Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Artista de circo à parte, artilheiro precisa-se

Não vou perder mais tempo com uma arbitragem tendenciosa, que perdoou ao Famalicão o que castigou o Sporting, o amarelo por simulação de penálti, o segundo amarelo por reincidência em entradas à margem das leis, e que como em Alvalade fez de palhaço, revertendo a decisão tomada no terreno e que estava à vista de todos pelo "conselho" dum VAR que nunca podia ter certeza alguma sobre os lances em questão. Foram mais dois pontos roubados ao Sporting, já tinham sido dois roubados em Alvalade. O artista de circo e o  "modus operandi" foram os mesmos.

Parabéns ao artista, mais a sua troupe de ilusionistas do Jamor: a continuar assim ainda vai ser o próximo presidente do Conselho de Arbitragem. 

 

Quanto ao jogo em si, para mim e do ponto de vista colectivo foi o melhor jogo do Sporting da temporada: dominou completamente o adversário, que quase nunca criou perigo, teve uma boa saída a jogar, variações de flanco oportunas, jogo interior eficaz, combinações bem conseguidas, cantos e livres bem trabalhados e a causar perigo, controlo do ritmo da partida, temporizando e acelerando em momentos chaves, recuperava a bola bem no campo do adversário. Existe um trabalho de casa bem feito que salta aos olhos de todos.

Mas também existiram erros individuais que complicaram o que estava a ser fácil e colocaram a equipa a jeito para o artista fazer o seu número. Logo a abrir Sporar falha um golo meio feito, a seguir deixa o penálti (não seria ele a marcar ?) para um Nuno Santos que denuncia completamente o remate, depois Adán falha clamorosamente a saída e Sporar logo atrás dele o corte, João Mário e Nuno Santos falham remates frontais que sentenciavam a partida e Borja faz um passe completamente idiota, que origina o livre fatal. Nesse livre parece-me que Palhinha não acompanha o colega do lado no salto, baixa instintivamente a cabeça e deixa a bola passar num arco que entra na baliza junto ao poste.

E voltamos à questão da falta dum ponta de lança do calibre dos dois últimos que tivemos, o que para mim é absolutamente essencial para dar outro conforto a esta equipa e ajudá-la a conquistar os objectivos pretendidos.

Sporar é um profissional dedicado e competente, um avançado móvel que trabalha imenso para a equipa e marca golos, mas não chega, e esta pressão que está a cair sobre ele em nada ajuda ao seu rendimento como ponta de lança. Hoje passou ao lado do jogo. 

 

Artista de circo à parte, não se pode jogar tanto e marcar tão pouco. Precisamos dum artilheiro. 

Para o Famalicão, que passou ao lado da goleada, fica a certeza que foi um pontinho caído do céu. Que lhes faça bom proveito, mas pelo menos deviam mostrar-se agradecidos.

SL

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D