Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Sobre a grandeza do Homem

Sobre a mais que provável saída de Jesualdo no comando técnico dos nossos jogadores, concordo com o Tiago quando ele diz que BdC tem a legitimidade e a obrigação de levar avante o seu projecto. Mas concordo igualmente com o Adelino, quando diz que o Sporting precisa de estabilidade emocional.

 

O que aparentemente afastou uma solução de equilíbrio entre as partes não foi uma questão financeira mas, ao que tudo indica, uma questão de Poder. Poder que BdC não quer partilhar, poder que Jesualdo não quis abdicar. Só não conhecendo um e outro é que se poderia adivinhar um desfecho diferente. Jesualdo não aceitaria ser menos com BdC, depois do que o que lhe foi prometido por Godinho Lopes. BdC, por seu turno, não cede porque terá, supostamente, um projecto para o Sporting, sufragado nas urnas e suportado pela massa associativa. E, claro está, BdC é alguém que quer Poder, gosta de Poder e não tem medo de o exercer. E não gosta de o partilhar. Ele é o Presidente, ele é o salvador do Sporting. Com BdC, o Sporting não passou a ser “nosso”, como ele referiu na noite eleitoral da vitória. Passou a ser “dele”.

 

BdC tem o apoio da maioria dos sócios, ironicamente os mesmos que desejam a continuidade de Jesualdo. BdC tem a legitimidade para fazer vingar o seu projecto, nem que para isso tenha que limpar e dinamitar o Sporting por dentro. BdC foi eleito ainda não fez dois meses. O Sporting continua dividido, balcanizado, com a actual Direcção a seguir o seu caminho, sem sinais de união e com claros sinais de desagregação. E ainda não começou a sangria de jogadores que o Sporting não poderá pagar, nem o cumprimento das condições financeiras que os credores exigem. Pergunta-se: Esta Direcção tem legitimidade para fazer este caminho? Claro que sim.

 

Depois de afastar os que lhes eram indesejáveis, BdC está, agora a ir contra a opinião dos que lhe são próximos e que nele votaram. Volto a perguntar: Tem legitimidade? Claro que sim.  Mas, infelizmente, não é disso que se trata.

 

É nos momentos de ruptura que se vêem os grandes Homens, os grandes Líderes. BdC pode ser Presidente do Sporting. Nunca conseguirá ser Líder dos Sportinguistas porque, no primeiro momento em que essa capacidade foi testada falhou redondamente e não soube ler (ou não quis saber ler) aquela que era a vontade da maioria dos Sportinguistas. Pobre Presidência, pobre futuro Treinador. Pobre Sporting.

29 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D