Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

A cabeça no cepo

Com a contratação de Rúben Amorim, sejam quais forem as motivações, Frederico Varandas coloca mesmo a cabeça no cepo como presidente do Sporting Clube de Portugal.

Tem tudo para correr mal.

Desde logo está a financiar e a potenciar o clube que nos anda a morder nos calcanhares, o clube que nos tem um ódio de morte.

Depois estamos a pagar uma fortuna (e mesmo assim prefiro os 10M€ que os 6M€ mais jogadores que nos podem render bem mais que isso) por um estagiário, mais um treinador sem habilitações, sem experiência e que não atingiu uma grande craveira enquanto jogador.

Depois porque esse treinador está a ter um grande sucesso no momento com um modelo de jogo estranho ao Sporting, o 5-2-3, e que obrigará a reformatar muita coisa nos sub-23 e na formação. 

Depois porque não há garantias de que esse treinador seja um formador, que consiga desenvolver e integrar jovens da formação.

Depois porque não há garantias do seu comportamento aquando das derrotas e dos fracassos, da sua resiliência e capacidade de encaixe.

Sendo assim, e porque não corresponde ao tipo de treinador que pretendo para o Sporting, à luz da sua história e nos melhores que por aqui passaram, estou completamente contra.

 

Mas... e há sempre um mas... também pode correr bem. Até pode correr... muito bem.

Na história do Sporting existe um caso que de alguma forma legitima esta aposta. Luís Duque conseguiu conquistar José Mourinho, vinha do Benfica para assumir o Sporting quando... uma revolta interna liderada pela JuveLeo o impediu. E José Mourinho lá seguiu a sua vida, com o sucesso que conhecemos. Dizem que se Rúben Amorim não viesse para o Sporting seguiria para o Porto no final da época.

Será que Rúben Amorim vai ser o novo José Mourinho? Não faço ideia.

Mas com isto vou pedir já e agora a demissão do presidente? Agora mesmo e sem conhecer os resultados? E se o Sporting desatar a ganhar jornadas a fio e alguns coxos do plantel ganharem pernas? Faz algum sentido?

Obviamente, Não.

Os treinadores são como os melões. Abrem-se primeiro, provam-se depois, despede-se o fornecedor depois, se for caso disso.

SL

63 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D