Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

Mentiras

"...Perante mais de 42 mil testemunhas in loco e uns milhões pela tv, o árbitro Jorge Tavares não se coibiu de realizar mais uma exibição despudorada em pleno covil do leão.

Pouco me interessa se o comentador José Nunes deu cartão verde ao árbitro, considerando não ter tido erros de relevo, na sua habitual análise aos intervenientes na Antena 1...." (mais aqui )

Entre os dez mais

Num total de 1630 blogues portugueses auditados pelo Blogómetro, És a nossa Fé encontra-se na 43ª posição - e num honroso nono lugar entre os blogues especializados em desporto.

Com 1262 visitas diárias e 2147 visualizações, também de média diária.

Na primeira divisão, portanto. Graças aos nossos leitores, a quem agradecemos todas as provas quotidianas de incentivo e confiança que continuam a demonstrar-nos.

O terceiro mais comentado do ano

Acabo de saber: este foi o terceiro postal mais comentado do ano que agora acaba, em todos os blogues inseridos na plataforma Sapo. Versando não um tema do presente mas um assunto pertencente a um passado já remoto, quando a televisão era a preto e branco e o detentor máximo do poder político se envolvia sem pudor nas questões do futebol, vetando transferências de jogadores para o estrangeiro.

Confirma-se, de algum modo, que somos um povo com irreprimível tendência para a nostalgia.

O artista do dia

Não sei quem é o Mestre de Cerimónias e acho pouco provável que conheça o autor por detrás do pseudónimo. Mas sei que O Artista do Dia: Futebol Português é um muito bom blogue sportinguista, inteligente e bem escrito, que vale a pena ler. Só há uns dias -  em meu desabono, reconheço-o -  deparei, por acaso, com a sua existência. Tenho a impressão de que O Artista do Dia tem uma audiência inferior à que, em meu entender, merece. Se puderem, dêem lá um pulo que, se calhar, ficam como eu, clientes. 

Opiniões

"Jogando nós contra dez, faltou alguma ousadia de Jardim que aproveitasse a superioridade numérica."

 

"O Carrillo deixa qualquer um à beira de um ataque de nervos."

 

"Carrillo levou-me a espumar de raiva, perante tanta inépcia na hora de tomar decisões."

 

"Salomão foi a novidade no 11 inicial, mas não convenceu."

 

"A entrada de Salomão no onze do Sporting foi um erro de casting de Leonardo Jardim."

 

"O primeiro golo é uma delícia. Um pequenino no meio de matulões, o defesa que hesita, ainda procura empurrar, mas quando chega já a bola está lá dentro."

 

"Montero chegou como aviãozito e, neste momento, é o pesadelo das defesas e um verdadeiro ídolo em Alvalade. Sim, voltámos a ter um craque dos pés à cabeça e isso é maravilhoso."

 

"Gostei dos pés de veludo do Vitor, dos seus passes a rasgar e da inteligência que revelou nos minutos finais do jogo."

 

"Não acho que tenhamos feito um jogo pouco conseguido; acho, até, que a equipa foi bastante adulta. Não vimos charutadas para a frente, nem vimos um dos centrais acabar a ponta de lança."

 

"Três valiosíssimos pontinhos!"

 

"Nota final para Freitas Lobo: o empate esteve quase, tal como a sua carreira no futebol."

 

(actualizado)

Descubra as diferenças

"Conselheiro Leonino" há um ano:
- «Toda esta "onda de critica fácil" que se vai levantando na blogosfera é benéfica para o Sporting Clube de Portugal?»

- «Tristes "assobiadores profissionais"!!! Ontem, antes do jogo, lá estavam sentados na bancada, ansiosos, tinham a noção que podia ser o dia deles. Afinal, eles estão lá para isso! Tentar "contaminar" o ambiente e criar instabilidade aos jogadores. Com isso, esperar que a sua estratégia resulte e a derrota surja.»
- «Ao contagiar outros adeptos com o síndrome anti-Sá Pinto, está-se a fazer tudo para que no próximo jogo, se as coisas não começarem bem de inicio, a instabilidade (aí entram os assobiadores profissionais) começar a passar de cadeira em cadeira, de bancada em bancada até chegar ao alvo, os jogadores.»

- «A forma como decorreu a renovação do Rui Patrício, deveria fazer reflectir a nação Sportinguista. Muito ruído! Muita especulação! Muito histerismo!»

- «Por parte da direcção, a posição do costume: com tranquilidade, vão tomando as decisões, para colocar o clube no rumo certo!»

- «Para mim, o importante é o Sporting Clube de Portugal! Todos aqueles que o representam, são os meus presidentes, os meus dirigentes, os meus treinadores, os meus jogadores, os meus funcionários, etc...»

 

"Conselheiro Leonino" este mês:

- «Deplorável o afastamento do Labyad pelo presidente. Nada se alterou desde o início da temporada. Repito, nada!!! Porquê deixar o Labyad fazer treinos e jogos, ser apresentado, estar disponível para o treinador trabalhar com ele e no dia 5 de Agosto por decisão do presidente ser afastado?»

- «Deplorável e indigno de um presidente do Sporting Clube de Portugal repreender um jogador em pleno relvado nas "barbas" das camaras de televisão pelas culpas no golo sofrido.»

- «Os milhões prometidos pelo Bruno de Carvalho, quer os de entrada imediata quer os que vinham com os investidores, não apareceram e ainda se espera (sentados é certo) por eles...»

- «Com o BdC ainda não há qualquer investidor. E sem dinheiro só vejo uma forma de ir buscar dinheiro e a promessa de correr com os bancos não passou de pura demagogia barata, aliás, como qualquer pessoa de bom senso perceberia se ousasse pensar.»

- «Sobre as contratações gostava de dizer... que... não acho bem nem mal, antes pelo contrário.»

- «Quando sai o prometido comunicado para a CMVM sobre a contratação do Montero?»

"Bipolaridade maldizente"

"Conselheiro Leonino", 2 de Janeiro:

"[Daniel Carriço] foi vendido por 750 mil euros, ficando com percentagem no passe numa futura transferência... Os mesmos que pediam para mandar embora o Carriço, perguntam "Só 750 mil euros?" Já chega!!! Podia continuar com mais exemplos desta bipolaridade maldizente, mas não vale a pena! É do género: Sei que não vou por aí mas também não sei por onde ir, só sei mesmo é dizer mal..."

 

"Conselheiro Leonino", 28 de Junho:

"Veja-se o caso do Gelson Fernandes. Internacional suíço com um currículo a nível de clubes que representou que não está ao alcance de muitos. Não é um Rinaudo mas foi sempre um excelente profissional, daqueles que dá tudo dentro do campo pela equipa que representa. Tinha contrato por mais três anos com o Sporting. Solução? Foi oferecido ao 6.º classificado do campeonato do Haiti, perdão, Alemão. Apenas o campeonato da Europa mais pujante financeiramente. Ah e tal o transfermarket dizem que foi por 400 mil euros."

"Prefeito" juízo

 

Quando o Sporting ganha, os sportinguistas festejam.

Verdade?

Parece que não. Há quem se intitule do Sporting e não goste de ver capas de jornais a relatar vitórias do nosso clube.

Um exemplo: ver o presidente a celebrar junto dos jogadores o título de campeão nacional de futsal, justamente conquistado pelo Sporting, é motivo de crítica em alguns blogues que se intitulam leoninos. Este, que garante estar "no seu prefeito (sic) juízo", não gostou de ver a fotografia de Bruno de Carvalho na capa do Record.

Preferia eventualmente que a capa do matutino pusesse em destaque Luís Filipe Vieira.

Preferia talvez que fosse o Benfica a ganhar e não o Sporting.

À falta de melhor assunto, a quem escasseiam argumentos, sobra isto. O que diz muito sobre a falta de envergadura intelectual e a convicção clubística de uma certa blogosfera alegadamente sportinguista, que azeda perante vitórias do clube só porque esses triunfos lhe roubam armas de arremesso contra a direcção eleita há três meses.

Como observa alguém na caixa de comentários desse "prefeito" post, "nem nas vitórias aprendemos que só unidos venceremos". É o primeiro comentário e também o único que merece ser lido. O resto é paleio rasca, rabiscado pelos cobardolas do costume - sempre os mesmos, sempre com a mesma gritante carência de neurónios.

Bate certo, para condizer com o blogue.

Canalhice

 

Um blogue anónimo, alegadamente (mal) escrito por um ex-"conselheiro leonino", aproveitou um boato inqualificável posto a circular por outro anónimo nas caixas de comentários das redes sociais para consumar uma canalhice visando duas familiares de Bruno de Carvalho. Noutros blogues, onde vigoram elementares princípios de higiene, o dito boato teve o destino que merecia: o caixote do lixo. Mas nesse tal o seu autor decidiu dar-lhe destaque máximo, acrescentando-lhe apenas uma abjecta interrogação: "será verdade?"

Tudo isto apenas para procurar atingir o presidente do Sporting, à falta de qualquer outro pretexto, através de pessoas da sua família - uma das quais, aliás, não tardou a dar-lhe a resposta pública adequada. Pormenor a realçar: o blogue a que me refiro - e cujo nome não menciono aqui por imperativos de salubridade - era, até há dois meses, um paradigma da estabilidade institucional, capaz de defender o indefensável sem um murmúrio crítico enquanto o clube se afundava no plano desportivo e financeiro. Agora recorre às mais grosseiras insinuações, a que nem os benfiquistas mais sectários lançam mão, para procurar denegrir o sucessor de Godinho Lopes.

Tudo isto ajuda a enquadrar e explicar a profunda crise do Sporting. Uma crise que, sendo gravíssima no plano dos resultados desportivos e dos alicerces financeiros, é sobretudo uma crise de valores. Um clube que se orgulha de ter como sócio número dois o professor Mário Moniz Pereira, justamente reverenciado por gente de todos os quadrantes desportivos em Portugal, é também o que concede cartões de associado a figuras destituídas dos mais elementares parâmetros éticos que são incapazes de aceitar com um mínimo de fair play uma derrota nas urnas, comportando-se perante os dirigentes recém-eleitos do próprio clube como qualquer horda de hooligans dos subúrbios londrinos.

Com uma diferença: ao menos esses, muitas vezes, dão a cara. Estes, nem sequer isso.

 

ADENDA - Além de cobardolas, este "conselheiro" da treta é um perfeito imbecil, confundindo-me com o Eduardo Garcia da Silva. Já o tinha feito antes, ao entrar na caixa de comentários deste mesmo texto, com um dos petits noms com que gosta de maquilhar-se nas catacumbas blogosféricas.

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D