Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Rescaldo do jogo de ontem

Gostei

 

De ver o estádio com boa assistência. Quase 27 mil espectadores: um número que ajuda a dar força à equipa e constitui uma inequívoca prova de apoio à nova direcção. Não por acaso, Bruno de Carvalho já prometeu que as entradas serão gratuitas para os sócios no próximo jogo, contra o Nacional.

 

Da vitória. A terceira consecutiva no campeonato, indício claro de mudança de ciclo - é a primeira vez nesta época que isto acontece. Com oito golos marcados neste novo ciclo, prova indiscutível de que a equipa melhorou.

 

Dos dois golos em lances corridos. Excelentes jogadas colectivas, numa demonstração evidente de que o estado anímico do onze leonino é agora muito melhor.

 

Do penálti. Convertido com sucesso por Capel. Tal como Labyad, também ele demonstrou que sabe marcar uma grande penalidade.

 

Da confiança. Até há pouco, toda a equipa se ressentia das falhas defensivas. Isso não sucedeu contra o Moreirense, prova evidente de que os índices de confiança da equipa estão muito mais elevados.

 

De Viola. Jesualdo Ferreira apostou nele. E fez bem: o argentino entrou com pé quente e marcou o golo da vitória, mesmo ao cair do pano. O primeiro dele neste campeonato: veio tarde mas ainda a tempo.

 

De Cédric. Grande exibição do defesa direito, o melhor jogador em campo. Dominou por completo o seu corredor e destacou-se com mais uma assistência para golo.

 

De Eric Dier. Outra grande exibição. Assume-se cada vez mais como patrão da equipa. Oxalá saibamos conservá-lo entre nós.

 

Do regresso de Schaars. Jogou poucos minutos, já quase no fim do jogo, mas foi bom vê-lo de volta.

 

Do Moreirense. Deu boa réplica ao Sporting. E desfez todas as dúvidas, alardeadas por alguns imbecis, de que nos poderia facilitar a vida por ter Augusto Inácio ainda ao comando da equipa quando já se sabe que virá para Alvalade. Não facilitou, claro: foi de um profissionalismo irrepreensível. Apesar da irritação que nos causou ver aquele 'autocarro' estacionado frente à baliza de Moreira de Cónegos durante quase toda a primeira parte.

 

Da sorte. Voltou a sorrir-nos, como acontecera há uma semana em Braga. Continua a ser bem-vinda.

 

Da subida na tabela classificativa. Sobretudo por estarmos agora só a um ponto da possível conquista de um lugar de acesso às competições europeias.

 

 

Não gostei

 

Das falhas da nossa defesa. Pela primeira vez esta época, esteve claramente inferior ao nosso ataque.

 

De ter ouvido alguns assobios à equipa no estádio. Foi pena, numa noite de vitória em Alvalade. Os nossos jovens jogadores não merecem assobios, antes pelo contrário.

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Pedro Correia 08.04.2013

    Tem razão, caro Jorge. Já era tempo.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    { Blog fundado em 2012. }

    Siga o blog por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Pesquisar

     

    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D