foi um facto, não serve quanto a mim de grande atenuante à sua prestação, porque, e mesmo depois do Sporting ter sido prejudicado, algo mais podia ter sido feito na altura. De qualquer forma, a qualidade das prestações da equipa nessa primeira época ficam marcadas por alguns momentos menos positivos, onde se perderam pontos com as equipas mais pequenas que seriam suficientes para sermos campeões. Os empates contra o Paços de Ferreira, Tondela e Rio Ave em Alvalade e a derrota contra o União na Madeira foram mais uma vez preponderantes para não sermos vencedores numa prova em que tenhamos tudo para ganhar.Tal como este ano, a perda de pontos em jogos que temos a obrigação de ganhar foram os causadores de uma grande frustração.
    Inúmeras vezes escrevo de forma irónica que os jogadores ao fim de algum tempo com o treinador ficam infectados com o virus JJ, o que mais não é do que uma forma de demonstrar a forma como vejo muitas vezes os jogadores serem obrigados a alterar as suas características, perdendo até algumas das qualidades inatas que possuem, só para se adaptarem à ortodoxia técnico-tática achinesada de um treinador sobrevalorizado e ultrapassado.
    Para terminar, o treinador andou a apregoar que agora tinha adoptado a filosofia de jogo à italiana. Mais uma vez demonstrou toda a sua pequenez de ambição, porque se quer ser vencedor deve é jogar à espanhola como ontem ficou demonstrado na vitória do RM contra a Juventus.
  • Imagem de perfil

    Pedro Correia 04.04.2018

    É como diz, caro Leão da Estrela: o arraso de ontem da Juventus pelo Real (com o nosso Cristiano a marcar dois golos e a fazer assistência para o terceiro, do Marcelo) em Turim demonstra bem até que ponto Jorge Jesus está desfasado do futebol actual.
    Vive estacionado na década anterior.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    { Blog fundado em 2012. }

    Siga o blog por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Pesquisar

     

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D