Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

A formação e as seleções

A lista dos 30 da qual sairá a convocatória, de Paulo Bento, dos 23 para o Brasil provocou comentários ácidos de muitos sportinguistas. Entre os quais me situo, nomeadamente quanto à ausência de Adrien do grupo dos 30. Dos 30. Mas, como sou apaixonado pelo meu clube, mas não sou temperamental, quero fazer um raciocínio frio sobre o tema formação - um tema que nos é muito caro. E que penso seja um dos 'dossiers' mais dificeis e mais importantes que Bruno de Carvalho e os seus colaboradores têm entre mãos.

O nosso clube tem sido, e continua a ser, uma grande escola de formação do futebol português. A primeira. Durante muitos anos, aproveitando mais ou menos os seus talentos na primeira equipa, espalhou jogadores de qualidade ou até de top no país e no estrangeiro. Por vezes sem o retorno financeiro desejado. Mas, hoje, já não é tanto assim. O mercado aberto invadiu a formação, colocando empresários e clubes de olho nela, com reflexos na dimensão do sonho e das expetativas dos jovens jogadores. As dificuldades financeiras do futebol profissional e a crescente dificuldade de acesso dos clubes a 'pechinchas' (cada vez menos pechinchas) brasileiras, colombianas ou outras fizeram os clubes se centrarem tambem na sua formação, imitando o exemplo do SCP e criando viveiros próprios, como o têm provado, nos últimos anos, o SCBraga e o SLB. O domínio quase absoluto do Sporting, nesta área, terminou. O que não quer dizer que a nossa escola de formação não continue a ser uma escola de qualidade e de esperança.

A verdade é que, nestes anos recentes, o domínio quase absoluto dos nossos jovens nas convocatórias das seleções de sub-17, sub-20 e sub 21 e A se rarefez. Enquando andávamos em guerras internas, nos anos cinzentos do nosso clube, em dança de presidentes e direções, e em resultantes mudanças nas lideranças da nossa formação, o nosso rival da segunda circular trabalhou em paz e em continuidade. O resultado desse trabalho está à vista: eles já são dominantes nessas convocatórias. E só alguem que queira fechar os olhos à realidade pode inventar para a causa disso interesses de empresários... ou outros. O meu amigo do 'scouting' de clubes alemães - o Nuno Felix, um sportinguista apaixonado, como nós - já me avisara disso há algum tempo. «A formação do nosso clube está a perder velocidade e a do SLB a ganhá-la, e eles já têm jogadores jovens de grande potencial e equipas mais fortes do que as nossas. Está atento!», disse-me ele, com preocupação.

Como os factos comprovam, a previsão e a realidade são o que são: estamos a perder a primazia. Eis porque insisto ser o tema formação, para Bruno de Carvalho e seus homens (o Virgílio e outros) um 'dossier' prioritário e de luta. Sei que o é. Contudo, nesta área também, nada vai ser como dantes. Ainda temos a imagem da nossa formação e a da forte presença de nossos formandos nas nossas equipas principais (A e sub-21) a provocar o apetite dos jovenzinhos que sonham ser CR7's e Figos. Em breve, se não já hoje, vamos ter competição a sério nesse sonho. Temos de aceitar o repto e de responder a ele.

6 comentários

Comentar post

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D