Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

A bancada e os adeptos

vol.jpg

 

Se o "candidato da bancada" parece que perdeu o pio, ainda deve estar a tentar perceber que o carnaval já passou, e que o verdadeiro Bruno lá anda, por enquanto, feliz da vida no "shoue businesse" e a fazer contas às notas de banco que vai recebendo, a bancada do João Rocha continua ainda muito vazia para a qualidade das equipas do Sporting que ali evoluem. Mas há um pequeno grupo que sempre ali está na zona central em frente às câmaras e no "Apoio às modalidades", dizem-me que conta também com o ex-motorista do Bruno. Esses sim, são os "adeptos de bancada" que o Sporting muito precisava de multiplicar.

Não vale a pena colocar na Direcção do Sporting, nesta ou noutra qualquer, a responsabilidade pelas bancadas estarem assim tão despidas de público. Depende de todos nós, uns dias uns, outros dias outros, uns numas modalidades, outros noutras, que as bancadas do João Rocha mereçam as equipas que no conjunto lideram o panorama desportivo português em termos de modalidades de pavilhão.

Se hoje irei eu lá estar a apoiar o andebol do Sporting na passagem à fase seguinte da competição europeia face aos franceses do Nimes, ontem pude ver pela TV a equipa de voleibol feminino assegurar a passagem à Final Four da Taça de Portugal, ganhando por 3-1 ao Clube K dos Açores.

Curiosamente ontem a bancada das claques estava reduzida a dois elementos, um deles pacatamente sentado, o outro a fazer a festa, era de longe o adepto mais vibrante do pavilhão. O pacatamente sentado pareceu-me ser o Shakir Smith, mas o folião vestido da cabeça aos pés com um "pijamão" verde e branco só podia ser mesmo...  o Travante Williams. O nosso grande craque do basquetebol.

A minha esposa ficou curiosa sobre quem era esse Travante, pesquisou na Internet e chamou-me a atenção para uma história que desconhecia e que aqui partilho, a carta na íntegra que Travante Williams endereçou a Kobe Bryant aos 13 anos, publicada pelo próprio no Instagram aquando da trágica morte deste:

"Caro Mr. Bryant:

Olá, o meu nome é Travante Williams, tenho 13 anos e vivo em Anchorage, Alaska. Eu tenho dois irmãos mais velhos e um monte de primos. Adoro jogar basquetebol e outras atividades. Neste momento jogo pelos Mountaineers, somos campeões sem derrotas da nossa cidade. Comecei a jogar quando estava na quarta classe. Os meus dois irmãos são parte da razão pela qual eu jogo. Fui expulso de equipas, só tenho o tempo de jogo obrigatório, mas eu jogo na mesma porque eu sei que já passei por mais.

Nem todos os jovens passam por aquilo que eu passo. As drogas correm nas veias da minha família tal como o sangue. O meu pai é traficante de droga desde os 19 anos; ele tem 40 agora. O meu pai tem entrado e saído da minha família; as drogas e a cadeia têm-no mantido longe. Neste momento ele está a cumprir 27 anos em Herlong, Califórnia por conspiração. A minha mãe também é igual, dentro e fora das nossas vidas. Então os meus irmãos deixaram o basquetebol e começaram a seguir as pegadas do meu pai. Assim como o meu pai, ambos os meus irmãos foram postos na cadeia. Então fiquei só eu, por mim mesmo, e por isso tive de me mudar para a minha avó. Mesmo assim não deixei que isso me parasse porque acredito que vai melhorar.

Espero tirar o melhor proveito da minha vida. Tento não deixar que o meu passado leve o melhor de mim, mas às vezes leva. Eu sei que o meu pai tentou dar-me tudo o que queria, mas o "jogo" levou a melhor sobre ele. Planeio tornar-me o melhor que conseguir, planeio tornar-me o que Deus tiver planeado para mim, e planeio tornar-me um homem de sucesso.

Não quero ser aquele tipo normal,
Só quero ser uma estrela,
Mas não no céu."

Além das belas equipas que temos, como esta do voleibol feminino que é um prazer ver jogar, este Travante Williams hoje, Frankis Carol ontem, outros antes, são exemplos de grandes craques das modalidades de pavilhão que vão passando pelo Sporting e que é mesmo um crime, para quem possa obviamente, não fazer por desfrutar a cores e ao vivo no belo pavilhão João Rocha.

 

PS: Na foto de costas a brasileira Bruzza e a peruana Regalado. Jogam que se fartam...

SL

11 comentários

Comentar post

{ Blogue fundado em 2012. }

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D