Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Amanhã à noite em Alvalade

O Sporting recebe amanhã os polacos do Raków, no penúltimo desta série de dois jogos por semana e três dias antes do dérbi.

Se vencer, o Sporting fica com a oportunidade de na visita à Atalanta aceder ao primeiro lugar do grupo. Com os jogadores certos no nosso onze, a Atalanta é uma equipa perfeitamente ao alcance do Sporting, como vimos em Alvalade.

Embora Rúben Amorim tenha procurado distribuir o esforço pelo plantel, as inevitáveis lesões começam a aparecer, temos Morita e Catamo no estaleiro, e alguns jogadores nucleares estão a acusar o peso dos jogos em terrenos pesados e difíceis que realizaram. 

Assim é essencial que alguns até agora menos utilizados se cheguem à frente e demonstrem a sua qualidade. Aconteceu isso com St. Juste, Neto, Trincão e Bragança, já não foi o caso com os mais novos Quaresma, Fresneda e Essugo. Muniz e Moreira vêm de lesões e recomeçaram agora a ter minutos na B. Rodrigo Ribeiro nem titular consegue ser naquela equipa.

Sobre Israel não são dois grandes remates não defendidos contra o Farense e um erro de julgamento na Polónia que me vão fazer mudar para já a opinião. Continuo a achar que é superior aos nossos últimos guarda-redes suplentes, como Virgínia, Max e mesmo (indo mais atrás) a Salin e Boeck. Tem presença física, tem escola, tem qualidade entre os postes, sai bem às bolas aéreas, por alguma coisa passou pela Juventus e é chamado agora à selecção uruguaia. O problema é que já vai com épocas a mais sem jogar regularmente como titular, com Adán não tem hipóteses para a titularidade, pelo que esta época será mais uma. E Callai segue o seu percurso. Já teve vários jogos na B em que foi o melhor em campo, no último jogo não conseguiu segurar a bola num remate frontal e a recarga deu golo. Vai lá chegar, mas se calhar ainda não é o seu momento.

 

Sendo assim, imagino que Amorim poupe Coates e um dos dois, Pedro Gonçalves ou Edwards, para o jogo de domingo, ou seja:

Israel; Inácio, Diomande e Matheus Reis; Esgaio, Daniel Bragança, Hjulmand e Nuno Santos; Trincão, Paulinho e Pedro Gonçalves.

É para ganhar, obviamente. Já aqui demonstrei que Rúben Amorim segue com um desempenho europeu superior aos seus antecessores no cargo nos últimos dez anos. Amanhã será mais uma ocasião para alargar a diferença.

SL

21 comentários

Comentar post

{ Blogue fundado em 2012. }

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D