Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Acidentes de campanha (18)

Um dia saberemos com algum pormenor os verdadeiros motivos que levaram o ainda presidente do Sporting a descapitalizar ainda mais a equipa principal de futebol apenas a três dias das eleições internas para a escolha do seu sucessor, retirando-lhe o único ponta-de-lança disponível. Mas é já possível adiantar que, com este gesto, Godinho Lopes voltou a interferir no processo de decisão dos sócios, condicionando o voto. Neste caso, será prejudicado o candidato que estiver mais conotado com a gestão cessante, a mais catastrófica de que há memória no clube.

Ele já tinha avisado, ao proferir a frase mais infeliz da temporada: "Se tiver de vender quem comprei, se tiver de vender quem alimentei, qual é o problema?" A transferência de Ricky para o Norwich a preço consideravelmente mais baixo do que o seu potencial valor de mercado*, correspondendo a prementes necessidades de tesouraria, força a reconstrução do nosso ataque e confirma o fracasso desta equipa directiva que abandona o clube em muito pior estado do que o encontrou. Com uma gestão desportiva caótica, que produziu os piores resultados de sempre, a gestão financeira só podia redundar naquilo que hoje é evidente aos olhos de todos: quando se vende um dos jogadores com maior potencial na equipa, e já se fala na saída de Capel, em desespero de causa, para o cumprimento de um dever tão elementar como é o do pagamento dos salários referentes ao mês de Fevereiro aos atletas e funcionários do clube, não pode haver maior atestado de incompetência a uma equipa directiva.

Imaginemos com que ânimo o Ricky jogará até ao fim desta temporada no Sporting quando já se sabe que a direcção teve de sacrificá-lo em Alvalade para evitar rescisões de contratos laborais com justa causa aos seus colegas. Ele, que tão criticado foi por falhar penáltis, só merece afinal elogios em comparação com um presidente especializado em meter golos onde não devia. Na própria baliza, para vergonha de todos nós.

 

* Segundo A Bola e o Record, o negócio com os ingleses foi fechado por dez milhões de euros, cabendo ao Sporting só 3,5 milhões, pois 65% do passe de Wolfswinkel já não era nosso. Há um mês, segundo foi noticiado, a direcção terá recusado uma oferta superior, do Dínamo de Kiev. A cláusula de rescisão do jogador estava fixada em 22 milhões.

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D