Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Amor In

IMG_20210411_181905.jpg

 

Há dias a caríssima Marta Spínola abria a caixa de Pandora, se calhar, sem saber. Tocou o sempre delicado tópico 'superstições'. Comecei por participar, não por (actualmente) tê-las mas por ter artefacto que gostaria de baptizar, recuperando assim, e em grande estilo, o que foi uma adolescência muito activa nesse departamento. Ou de como o Sporting teve sempre o condão pessoal e intransmissível de me mostrar a magia que há em tudo o que é fruto de amor. 

 

É magia, é 'Amor In' que Amorim nos tem trazido. Nos devolveu. E é essa magia, esse Amor In, que ao longo da estrada que liga Alcochete a Alvalade muitos iguais a nós querem devolver, querem que as equipas sintam.

Enquanto a equipa aqui de casa não se organiza (Camarada Coordenador é que disse, não m'aborreçam!) e escolhe a forma mais suave de (não) se envergonhar (muito), ocorreu-me partilhar esta fotografia.

Não é superstição, mas gostaria que fosse talismã.

É, como alguns perceberão, a equipa vencedora da taça de Portugal na época 1999/2000*. É, aqui, uma fotografia de fotografia que me tem acompanhado como preciosa jóia que é, nas muitas casas onde já vivi. Compõe, a par da suprema Queijo Castelões (também há-de cá vir dizer 'Olá') e do primeiro cartão de sócia (a fotografia com a indescritível franja!? jamais!), a Santíssima Trindade do Orgulho Leonino desta que vos escreve.

 

A todos os que, à sua maneira, na estrada, em casa, em Portugal Continental e Insular, na soalheira Califórnia, em Inglaterra, na Alemanha e onde mais houver centelha verde e branca a vibrar, o meu emocionado: estamos todos invisivelmente ligados. E que bem ligados, diga-se.

 

Amorim? Estamos todos completamente In!

 

Vamos embora, equipas!

 

É pra ganhar, é pra ganhar!!! 💪🏻🦁💚

*Correcção de época

P.S. Estimados JMA e Filipe Moura, nada temam, diria que há potencial para se sentirem muito acompanhados.

P.S.2. Obrigada João e Ricardo Fernandes pelo inestimável duplo presente que guardarei eternamente.

5 comentários

Comentar post

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D