Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

A podridão

Bem haja Manuel Cajuda, por não ter papas na língua e explicar como se manobram os bastidores na FPF .

Um vice-presidente perguntou-me se eu conhecia alguém importante no Espírito Santo, depois perguntou-me se eu era amigo de um determinado empresário e se tinha alguma coisa com uma marca de equipamentos. Disseram-me que em princípio não seria o seleccionador nacional"

 

5 comentários

  • Imagem de perfil

    Edmundo Gonçalves 08.10.2014

    Mas já agora, até ficava bem ao Cajuda dizer o nome do tal vice-presidente...

    Atémalembra o Octávio: "vocês sabem doquéqueu tou a falar..."
  • Imagem de perfil

    Pedro Correia 08.10.2014

    Neste caso não é preciso chamar o Maigret nem o Sherlock, Edmundo. Ou foi o Humberto Coelho ou foi o João V. Pinto. Sem excluir a hipótese de ambos estarem perfeitamente sintonizados neste assunto.
  • Imagem de perfil

    André Salgado 09.10.2014

    Duvido, Pedro. O João Vieira Pinto não é vice-presidente (o Cajuda falou num vice-presidente), mas apenas um director. E o Humberto Coelho só entrou para os orgãos da federação como vice-presidente do Fernando Gomes. Ora, este episódio que o Cajuda descreve - a sucessão de Carlos Queirós, tendo sido escolhido Paulo Bento - passa-se um ano antes, ainda no consulado Madaíl.

    Tenho genuína simpatia pelo estilo castiço e desbocado do Cajuda, mesmo que o 'home' tenha um enorme problema de ego (mas sem o azedume do Manel Zé), achando-se melhor do que realmente é e um eterno injustiçado a quem nunca deram o devido reconhecimento. Mas não tenho simpatia nenhuma por estas boutades de toca-e-foge, sem coragem para dar os nomes aos bois. E muito menos por esta linha de "eu sou muito bom mas não me derem oportunidades porque não sou corrupto ou vendido", que não é elegante para a idoneidade pessoal e profissional de quem foi escolhido em vez dele. Ou não estará também a dizer, implicitamente, que o Paulo Bento antes, e o Fernando Santos agora, só foram ou são seleccionadores porque conheciam alguém importante no Espírito Santo, eram amigos de um determinado empresário, tinham alguma coisa com uma marca de equipamentos ou alinharam numa outra jogada qualquer? Se não era isto que o Cajuda queria dizer, perdeu uma boa oportunidade para pensar duas vezes. Se era, não foi bonito.
  • Imagem de perfil

    Edmundo Gonçalves 09.10.2014

    Olha, estamos de acordo!
    É precisamente isto que eu digo lá em cima, na segundo comentário...

    SL
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    { Blog fundado em 2012. }

    Siga o blog por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Pesquisar

     

    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D