Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Cartão vermelho para Capela

 

João Capela roubou o Sporting, estragou o espectáculo, desvirtuou a justiça desportiva. Foi premiado de duas formas: recebeu o aplauso frenético dos benfiquistas mais fanáticos, embalados com as palavras elogiosas de Jorge Jesus, e viu o "observador" ao jogo, um tal Ferreira, contemplá-lo com a classificação de "muito bom" - com nota de 3,7 em escala de um a cinco - por uma actuação que devia envergonhar toda a arbitragem portuguesa.

Nestas coisas convém não exagerar. Para que o escândalo não se torne demasiado evidente. E o referido "observador" exagerou - ao ponto de tornar legítimo que qualquer um questione se terá mesmo presenciado o jogo ou, em caso afirmativo, se terá assistido ao que se desenrolou no relvado da Luz em estado de meridiana lucidez. Pelo andar da carruagem, começo a interrogar-me se não valerá a pena instituir mecanismos de controlo antidopagem aos "observadores" presentes nos estádios...

Do mal o menos. O Conselho de Arbitragem viu-se forçado a puxar pelos galões, deixando passar hoje para os órgãos de informação a mensagem que se impunha: não só encarou de forma muito crítica a miserável prestação de Capela, afastado das nomeações para esta jornada, como deixará isolado o observador-que-parece-ceguinho nos hossanas prestados ao árbitro manifestamente incompetente.

Bem fez o Sporting em dirigir uma reclamação à secção de classificações do Conselho de Arbitragem, o que forçará uma nova avaliação do desempenho de Capela, desta vez com base nas imagens televisivas, a cargo da Comissão de Análise e Recurso. «Até o próprio Vítor Pereira, presidente do Conselho de Arbitragem, viu algumas falhas na actuação de João Capela, pelo que não concorda com a nota de 3,7», escreve o jornal O Jogo. Daqui se percebe até que ponto chegou o incómodo pela conduta em campo do homem do apito num desafio que Jesus teve a lata de classificar de "limpinho" - como se, no seu conceito, valesse tudo para ganhar jogos.

Estará a precisar tanto de uma consulta oftalmológica como o tal Ferreira, cujo critério classificativo só se explica se tiver sido escrito em Braille.

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Pedro Correia 28.04.2013

    Tem razão. Concluí entretanto que não havia 'link' disponível. Vai assim mesmo, sem 'link' (demora mais a tratar disso do que a escrever estes textos).
    Abraço.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    { Blog fundado em 2012. }

    Siga o blog por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Pesquisar

     

    Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2017
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2016
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2015
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2014
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2013
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2012
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2011
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D