Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

A voz do leitor

«Espero que Wendel deixe de estar acordado pela madrugada fora nas redes sociais. Tem que viver no nosso fuso horário e não no brasileiro e ser mais profissional nesse aspecto. Se não descansa o suficiente, isso leva às desconcentrações e a falta de energia. Que as desconcentrações e facilitismos como no lance do livre que originou o golo do Boavista não se repitam. E que comece a conseguir aguentar mais que 60 minutos em campo.»

 

Ângelo, neste meu postal

A voz do leitor

«O que está a acontecer nas assembleias gerais não é novidade, foi crescendo exponencialmente durante o mandato da direcção anterior. Nesse tempo não deixavam falar quem era contra a direcção, agora não deixam falar quem é a favor. Nesse tempo o presidente podia enxovalhar os sócios, os ex-atletas (João Benedito que o diga), os simpatizantes, etc: bastava não terem a mesma opinião. Hoje só se pode enxovalhar o presidente ou quem tem a mesma opinião. A última só teve a novidade de juntar do mesmo lado os que não aceitam a vontade da maioria com os que viviam à custa do clube.»

 

António Pereira, neste postal

A voz do leitor

«Há uma falha gritante na comunicação. Também acontecia na presidência de Bruno de Carvalho. Havendo tantos sportinguistas especialistas na matéria, não se entende. Outra grande falha: um Director do Futebol, sem esses anglicanismos recentes, um homem forte do futebol que faça a ligação jogadores / equipa técnica / Direcção. O presidente deve ficar resguardado, Pinto da Costa só há no Porto.»

 

Leão de Queluz, neste texto do Renato Santos

A voz do leitor

«As claques estão a transformar as assembleias gerais do Sporting num circo. Se isto continuar assim qualquer dia as assembleias vão ficar reduzidas aos arruaceiros das claques porque gente que se preza de ser pacífica vai deixar de lá ir. Os culpados são a própria Mesa da Assembleia Geral, que não os tem no sítio para pura e simplesmente expulsar quem estiver a desrespeitar os estatutos. Assim é que seria “unir o Sporting”, caso contrário esta direcção não se vai auguentar muito mais tempo, oxalá me engane.»

 

Manuel Parreira, neste meu texto

A voz do leitor

«O Sporting sempre teve formação, já no tempo de Pedro Gomes, há 60 anos. Não havia ainda Academia, os putos começavam na primária (juvenis), iam subindo de escalão ate chegar à equipa principal; alguns faziam o primeiro jogo com menos de 18 anos. Nunca entravam às molhadas! Iam entrando, como Mário Jorge, aos 18 anos, contra o FCP, lançado por Allison.»

 

Leão de Queluz, neste meu texto

A voz do leitor

«O processo do Gelson Dala — mais do que os 5-0 contra o Benfica — foi a gota de água para um levantamento de "rancho" dos sportinguistas, independentemente da sua colagem a esta ou à anterior Direcção. Se há coisa que o presidente Varandas está a conseguir fazer, pela ausência insuportável de respostas, a esta e outras questões, é unir todos os sportinguistas, mas infelizmente não pelas melhores razões.»

 

António, neste meu texto

A voz do leitor

«Um case study é saber o dano causado ao Sporting por "todos os treinadores" que optaram por esturricar mais de uma centena de milhões de euros em incompetentes com provas dadas - a lista é tão longa que não vou estar a listá-la, passe o pleonasmo - ao mesmo tempo que nunca deram uma verdadeira oportunidade a dezenas de jogadores da formação.»

 

JG, neste meu texto

A voz do leitor

«O Clube deve estar à escuta das críticas para pensar e agir melhorar. Devemos criticar o que entendemos que deve ser criticado na esperança de que as coisas evoluam para melhor. Lembro que esta direcção, tal como as anteriores, foi eleita pelos sócios. Como tal, tem toda a legitimidade para governar o Sporting. O nosso papel é ajudar com as nossas críticas e apoiar no estádio e fora dele.»

 

Orlando Marinho, neste meu postal

A voz da leitora

«Para mim [Hugo] Viana e quem o lá pôs são os verdadeiros responsáveis de tudo isto. Solução ideal e fácil:
- Pedem desculpa.
- Um - Varandas - despede o outro - Viana - e despede-se a ele próprio da gestão do futebol profissional.
- Depois contrata um bom director desportivo que ponha ordem na casa e tenta levar o seu mandato até ao fim da melhor maneira.

Isto é que era de valor e teria de certeza o apoio maioritário dos sócios.»

 

Maria Inês, neste meu texto

A voz do leitor

«Hugo Viana não precisa de se demitir, tem é de ser despedido com justa causa por incompetência ou os administradores da SAD ficam com a culpa toda: foram eles que o contrataram, foi o presidente da SAD que em Agosto disse que não estava preocupado, é o presidente da SAD o responsável máximo pelo futebol.»

 

Nuno Rocha, neste meu texto

A voz do leitor

«É lógico que Frederico Varandas deve continuar. Afinal o seu grande erro foi no futebol profissional, porque na formação estamos muito melhor. Também é de notar que não é num ano que se pode ver a obra de uma direcção e o clube não pode andar todos os meses em eleições.»

 

António Batista, neste texto do Paulo Guilherme Figueiredo

A voz do leitor

«Temos um bom director-geral das modalidades, bons treinadores nesses sectores todos, tudo gente que sabe transmitir ideias e congregar esforços e fazer equipas. Temos um novo treinador de futebol, com personalidade e discurso claro e simples. Pode ser que ainda haja tempo para se endireitar alguma coisa no futebol da equipa principal. Quando acabar o mandato destes órgãos sociais, logo se vê onde estamos e quem se apresenta a votos.»

 

João Gil, neste texto do José Navarro de Andrade

A voz do leitor

«Comecei a seguir o nosso Sporting uns dois anos antes de ele ter voltado, mas na memória fica o Oceano como primeiro e verdadeiro Capitão da nossa equipa. Sem dúvida, um ídolo da minha infância/juventude. Obrigado por ter postado aqui esta grande entrevista que de outra maneira me tinha escapado.»

 

Daniel Gomes Borges, neste texto do António F.

A voz do leitor

«Os últimos anos não têm sido fáceis e no pós-Alcochete muitos de nós tememos pelo futuro do Sporting como o conhecemos. Mas o clube deu a volta, e fizemos em 2018/19, nas várias modalidades, e também no futebol, uma época que não deslustra na história do Sporting CP.»

 

Luís Ferreira, neste texto do José da Xã

A voz do leitor

«Todos os dias há comentários dessa gente de nobres intuitos, falsos tolerantes e apaziguadores, que a única coisa que quer é prolongar e fomentar o caos, porque vive e come dele. O Sporting todos os dias se põe a jeito e essa é uma dificuldade que tem de saber ultrapassar. Ajudava ter gente à frente do clube e da SAD que percebesse da poda, mas temos o que temos e nesta luta de moralização são estes que estão e que temos de apoiar. Esta medida é um imperativo de normalização da vida do Sporting. Aplaudo-a, convictamente e sem interpretações.»

 

João Gil, neste meu postal

A voz do leitor

«Esta medida da direcção do Sporting de dar um travão na influência e poder das claques, que tirando os puristas de futebol do final do século XX e os que usam esta guerra como alavanca para os seus desejos de tomada de poder no Sporting, está a ter uma grande adesão na opinião pública e pode ser o ponto de viragem no enquadramento do clube no futuro próximo. Se fomos pioneiros em trazer as claques para os estádios, também o podemos ser ao "limpar" as bancadas de "ultras" e substituir por simples adeptos que gostam de experienciar um bom entretenimento sem confusões nem atritos com os demais adeptos.»

 

Rui Miguel, neste meu postal

A voz do leitor

«Não são precisas criticas, insultos dos sócios para que Frederico Varandas caia. Ele e a sua estrutura do futebol encarregar-se-ão de o fazer e por este andar vai ser muito mais depressa que se julga. Quando Silas cair, porque nesta conjuntura vai cair (Sporting tem mais derrotas que vitórias em jogos oficiais, desconfio que nem no tempo de Godinho Lopes foi tão mau), FV vai junto com ele.»

 

Luís, neste meu texto

A voz do leitor

«Há muito tempo que o Sporting não tem um seis a sério. Os dois jogadores que ali têm ultimamente jogado, Doumbia, um 8 a aprender a ocupar espaços de 6, e Wendel, um 10 a aprender a defender como 8, ainda terão muito a aprender até poderem ser efectivamente mais-valias. Que saudades de William e Adrien.»

 

Rodrigo Nicolau, neste meu texto

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D