Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

A ver o Mundial (5)

2018-Russia-World-Cup[1].jpg

 

O MELHOR DA RUA DELE

 

Neymar reclamou para si, há dias, o título de melhor futebolista do mundo - alegando, com alguma graça, que Cristiano Ronaldo e Messi «são de outro planeta». Está cheio de razão: não devemos comparar algo incomparável, como ontem o Brasil-Suíça bem evidenciou. Exibição fraquinha do "escrete canarinho", que se deixou empatar após um golaço de Philippe Coutinho logo aos 20'. O craque do Barcelona rematou cruzado, de fora da área, assinando um dos melhores golos do Mundial até ao momento.

Quanto ao avançado do PSG, parecia um gatinho inofensivo. O melhor que conseguiu foi um cabeceamento à figura do guarda-redes Sommer, iam decorridos 88'. Sempre muito vigiado, actuou com pouca intensidade e perdeu inúmeras bolas, sem nunca fazer a diferença. Esteve muito longe de provar que é o melhor do mundo ou até o melhor do Brasil. Mas é, seguramente, o melhor da rua dele.

Valha a verdade: os pentacampeões brasileiros podem queixar-se do árbitro. Não apenas no golo sofrido aos 50' - precedido de falta evidente do marcador, Zuber, sobre o central Miranda, impedido de saltar à bola com ele - mas também num penálti cometido sobre Gabriel Jesus a que o árbitro fez vista grossa, sempre com o consentimento do vídeo-árbitro, que neste Mundial tem mantido intervenção mínima. Numa prova evidente de que as críticas que costumamos fazer por cá aos senhores do apito, quando os consideramos os piores da Europa são manifestamente exageradas.

 

Brasil, 1 - Suíça, 1

6 comentários

Comentar post

{ Blogue fundado em 2012. }

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D