Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Amanhã à noite em Arouca

22167082_N5C6e.jpeg

 

Foi apesar de tudo uma jornada europeia que não envergonha ninguém, mesmo com a bipolaridade característica dos Sportinguistas, perante uma equipa com plantel bem mais valioso e bem mais experiente, que o treinador alemão Marcos Rose analisou assim: "Estou muito satisfeito porque ganhámos um jogo difícil, no qual tivemos alguma felicidade, mas por vezes é isso que precisamos para ter sucesso. Mas é mesmo assim, às vezes ganhamos pela margem mínima um jogo em que não tivemos muito brilho."

Mas isso é passado, importa agora "mudar o chip" para as competições internas, passa muito por essa capacidade o sucesso desta época e o Sporting provou no Estoril que o consegue fazer. E esse trabalho curiosamente começou a ser feito ainda ontem em Dortmund em instalações cedidas pelo adversário europeu. 

Temos um grande treinador, temos um grande capitão mais os seus adjuntos, temos uma equipa muito unida e focalizada, que não deixa cair ninguem. A titularidade a Vinagre no jogo com o Estoril demonstrou isso.

E na Liga vamos em segundo lugar, se quiseremos comparar jogo a jogo com a época passada, vamos com 2 pontos a mais. E só depende de nós chegarmos ao final e revalidarmos o título. Por isso, não temos de estar preocupados com o que os outros ganham ou deixam de ganhar. Até é bom os favoritos, os que vão arrasar, serem os outros. Nós, pobrezinhos mas honrados, sem árbitros no bolso nem jogadas sujas de bastidores, lá vamos indo.

A única coisa com que devemos preocupar-nos é com a sola do pé do Pedro Gonçalves e o joelho do Coates, porque os golos que tanto estão a custar a marcar vão aparecer. E como o Sporting (Ajax à parte) sofre muito poucos golos, esses golos marcados vão-se traduzir em vitórias. E de jogo a jogo, de vitória em vitória, o impossível torna-se realizável. 

Também em Dortmund Amorim respondeu à sua maneira àqueles que como eu questionavam o modelo único 3-4-3 para todas as competições, reclamando mais um médio, Ugarte ou Daniel Bragança. Mudou personagens, mudou posicionamentos, manteve o sistema. O nosso insuspeito Carlos Pereira, o raçudo defesa esquerdo da mítica equipa de 73/74 e depois adjunto de Paulo Bento, veio dizer: "Acredito que Rúben Amorim possa pensar nisso, sim, porque se tem falado algumas vezes dessa situação, mas sinceramente não me parece que seja o mais indicado nesta altura. Já há muitas rotinas nesta equipa, que vem já da época passada e as coisas têm funcionado bem. Por isso mudar o sistema tendo em conta o adversário que se vai encontrar não me parece ser a melhor solução, apenas circunstancialmente." Será que é o adjunto-sombra de Amorim? Por mim, o irmão do grande Aurélio Pereira podia estar mesmo no banco ao lado dele, seria sempre uma grande mais-valia na equipa técnica do Sporting.

 

Então amanhã vamos visitar o Arouca. Tenho boas recordações desse estádio. Em 16/09/2012 (Wiki Sporting) fui ver a melhor equipa B de sempre vencer por 2-1, um dos golos foi do Esgaio, houve confusão no final com Manuel Fernandes e penso que o filho (ou foi o pai?) daquele da cena canalha com o nosso ex-presidente em Alvalade. Em 18/01/2014, ver o Sporting ganhar por 2-1 com golo do estreante e desengonçado suplente Slimani aos 72 minutos. E mais uma vez penso que em 08-11-2015 com um golo do mesmo Slimani, já outro jogador, aos 90 minutos. Tem sido um registo de vitórias em Arouca que espero continue.

E se o 3-4-3 é para manter, se Adan e os dois médios são intocáveis, se toda a defesa esteve muito bem em Dortmund, se Paulinho marcando muito ou pouco é o pivot da manobra atacante, as maiores dúvidas serão a condição física de Feddal e os dois interiores. A verdade é que TT, Sarabia, Jovane e Nuno Santos estiveram mal em Dortmund. De qualquer forma Sarabia tem de jogar para criar rotinas com Porro, a ligação entre os dois ainda deixa muito a desejar. Do outro lado, aposto em Nuno Santos, só lhe peço que olhe antes de chutar.

Depois de Arouca haverá pausa de selecções. Depois, jogo de Taça de Portugal onde os menos utilizados poderão ter minutos para mostrar o que valem, oxalá seja também o regresso de Pedro Gonçalves aos relvados.

 

Imagino então que Amorim convoque os seguintes elementos:

Guarda-redes: Adán e André Paulo.

Defesas Centrais: Neto, Coates, Feddal e Matheus Reis.

Alas: Esgaio, Vinagre, Porro e Gonçalo Esteves.

Médios Centro: Palhinha, Tabata, Bragança, Matheus Nunes e Ugarte.

Interiores: Sarabia, Jovane, Nuno Santos e Tiago Tomás 

Pontas de lança: Paulinho.

 

Pelo que atrás referi, o meu onze seria assim:

Adán; Neto, Coates e Matheus Reis; Porro, Palhinha, Matheus Nunes e Vinagre; Sarabia, Paulinho e Nuno Santos.

 

Concluindo,

Amanhã o Sporting entra em campo em Arouca para tentar aproximar-se da liderança da Liga.

Considerando o sistema táctico de Rúben Amorim, qual seria o vosso onze?

 

#OndeVaiUmVãoTodos

SL

23 comentários

Comentar post

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D