Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

Esperar sentado (5)

 

Depois das duríssimas declarações de Pinto da Costa visando o árbitro Soares Dias que na prática passou a ser vetado em qualquer jogo disputado pelo FCP, permaneço teimosamente ainda à espera de uma greve de protesto desencadeada pelos homens do apito, semelhante à que - por muito menos - já fizeram contra o Sporting.

Expectativa agora ampliada pelas duríssimas declarações de António Salvador a propósito da vergonhosa arbitragem de Olegário Benquerença no Rio Ave-Braga. O presidente bracarense não faz a coisa por menos: exige o fim imediato da carreira de Benquerença (o que seria um elementar acto de higiene no futebol português) e uma "limpeza de cima a baixo" na Liga, "de quem manda ao porteiro".

Enquanto o pré-aviso de greve não chega, arranjei esta semana um modelo de sofá ainda mais confortável para prevenir dores nas articulações. Até agora, esperei sentado. Daqui para a frente, vou aguardar de forma ainda mais paciente. Deitado.

Esperar sentado (4)

 

Depois das duríssimas declarações de Pinto da Costa visando o árbitro Soares Dias que na prática passou a ser vetado em qualquer jogo disputado pelo FCP, permaneço teimosamente ainda à espera de uma greve de protesto desencadeada pelos homens do apito, semelhante à que - por muito menos - já fizeram contra o Sporting.

Esta semana optei por um modelo ainda mais confortável de chaise longue, não vá a espera tornar-se interminável. Um modelo também adequado para aguardar as deliberações da nossa justiça desportiva, que funciona ao ritmo de um caracol cansado.

Esperar sentado (3)

 

Depois das duríssimas declarações de Pinto da Costa visando o árbitro Soares Dias que na prática passou a ser vetado em qualquer jogo disputado pelo FCP, permaneço teimosamente ainda à espera de uma greve de protesto desencadeada pelos homens do apito, semelhante à que - por muito menos - já fizeram contra o Sporting.

A única alteração, esta semana, foi mudar da cadeira de braços onde estive sentado para uma chaise longue, mais propícia a períodos de longa vigília. Se me virem passar pelas brasas não estranhem. E se me virem de apito na boca não acreditem: é pura ilusão de óptica.

O pai do ódio

Pode o pai do ódio no futebol lamentar com sinceridade a morte de Eusébio? Pode o pai do ódio no futebol ser levado a sério quando se queixa das arbitragens que comprou durante décadas? Pode o pai do ódio no futebol insultar árbitros sem que estes decretem greve? Pode o pai do ódio no futebol defender um treinador medíocre para retirar mérito aos adversários? Pinto da Costa acabou. Pode custar a alguns pessoas, mas acabou.

Para avivar a memória das virgens ofendidas

Luís Filipe Vieira, 2 de Março de 2012:

"O senhor Pedro Proença presta um grande favor ao Benfica se não apitar mais nenhum jogo do Benfica."

 

Pinto da Costa, 22 de Abril de 2013:

"Agora, os árbitros podem pôr as leis no bolso e não as aplicar. Foi uma 'excelente' arbitragem [de João Capela], este árbitro vai ter, de certeza, muito futuro."

 

Pinto da Costa, 28 de Setembro de 2013:

"O árbitro [Bruno Esteves] não viu nada, os delegados não viram nada, o coordenador não viu nada. Apetece-me dizer que aquele foi o dia do invisual. O meu Dragão [cão] que, coitadinho, está cego, podia ter sido delegado a esse jogo porque não via nada também."

 

Luís Filipe Vieira, 29 de Setembro de 2013:

"O árbitro [Jorge Tavares] ou é cego ou não tem competência."

O 5 para a meia-noite continua...

«Questionado, à chegada ao aeroporto de Lisboa, sobre a troca de palavras que vem mantendo com o presidente do FC Porto, Bruno de Carvalho respondeu: "Mas quais trocas de palavras? Compreendo tudo. Adoro o meu pai, mas ele tem 80 anos. Percebo. A certa altura começamos a ter algumas dificuldades. É normal".»

 

O presidente do Sporting já deu mostras de ter um bom sentido de humor. E de saber rir de si próprio. A sua recente ida ao «5 para a meia noite», na RTP 1, é disso bom exemplo.

Não obstante, convinha que alguém dissesse ao presidente Bruno de Carvalho que nisto de brincar e fazer piadas é ténue a fronteira entre o bom gosto e a piadola brega ou desnecessária.

Foi engraçado ter comentado que Pinto da Costa não viu ainda o Sporting jogar porque a nossa equipa não passa no Porto Canal. Por contraponto, é desnecessário, e sem piada, o seu mais recente comentário em que alude à senilidade de Pinto da Costa. Como já antes fora, aliás, desnecessária a piada sobre Rui Costa (o futebolista). 

Este jogo fora das quatro linhas não interessa ao Sporting. Primeiro, porque contribui para tornar o clima mais hostil para a nossa equipa. Segundo, porque não é do nosso ADN fazer este tipo de "joguinhos". Terceiro, porque existe sempre o risco de a nossa equipa vir a engolir em campo a provocação que tem sido ultimamente feita (o que não seria particularmente agradável...)

O presidente do Sporting não precisa de andar à boleia de Pinto da Costa para se afirmar. Nesta altura do campeonato, já se percebeu que o Sporting tem um presidente "à séria".

Provincianismo

Escusado será dizer que a frase: "O FC Porto é o maior embaixador de Portugal", de Pinto da Costa, proferida na abertura oficial da sede do FC Porto, em Toronto, é de um exagero descomunal. Muito menos se pode aceitar o seu aproveitamento pela imprensa, dando uma ideia errada do que se passou. O FC Porto nem sequer é a equipa de montra do nosso país. Depois de 21 anos no estrangeiro, e por mais que me custe escrever isto aqui, constato que essa equipa continua a ser o Benfica.

 

O Presidente do clube nortenho não deixa de ter razão, ao referir a importância do FC Porto e de todos os clubes na proximidade e na continuidade da ligação dos portugueses ao seu país. Por outro lado, não fica bem a Pinto da Costa tanto deslumbramento provinciano. Iniciativas destas assemelham-se ao êxito dos nossos cantores chamados pimbas, eventos a que apenas assistem cidadãos portugueses e que são olimpicamente ignorados pela imprensa e pelos cidadãos naturais do país.

A quem serve a bipolarização?

Não acompanho - de forma alguma - os sportinguistas, incluindo alguns colegas de blogue, que defendem uma aproximação preferencial do Sporting ao Porto. Não esqueço que das Antas veio alguma da pior contaminação do futebol português - e que esse período correspondeu ao início de um prolongado período de insucesso em Alvalade, condimentado pelas mais escandalosas arbitragens desde sempre registadas em Portugal.
A estratégia de bipolarização (Porto/Benfica) servia, e de que maneira, os interesses do FCP. E ainda serve. Os resultados, aliás, estão bem à vista. Com a conquista de título após título. Só não vê quem não quer.

Ilustríssimo presidente Pinto da Costa

Ficámos hoje a saber, através de declarações suas, que do atual plantel do Sporting "só o Rui Patrício teria qualidade para jogar no FC Porto". Eu acho estas suas declarações altamente preocupantes. Mas, ao contrário do que se possa julgar, eu acho-as preocupantes... para os jogadores do FC Porto, e não do Sporting. Com efeito, do plantel do Sporting faz parte Miguel Lopes, que há poucos meses atrás era jogador... do FC Porto. Será que Pinto da Costa alguma vez terá dito a Miguel Lopes que ele "não tem categoria" para jogar no FC Porto? Esta questão deveria ser esclarecida. Se nunca tiver dito isto ao Miguel, conclui-se que o presidente não é um homem digno de confiança, nem para com os jogadores do seu clube. Se eu fosse a eles, ficaria mesmo preocupado.
Fosse o selecionador um outro e a história demonstra que, no período a seguir a um jogador do Sporting receber um elogio seu, esse jogador não é convocado para a seleção. O que vale é que com o atual selecionador esta hipótese nem se põe, mas se eu fosse ao Rui Patrício que, tanto quanto eu sei, gosta muito e sente-se honrado de representar a seleção nacional, ficaria apreensivo.
De qualquer maneira, senhor presidente, consta que o senhor foi reeleito com mais de 99% dos votos. Parabéns. Para usar a mesma conhecida expressão de um simpático dirigente do PCP, eu duvido seriamente que o FCP não seja uma democracia.

Walkürenritt

 

O que é que um homem sente quando vai para além do seu próprio sonho?

 

Consigo tudo funciona, com qualquer treinador. Que importância é que isto tem?

 

O senhor é um homem apaixonado, inclusive pelos seus próprios princípios. De que forma transporta esta paixão para o futebol?

 

Essa sua paixão é muito diversificada - é uma paixão também pela poesia, pela literatura, pelas pessoas... Como é que convivem estes dois Pintos da Costa dentro de si?

 

A paixão não é um elemento essencial para si a todo o momento?

 

 

(algumas das perguntas ontem feitas em horário nobre, na RTP, numa longa entrevista ao presidente do FC Porto)

Gelatinoso

Ontem Pinto da Costa foi entrevistado na RTP1. Sentado com pose de estadista foi desfiando trivialidades ao gosto da entrevistadora, mais encantada por ali ter o presidente do porto do que cumprir o seu papel de jornalista. O homem que domina o futebol português nos últimos trinta anos está agora a tentar adquirir, ou impor, uma imagem de um porto mais nacional. Que não, não concorda com a tese de uma guerra norte-sul, pois agora isso só prejudicaria o fcporto. Temos assim o Pinto da Costa do costume, o fcporto acima de tudo. Da ética desportiva, da seriedade, de quaisquer valores. Um homem sem princípios, sem qualquer respeito pelos outros, está agora revestido com uma capa de um suposto homem sério, culto até. A sua boçalidade é tanta que julga ele que os portugueses são um reflexo dos gangs que o rodeiam. Por muitos títulos que ganhe no porto, o seu lugar na história do futebol português será sempre o do dirigente da fruta, do café com leite, das escutas, do chico-espertismo como forma de vida.

Sporting à beira do abismo, alerta Pires de Lima

 

 

"Estão a dividir a família sportinguista e a conduzir o clube para um abismo financeiro", alerta em declarações à Antena 1, António Pires de Lima, gestor e sportinguista confesso.»

 

Janeiro 2013.

 

Para António Pires de Lima, "a relação da Unicer com este clube (FC Porto) é especial". A parceria "tem ajudado a marca a expandir-se e é um sinónimo de vitória e sucesso", afirmou. O presidente do Conselho Executivo da Unicer aproveitou o momento para dar os parabéns a Pinto da Costa pelos trinta anos de liderança. "Neste período, fez do FC Porto um modelo de gestão e inspiração", acrescentou.

 

Abril de 2012.

Eu amo você

O namorado de Fernanda Miranda foi ao hospital do Sporting comprar Izmailov e prepara agora uma incursão-relâmpago na equipa de veteranos do Flamengo para contratar Liedson. Se a ideia é evitar falar da venda de Hulk nos saldos de Verão, falando do amor que anda no ar e criando ruído com o Sporting, oiça lá, caro José Maria Ricciardi, mande por favor o futuro ex-presidente esconder o Paulinho. Nunca se sabe, meu caro, nunca se sabe.

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D