Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

A estória da braçadeira

Apenas como curiosidade, relato aqui dois casos iguais, com desfecho diferente.

A importância que tem é praticamente nula, mas gostava que ficasse registado, para memória futura. Lá vai:

Em Abril, na 28.ª jornada frente ao Boavista, no regresso de Adrien desta última lesão, saiu Bryan Ruíz para entrar o capitão e William, que tinha a braçadeira, de imediato a passou a Adrien. Passados alguns segundos, talvez minutos, poucos, o árbitro parou o jogo e mandou que a situação voltasse à fase inicial, ou seja, que Adrien devolvesse a braçadeira a William. Confesso que travei na altura um debate com um grande amigo que comigo assistiu ao jogo, que dizia estar o árbitro certo. Nos dias seguintes na blogosfera leonina principalmente, o assunto foi a debate e eu próprio dei-me ao trabalho de consultar o International Board, bem como o regulamento da Liga e confesso que não cheguei a nenhuma conclusão.

Ora nesta última jornada, no jogo do Bessa entre Boavista e Benfica, aquando da substituição de Júlio César por Paulo Lopes, Eliseu, que era o capitão, passou a braçadeira ao guarda-redes acabado de entrar e... não se passou nada.

A propósito desta última situação, o ex-grande e fantabulástico árbitro e agora eminente apresentador de um programa sobre arbitragem, Duarte Gomes, diz que não há nada que contrarie esta situação. Remeto-os para a notícia, por ser fastidioso transcrevê-la na íntegra.

Juro que desde ontem que ando pesquisando sobre a situação ocorrida em Alvalade, mas certamente por inépcia minha, não encontrei nada.

Este pequeno postal sem importância tem apenas o intuito de mostrar como está o estado das coisas neste futebolzinho de merda que se vive em Portugal. O mesmo peso, duas medidas. E assim se entende como é que os encarnados são a equipa mais disciplinada da Liga. Pois!

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D