Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

Tão inimigos que nós fomos (ou uma mala benfiquista prefaciada por LFV)

Depois de o ter destratado de forma que o macaco não faz à mãe, faltando quiçá apenas chamar-lhe de pai, eis que, surpreendentemente, o tipo cuja foto abaixo reproduzo publica um livro sobre o seu clube, direito legítimo que lhe assiste sublinhe-se, com o prefácio(?) de Luís Filipe Vieira, precisamente o homem a quem acusou de ser um dos maiores vigaristas deste país, em vários artigos dados à estampa no extinto "O Independente". Das duas, uma: Ou LFV é santo, o que eu, agnóstico confesso, não acredito, ou esta é mais uma "gabrielada". Que acham, ãhn, ãhn?

 

Adiante. Correndo o risco de promover a venda de muitos milhares de exemplares da "obra", mas tendo em mente o serviço público que é também este blogue, aqui vai, para os "nossos" queridos visitantes lampiões, sem questionar a opção de photoshop, que me parece de muito má manipulação: Onde se viu um tipo com uma cabecinha tão pequenina e dono de uma tão grande mala?

Ou alma, onde também cabe um perdão do tamanho duma caixa de televisão...

 

guerra.jpg

O agradecimento ao António Manuel Venda, que fez o favor de nos enviar por e-mail esta boa nova.

O nosso clube será o primeiro

20151205_104317.jpg

O teu rosto será o último, o nosso clube será o primeiro.

Um livro que morava cá em casa há algum tempo, três ou quatro anos, deu-me para o folhear agora e para lê-lo de um fôlego.

Com ligações familiares a uma terra de boa gente, o Fundão, especificamente, a uma aldeia com quatro letras encalacrada num sopé da Serra da Gardunha, voltada para sul (p.12) João Ricardo Pedro, soube tecer uma teia que nos prende pela informalidade, às vezes, crueza, da linguagem, pela história, melhor, pelas histórias que vai contando, enriquecendo-as com pormenores que fazem com que nos identifiquemos com cores, com sons, com cheiros e com emoções que são nossas, também.

Um bom livro que refiro aqui pela ligação do autor ao nosso grande clube pelas comparações que nos fazem sorrir: claro que já se imaginara a fo*** a professora de canto, mas da mesma forma que já se imaginara a fazer cruzamentos milimétricos para a cabeça de Jordão (...) tal como nunca se dirigira ao Estádio José de Alvalade com o propósito de mostrar os seus dotes futebolísticos, também nunca fizera nada para que a professora de canto, sequer, reparasse nele.(p.104)

Como futebolista o alter-ego de João Ricardo não terá nenhum sucesso já com a professora de canto as coisas correrão melhor (cf. p.106).

Um livro que se lê muito bem, que conjuga a vida pacata de uma aldeia com personagens-tipo como o padre Alberto, que torcia pelo Sporting e conhecia pessoalmente grandes glórias do clube - tinha inclusivamente uma fotografia em que aparecia abraçado ao Jesus Correia (p.50) com museus por essa Europa fora, com música erudita e com o dono de um hotel em Buenos Aires frequentado por jogadores de futebol coxos, prostitutas sem clientes, toureiros maricas, escritores (p.47) gente sem préstimo, acrescento eu, de forma irónica.

Termino com mais uma citação, com votos de boas leituras e com a certeza que o futebol é o mais importante das coisas pouco importantes.

Choviam gritos e aplausos. Havia lágriamas na plateia. Mas se alguém (...) lhe perguntasse qual o seu maior sonho (...) o mais certo seria Duarte responder (...) o Sporting ganhar a taça dos campeões europeus (p.76)

Nesse aspecto sou/penso como o Duarte/João Ricardo Pedro, ganhar a taça dos campeões europeus, o futebol interno com as suas eternas tricas interessa-me q.b. mas nós sportinguistas temos de olhar para cima, almejar o céu, somos os primeiros, somos os vencedores da Super Taça e da Taça de Portugal não devemos olhar para baixo, preocuparmo-nos com clubezitos que vão vencendo à custa de penalties duplos e auto golos.

Já nas livrarias

2015-11-21 14.36.31.jpg

 

O meu livro Presidenciáveis já se encontra à disposição dos leitores. Como documenta a fotografia, tirada sábado na Livraria Barata (Avenida de Roma), em Lisboa.

A obra, com chancela editorial da Topbooks e prefácio de Luciano Amaral, tem por base os textos que entre Fevereiro e Junho publiquei na série homónima do blogue Delito de Opinião - grande parte dos quais foi ampliada e actualizada na transcrição para livro.

A sessão de lançamento decorrerá na próxima semana. Em breve darei mais pormenores aqui.

Novo Dicionário da Comunicação

unnamed31[1].jpg

 

O livro chama-se Novo Dicionário da Comunicação e foi redigido por uma competente equipa de autores que tive a honra e o gosto de coordenar. A sessão de lançamento será no próximo dia 15, às 19 horas, na Escola Superior de Comunicação Social, em Lisboa, com apresentação do Luís Paixão Martins (também autor do prefácio) e do Rodrigo Moita de Deus.

Este Novo Dicionário da Comunicação, com chancela da Chiado Editora, inaugura uma colecção de obras ligadas a este tema no âmbito do futuro Museu da Notícia, que tem abertura prevista para Março do próximo ano, em Sintra.

Apareçam na quinta-feira. Gostava muito de vos ver por lá.

Um livro sobre sondagens

image1.JPG

 

Aqui fica o convite para o lançamento de um livro de mais um colega de blogue. Desta vez é o Diogo Agostinho, que em parecia com Alexandre Guerra escreveu Insondáveis Sondagens (edição Alêhteia).

A obra será lançada esta tarde, a partir das 19 horas, no bar O Bom, o Mau e o Vilão (Rua do Alecrim, 21), em Lisboa. Com apresentação de Joana Amaral Dias, Bernardo Ferrão e Luís Delgado.

Lá estarei também, a dar um abraço aos autores.

Amanhã, às 18.30

convite_s..[1].jpg

 

Amanhã, pelas 18.30, será lançado mais um livro da autoria de um dos autores deste blogue. A obra intitula-se Síria em Pedaços e é da autoria do nosso companheiro Bernardo Pires de Lima, especialista em política internacional.

A sessão de lançamento decorrerá na galeria do Diário de Notícias, no piso térreo do edifício-sede desse jornal, na Avenida da Liberdade, em Lisboa. Não custa prever que haverá por lá muita gente, entre amigos e admiradores do Bernardo.

Lá estarei também, para lhe dar um abraço e adquirir um exemplar. E, com o fair play que caracteriza os sportinguistas, espero ir a tempo de escutar a apresentação, a cargo do portista Miguel Sousa Tavares (além do director do DN, André Macedo).

Resta acrescentar que o prefácio da obra - que tem chancela editorial da Tinta da China -  foi escrito pelo ex-Presidente da República Jorge Sampaio. Outro leão dos quatro costados, tal como o Bernardo se orgulha de ser.

Alentejo em livro

timthumb[1].png

Lá passarei mais logo pelo restaurante da Casa do Alentejo, na baixa lisboeta. Não para jantar mas para assistir à divulgação de outro livro de um autor muito cá da casa: o José Navarro de Andrade, que ali lança, a partir das 18.30, uma obra intitulada Terra Firme. Trata-se de um novo título da prestigiada colecção Retratos, da Fundação Francisco Manuel dos Santos.

Segundo a nota da editora, "este livro propõe uma viagem à descoberta do lugar onde começam os alimentos". E quem o ler "passará um ano numa herdade do Alentejo" para conhecer melhor "a evolução de uma terra severa e difícil, que atravessou distintas épocas e sofreu consideráveis mudanças, e o relato da produção agrícola contemporânea cheio de sobressaltos e muitas tenacidades".

Terra Firme contará com apresentação do ex-ministro da Agricultura Armando Sevinate Pinto e do historiador António Araújo, consultor da Presidência da República e autor do blogue Malomil.

Publicar livros começa a ser uma tradição aqui no És a Nossa Fé. Depois do Adelino Cunha, do António Manuel Venda, do Bernardo Pires de Lima, do João Távora, da  Cristina Torrão, do Luciano Amaral e de mim próprio. Tradição que vai seguir-se, com a eventual recolha de vários textos já publicados neste blogue. Em breve tenciono dar-vos novidades.

Também se marcam golos a escrever livros

1507-1[1].jpg

Como nem só de futebol se faz o nosso quotidiano, é com todo o gosto que venho falar-vos de um livro do nosso companheiro de blogue Luciano Amaral. Chama-se Rica Vida, fala de dez momentos importantes da História de Portugal, é editado pela D. Quixote e a partir de amanhã começa a aparecer nas livrarias.

É uma obra que não hesito em recomendar a gente de todas as cores clubísticas. Assumindo desde já que sou triplamente suspeito: por apreciar muito o tema, por ser há vários anos leitor atento deste autor, tanto na imprensa como na blogosfera, e por partilharmos várias afinidades - incluindo a alergia ao chamado "acordo ortográfico" e, acima de tudo, a devoção leonina.

Há pessoas capazes de marcar golos a escrever livros. O Luciano é uma delas.

De Nani e não só...

...escreveu Sir Alex Ferguson na sua autobiografia, que acabei de ler:

 

"... O que me atraiu... foi o seu ritmo, força e jogo aéreo.Tinha dois belos pés. Todas as qualidades individuais estavam lá, o que me levava à velha questão: que tipo de rapaz é ele? Resposta: boa índole, sossegado, sabia falar inglês razoavelmente, nunca causou qualquer problema no Sporting, gostava de treinar. Mantinha-se em forma. Era bem ginasticado. Os seus níveis atléticos eram de primeira classe. Portanto, as bases estavam lá." Pág. 228-229

 

Mais à frente na página 230, afirma ainda o ex-treinador do MU:

 

"Com Nani comprámos puro material em bruto. Era imaturo, inconsistente, mas com um fantástico instinto para o futebol. Conseguirão só controlar a bola com qualquer doa pés, cabecear e era um poço de força física. Podia centrar, rematar."

 

Há também neste livro um capítulo dedicado exclusivamente a Cristiano Ronaldo. E deste jogador deixo apenas a frase com que o autor inicía este capítulo de 13 páginas:

 

"Cristiano Ronaldo foi o jogador mais dotado que treinei." Pág. 115.

 

Escreveu Sir Alex Ferguson! É lei!

Cristina desvenda 'Os Segredos de Jacinta'

Convite Lisboa.png

 

Cristina Torrão, uma das simpáticas "leoas" deste blogue, vive na Alemanha mas amanhã estará por Lisboa. Por uma excelente causa: vem lançar um romance histórico. Chama-se Os Segredos de Jacinta e tem um enredo que evitarei revelar para manter incólume o prazer de descobrir uma boa história. Basta divulgar a pista que nos deixa a editora: "O percurso de uma jovem no século XII português".

A sessão de lançamento decorre a partir das 18.30, na Livraria Pó dos Livros (Avenida Marquês de Tomar, 89-A, em Lisboa), sendo o romance apresentado por outro escritor, José Cipriano Catarino. Fica aqui o convite, extensivo a todos os nossos leitores. Com votos de êxito editorial para a Cristina.

A nossa história

 

A Maria Inês Almeida não pára. Agora acabou de escrever um novo livro, que ainda por cima tem tudo a ver connosco: "História do Sporting para leões e leõzinhos". A ideia é simples e passa por contar tudo sobre o nosso grande clube, numa linguagem acessível e compreensível para todos. O És a Nossa Fé associa-se a este importantíssimo lançamento, que deverá acontecer dentro de muito pouco tempo, e revela em primeira mão a capa e contra-capa do livro. A não perder.

Amanhã, às 19.30

 

O nosso colega António Manuel Venda lança amanhã a terceira edição do seu livro de contos Quando o Presidente da República Visitou Monchique por Mera Curiosidade. O lançamento da obra, com a chancela editorial da JustMedia, será no Palácio Galveias, ao Campo Pequeno, em Lisboa, a partir das 19.30. Com apresentação de Fernando Alves, jornalista da TSF.

Lá estarei, a dar um abraço ao António. E aqui deixo o convite, em nome dele e da editora, a todos quantos lá quiserem deslocar-se. Fonte geralmente bem informada confidenciou-me que não faltarão petiscos da Confraria da Empada e iguarias da serra algarvia, por iniciativa da Junta de Freguesia de Monchique, terra natal do autor.

Apareçam.

Sportinguista revela segredos de benfiquista

 

O nosso colega de blogue Adelino Cunha lança esta quarta-feira, a partir das 18.30, no Teatro de São Carlos (entrada pelo Largo do Picadeiro, nº 7, em Lisboa), o seu mais recente livro, intitulado António Guterres - Os Segredos do Poder. Apesar de o ex-primeiro-ministro Guterres ser benfiquista, o seu biógrafo merece ter casa cheia nesta sessão, ainda por cima apresentada por um ilustre sportinguista: o padre Vítor Melícias. O ex-deputado do PS António Reis, que já foi grão-mestre da Maçonaria, é outro dos apresentadores da obra, editada pela Alêtheia. Fica o convite a todos os leitores, sejam quais forem as simpatias clubísticas de cada um.

"Saudações leoninas"

 

Gostei de encontrar vários colegas de blogue ao fim da tarde de hoje, na livraria Bertrand do Picoas Plaza, no lançamento do meu livro Vogais e Consoantes Politicamente Incorrectas do Acordo Ortográfico. Foi uma sessão muito concorrida, com a sala cheia, uma excelente apresentação do Pedro Mexia - a quem naturalmente agradeço - e as honras da casa a cargo do meu editor, o Manuel S. Fonseca, administrador da Guerra & Paz.

Nem todos puderam ficar para o fim, perante a longa fila que se desenrolou para os autógrafos, mas garanto-vos que uma das frases trocadas mais vezes nesta sessão foi "saudações leoninas". Nem poderia ser de outra forma, estando por lá o Adelino Cunha, o Alexandre Poço, a Alda Telles, a Constança Martins da Cunha, o Diogo Agostinho, a Fátima Soares, o Francisco Almeida Leite, o João Paulo Palha, o João Távora, o João Villalobos, o José da Xã, o José Navarro de Andrade, o Pedro Oliveira, o Pedro Quartin Graça e o Tiago Cabral. Além do autor destas linhas, claro.

Foi um momento inesquecível para mim, sobretudo por ver tantos amigos ali presentes.

E por ouvir tantas "saudações leoninas" à minha volta.

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D