Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

A sério, a sério?

Os três juntos não fazem um! 

Vi o debate em diferido e foi tão interessante que adormeci por duas vezes, tendo que "puxar atrás" a emissão para acompanhar tudo.

Varandas defendeu o seu consulado, que em termos desportivos é inegávelmente rico, os opositores e bem não o contestaram.

Apresentou essencialmente como trunfo o trabalho efectuado, ou seja, quis dizer aos sócios que se ganhar continuará o caminho que traçou desde início deste mandato que agora termina.

Baralhou-se e pior, baralhou-me um pouco com os números e como não sou da área, confesso que fiquei um bocado "à nora"...

Não desgostei de algumas medidas propostas por Ricardo Oliveira, nomeadamente a atenção que deverá ser dada aos núcleos e a possibilidade do voto nesses locais da vida sportinguista. Já a construção de uma Cidade do Desporto achei, embora entenda o propósito e até não discorde, um bocado megalómano, sobretudo quando não foi apontada uma solução para Alcochete, que terá inevitavelmente que ser vendido.

Apreciei a crítica feita por Nuno Sousa aos preços dos bilhetes anuais (gamebox) e ao preço da bilhética em geral. Creio que é de todo o interesse do Sporting ter o estádio e o pavilhão cheios e não, no Sporting não somos todos ricos ou remediados. Há gente que não vai ao estádio ou ao pavilhão porque não tem dinheiro para pagar a entrada.

Ninguém falou no voto electrónico, embora se possa inferir que o voto nos núcleos passe por aí, peça fundamental para tornar a participação nos actos eleitorais uma onda massiva que represente o maior número de associados possível.

Por esta fraca prestação dos três, em resumo, parece-me que as alternativas não foram capazes o suficiente de mobilizar grande número de sócios e votos e que, fazendo um pouco de futurologia, Varandas vencerá folgadamente (o desempenho desportivo para a maior parte de nós é o que conta no final do dia), Nuno Sousa capitalizará uma pequena franja de sócios que se identificam com o anterior Conselho Directivo e provavelmente obterá a segunda posição relegando Ricardo Oliveira para último, o que me parece, pela seriedade do seu programa, uma injustiça.

Muito sinceramente, estou dividido entre Varandas e Ricardo Oliveira, que me parece alguém capaz e com algumas ideias interessantes, mas provavelmente, se não for dia de jogo, não me deslocarei de casa a Alvalade para votar. Este não é um apelo à abstenção, é a constatação da célebre frase "para pior, já basta assim".

Para finalizar, quero saudar a democraticidade interna deste clube, que permite que se debatam ideias, com civilidade, num debate em que todos os candidatos estão em pé de igualdade. O mesmo não acontece do outro lado da estrada, onde Vieira nunca possibilitou que a oposição piasse e a norte, onde em 40 anos a eminência parda não deu abébias a ninguém. Até nisto somos diferentes.

42 comentários

Comentar post

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D