Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

Contagem decrescente! - VII

Após três jornadas em branco, eis que Montero regressa aos golos e logo com um bis. O segundo esta época.

À décima primeira jornada o ponta de lança do Sporting tem onze golos marcados, à média de um golo por jogo. É obra!

Ora isto significa que faltam 4 golos para Fredy ultrapassar o tal de Wolkswinkel.

 

A saga continua... (mas cheira-me que por pouco tempo)!

Ganhar a segunda bola!

Este título poderia ser incluído na secção "Chavões da Bola" que o Pedro criou, mas lembrei-me dele após ter visto, esta noite, o Barcelona ganhar ao Real Madrid.

 

Na realidade muitos dos jogos ganham-se não só pela qualidade dos jogadores (a maior parte!), mas claramente pela forma como uma equipa se dispõe e predispõe em campo.

 

Já vejo futebol há demasiados anos para perceber diversas coisas:

 

1 - os jogos só estão ganhos quando o árbitro apita para o fim (nunca mais esqueci aquela final Manchester-Bayern de 1999):

2 - respeitar o adversário é o primeiro passo para se vencer (a displicência com que o Sporting enfrentou o Rio Ave deu-lhe apenas um empate);

3 - não deixar que a equipa contrária tenha a iniciativa do jogo é um passo de gigante para a vitória (no México em 1986 Espanha derrota a Dinamarca com um concludente 5-1, após um jogo em que os espanhóis não autorizaram a equipa adversária ter a bola);

 

Assim sendo, é bom que o Sporting amanhã não deixe a defesa do Porto ganhar a segunda bola quando ataca. Uma recuperação leonina pode descompensar o último reduto dos dragões e criar situações de golo evidentes.

Leões com "estrela"!

A proximidade da próxima jornada com um clássico Porto-Sporting, o jogo que vi ontem e a força psicológica que Jardim tem colocado nas cabeças dos jogadores do Sporting fazem prever um desafio muito interessante.

 

Mas vamos por partes…

 

Em primeiro lugar é de salientar a postura dos jogadores leoninos, ao afirmarem que jogam sempre para ganhar. É este tipo de discurso que devem manter, independentemente do adversário. E o Porto não é mais nem menos que o Alba.

 

Segundo e por aquilo que pude ler hoje, Leonardo Jardim não vai fazer grandes alterações na equipa, seguindo aquela velha máxima: “em equipa que ganha não se mexe!”. Temos assim um Sporting preparado para um rigoroso teste, não só à sua filosofia de jogo, mas claramente à força psicológica que o treinador madeirense tem tentado impor aos seus comandados.

 

O jogo de ontem à noite no Dragão mostrou um Porto… como sói dizer-se “poucochinho”. É certo que a expulsão do mexicano Herrera, logo aos seis minutos, condicionou e muito a equipa. Mas o Porto devia ter pergaminhos para levar de vencida a equipa russa. Face ao caudal ofensivo do Zenit, quase parecia que o Porto estava a jogar… em S. Petersburgo.

 

Em jeito de conclusão, o Sporting vai ter pela frente uma equipa profundamente ferida no seu orgulho e ansiosa em reverter as exibições menos conseguidas. O exigente tribunal de adeptos do Dragão, que não está habituado a tamanho sofrimento, pode em face do jogo jogado cair na armadilha de assobiar os seus jogadores o que levará a um maior nervosismo portista, que deverá ser aproveitado pelos jogadores leoninos para arrancar um resultado (muito) positivo.

 

Publicado tembém aqui

O futebol fora de jogo

Sei que estamos ainda muito longe do clássico Porto-Sporting, mas já se fala, creio que em demasia, desse embate.

 

Não sei se alguém da actual direcção lerá este espaço e quanto mais este texto mas, ainda assim, quero aqui e agora deixar um apelo veemente a todos os dirigentes leoninos, sem excepção, ao actual treinador e aos nossos atletas para que evitem guerras de palavras com os próximos adversários.

 

O futebol é bonito dentro de campo: com jogadas fabulosas, golos fantásticos, emoção a rodos, incerteza de resultado. Fora do rectângulo de jogo são as unhas roídas até ao sabugo, os corações demasiado acelerados, os nervos em franja... para finalmente se comemorarem as vitórias! Ou para chorarem as derrotas! Não importa...

 

O que realmente conta é que o futebol ganhe como espectáculo.

 

Como dizia o Jorge Perestrelo, "É disto que o meu povo gosta!"

 

Tudo o resto são fait-divers.

A duas horas do jogo!

Precisamente a duas horas de se iniciar mais um derby lisboeta é hora de serenamente olhar-se para este jogo e dizer: que ganhe o melhor mas que o melhor seja o Sporting.

 

É por demais sabido a ilógica do futebol. Quantas equipas por esse mundo fora julgam ter ganho ou perdido os jogos sem os terem jogado? Só porque se julgam melhores ou piores que o adversário. Todavia o futebol está recheado de exemplos que contrariam a tal lógica futebolística.

 

Hoje em Alvalade o Sporting tem uma hipótese soberana de mais uma vez estragar as contas a alguns adeptos adversários que julgam já tudo ter ganho. O início deste campeonato, se bem que ainda no adro, mostrou um Sporting assaz diferente. Para melhor!

 

Todavia o adversário de hoje tem outrossim uma palavra a dizer durante os 90 minutos. Deste modo devemos esperar um pouco de tudo no jogo de hoje: bom e mau futebol, emoção a rodos e quiçá incerteza no resultado.

 

Espero e desejo que, a haver uma equipa vencedora, seja a da casa.

 

E que o árbitro não se arme em “capelista” e se mostre à altura dos acontecimentos!

 

Também pode ler-se aqui

E Arouca aqui tão perto...

Como é hábito antigo, o início das hostilidades futebolísticas apanha-me entre a Beira Alta e a Beira Baixa, naquela altura do ano em que o café da aldeia é a toca deste leão. Desta vez não foi muito diferente ainda que com a singularidade de andar por terras do Paiva, em concelho vizinho e com fortes laços com os arouquenses. 

Mas as singularidades do dia foram diversas e bem saborosas. Viu-se o jogo em casa de amigos lampiões e de papo cheio visitou-se de forma cortês a casa do Benfica local que oferecia finos de borla a cada golo do Benfica. Quis o simpático clube do outro lado, repor a igualdade no exato momento em que nos aproximávamos da bica... Saciada a sede lá fomos de bólide para outras paragens saboreando tudo o que já aqui descreveram, num regresso a casa que o simpático clube, mais uma vez, tratou de compor a gosto concedendo mais um golo na sua baliza ouvido em direto no relato desta tarde de domingo.

Foi muito fino o início deste campeonato. E refrescante.

Cá vamos entusiasmados, convictos de que só ganhámos 3 pontos (mais do que tínhamos a época passada à 3ª jornada).

E vão três à saude do Freddy Montero!

 

cc: Digam ao Rui Oliveira e Costa que é Morteiro, Freddy Morteiro.

Liga 2013/2014, aí vamos nós!

Desafiei os e as colegas do "És a Nossa Fé", para soltarem o treinador e olheiro de bancada dentro de si, e partilharem as suas previsões sobre a edição 2013/2014 que o Sporting iniciou hoje de forma brilhante.

Às perguntas tradicionais, neste género de questionário, sobre quem serão os primeiros e os últimos classificados, surgem também outras que trazem consigo uma interessante imprevisibilidade.
Agora sem o abono de família dos últimos dois anos, Ricky Wolfswinkel, impõe-se a pergunta: conseguirá Freddy Montero apontar mais golos no campeonato do que o "Lobo"?
Reside na resposta a esta pergunta a única unanimidade atingida neste desafio. Todos os "blogueiros" preconizam que Montero atingirá um pecúlio superior ao de Ricky. [nota: este questionário foi feito antes do hat-trick de hoje...]
Sendo os jogos em casa determinantes para o saldo final na classificação, e tendo o Sporting, nessa matéria, descurado a sua invencibilidade nos últimos anos, surge a dúvida: quantas derrotas poderá o Sporting vir a ter em casa para o campeonato? 
Tudo muito equilibrado aqui. Para uns o Sporting não perde nenhum jogo em casa, para outros só perde apenas 1.
Quanto aos vaticínios relativos ao jogador que será o craque da equipa, respostas variadas, embora André Martins, Fredy Montero e Rui Patrício tenham tido mais nomeações.
Sobre o jogador revelação, William Carvalho faz praticamente o pleno.
Outra questão relativa ao jogador com mais potencial para ser o barrete do ano. Também aqui as respostas são ao gosto de cada blogueiro, embora Magrão e Jorge Jesus tenham sido os mais votados.
Por último, e não menos importante: como acabará o Sporting o campeonato? Para compensar as respostas com o coração, que prevêem o Sporting campeão, surgem outras mais cautelosas que dão o nosso clube, no mínimo, no 3.º lugar.
Senhoras leitoras, senhores leitores, os dados estão lançados. Comentem os palpites dos nossos blogueiros, e façam também as vossas previsões!
Daqui por 30 jornadas voltaremos a revisitar estes prognósticos, e ver qual dos blogueiros cá de casa é o maior especialista vivo em bola.

 

Primeiros cinco classificados Liga 2013/2014

 

Alexandre Poço: FC Porto, Benfica, Sporting, Braga e Marítimo

José da Xã: FC Porto, Benfica, Sporting, Braga e Marítimo

Leonardo Ralha: Sporting, FC Porto, Braga, Benfica e Belenenses

Pedro Correia: FC Porto, Sporting, Benfica, Estoril e Braga

Duarte Fonseca: FC Porto, Sporting, Benfica, Braga e Nacional

Cristina Torrão: Sporting, Braga, FC Porto, Benfica e Paços de Ferreira

Adelino Cunha: Sporting, Belenenses, Vitória de Setúbal, Estoril e Marítimo

Zélia Parreira: FC Porto, Sporting, Benfica, Braga e Guimarães

Paulo Ferreira: FC Porto, Sporting, Benfica, Braga e Belenenses

João Távora: Sporting, Belenenses, Académica e Arouca

Marta Spínola: Sporting, FC Porto, Benfica, Braga e Estoril

Bernardo Pires de Lima: Sporting. O resto é-me indiferente. Sporting, sempre.

Eduardo Hilário: Sporting, FC Porto, Benfica, Braga e Nacional

Verniz Negro (Fátima Soares): FC Porto, Sporting, Benfica, Braga e Marítimo

Tiago Loureiro: Sporting, Benfica, FC Porto, Braga e Marítimo

Tiago Cabral: FC Porto, Sporting, Belenenses, Estoril e Guimarães

Francisco Melo: FC Porto, Sporting, Benfica, Braga e Estoril

Rui Cerdeira Branco: FC Porto, Sporting, Braga, Belenenses, Benfica

 

Últimos 2 classificados Liga 2013/2014

 

Alexandre Poço: Vitória de Setúbal e Arouca

José da Xã: Rio Ave e Arouca

Leonardo Ralha: Arouca e Olhanense

Pedro Correia: Vitória de Setúbal e Arouca

Duarte Fonseca: Guimarães e Olhanense

Cristina Torrão: Arouca e Olhanense

Adelino Cunha: Benfica e Porto

Zélia Parreira: Arouca e Olhanense

Paulo Ferreira: Arouca e Olhanense

João Távora: Benfica e Porto

Marta Spínola: Arouca e Gil Vicente

Bernardo Pires de Lima: Qualquer clube que passe na carnide tv. Sporting, sempre.

Eduardo Hilário: Vitória de Setúbal e Arouca

Verniz Negro (Fátima Soares): Belenenses e Arouca

Tiago Loureiro: Vitória de Setúbal e Arouca

Tiago Cabral: Paços de Ferreira e Nacional

Francisco Melo: Arouca e Olhanense

Rui Cerdeira Branco: Académica e Vitória de Setúbal

 

O Sporting será...e mais 10!

 

Alexandre Poço: André Martins

José da Xã: André Carrillo

Leonardo Ralha: Fredy Montero

Pedro Correia: Fredy Montero

Duarte Fonseca: André Martins

Cristina Torrão: Rui Patrício

Adelino Cunha: Rui Patrício

Zélia Parreira: André Martins

Paulo Ferreira: O capitão da equipa

João Távora: Fredy Montero

Marta Spínola: Slimani

Bernardo Pires de Lima: William Carvalho. Sporting, sempre.

Eduardo Hilário: André Martins

Verniz Negro (Fátima Soares): Rui Patrício

Tiago Loureiro: Adrien

Tiago Cabral: Adrien

Francisco Melo: Eric Dier

Rui Cerdeira Branco: Fredy Montero

 

Jogador revelação

 

Alexandre Poço: William Carvalho

José da Xã: Ruben Semedo

Leonardo Ralha: Filipe Chaby

Pedro Correia: Ruben Semedo

Duarte Fonseca: Fredy Montero

Cristina Torrão: Ruben Semedo

Adelino Cunha: William Carvalho

Zélia Parreira: William Carvalho

Paulo Ferreira: William Carvalho

João Távora: William Carvalho

Marta Spínola: William Carvalho

Bernardo Pires de Lima: William Carvalho. Sporting, sempre.

Eduardo Hilário: André Martins

Verniz Negro (Fátima Soares): William Carvalho

Tiago Loureiro: William Carvalho

Tiago Cabral: William Carvalho

Francisco Melo: Filipe Chaby

Rui Cerdeira Branco: Fredy Montero

 

Jogador com mais potencial para "Prémio Pongolle"

 

Alexandre Poço: Welder

José da Xã: Magrão

Leonardo Ralha: Cissé

Pedro Correia: Carrillo

Duarte Fonseca: Marcos Rojo

Cristina Torrão: Labyad

Adelino Cunha: Jorge Jesus, depois da renovação milionária

Zélia Parreira: Jefferson

Paulo Ferreira: Nenhum

João Távora: Não temos contratações milionárias...

Marta Spínola: Magrão

Bernardo Pires de Lima: Já nem me lembro quem é o Pongolle. Sporting, sempre.

Eduardo Hilário: Não sei quem é esse senhor...

Verniz Negro (Fátima Soares): Passo esta escolha. Espero que me surpreendam.

Tiago Loureiro: Tendo em conta que não gastamos sequer 1/5 do dinheiro gasto nesse matraquilho em qualquer dos reforços para esta época, acho injusto estar a escolher alguém.

Tiago Cabral: Qualquer sérvio do Benfica.

Francisco Melo: Cissé

Rui Cerdeira Branco: Pongolle só há um!

 

Fredy Montero vai fazer [mais/menos/tantos como] golos do que Wolfswinkel

 

Alexandre Poço: Mais

José da Xã: Mais

Leonardo Ralha: Mais

Pedro Correia: Mais

Duarte Fonseca: Mais

Cristina Torrão: Mais

Adelino Cunha: Mais

Zélia Parreira: Mais

Paulo Ferreira: Mais

João Távora: Mais

Marta Spínola: Mais

Bernardo Pires de Lima: Vai fazer os mesmos e dar mais 14 a marcar. Sporting, sempre.

Eduardo Hilário: Mais (no mínimo 17)

Verniz Negro (Fátima Soares): Mais. Vai marcar e dar a marcar também.

Tiago Loureiro: Mais (tantos quanto o número da camisola)

Tiago Cabral: Mais

Francisco Melo: Mais

Rui Cerdeira Branco: Mais e se se contar com as assistências muito mais.

 

Jogos que o Sporting perde em casa 

 

Alexandre Poço: 1

José da Xã: Não perde nenhum

Leonardo Ralha: 1

Pedro Correia: 1

Duarte Fonseca: Não perde nenhum

Cristina Torrão: 1

Adelino Cunha: Não perde nenhum

Zélia Parreira: 2

Paulo Ferreira: 1

João Távora: Não perde nenhum

Marta Spínola: 1

Bernardo Pires de Lima: Se depender de nós não perde. Se depender dos bois do apito, nem arrisco números. Sporting, sempre.

Eduardo Hilário: 1

Verniz Negro (Fátima Soares): Penso que de três, poderá perder dois, mas espero que não!

Tiago Loureiro: Não perde nenhum

Tiago Cabral: Não perde nenhum

Francisco Melo: 1

Rui Cerdeira Branco: 3

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D