Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Feira de ilusões?

A pré-campanha eleitoral, no nosso clube, entrou no seu melhor. De repente, a venda de ilusões começou, a troco de votos. Não se sabe ainda ao certo quem irá mesmo ser candidato. Mas já a feira de promessas faz sua rota. São parcerias (quais?), investidores esperando o grande momento, campeonatos por atacado, formação em alta. Tal como no anterior ato eleitoral, um «Sporting novo» espera ao virar da esquina.

O dinheiro vai jorrar. Apetece perguntar onde estava (está) esse maná salvífico, onde esteve escondido estes meses todos em que se criticou o presidente que vai sair agora... porque ele não conseguia cumprir a promessa de investidores a potes. Mas, se eles (os candidatos e os futuros ex-candidatos) sabiam onde esse dinheiro estava à espera, porque não o disseram, para salvar o clube? Porque ele era apenas a sua promoção pessoal ou porque estavam mentindo descaradamente aos sócios e aos adeptos?

Há um sportinguismo de pacotilha que atravessa o discurso dos que - sendo sportinguistas - falam do nosso clube, como se ele fosse um território feudal, dividido em vários quintais Sporting. Um do sr. A, outro do dr. B, outro de eng. C, etc., etc. Estando o clube como está, que sportinguismo é esse que se manifesta apenas pensando no interesse de cada facção e não no interesse uno do nosso Sporting? Que solidariedade clubista é essa, que apenas se afirma no 'um por um' e não no 'todos por um'? Que Sporting de mentira, de hipocrisia, de interesse individual, de auto-promoção se esconde por detrás de muitos discursos públicos de sportinguistas?

Eu não tenho dúvida de que este individualismo egoísta, estes egos mediatizados têm sido - e serão - o primeiro inimigo do nosso clube, a primeira barreira que nos impede de resolver os nossos magnos problemas. A menos que surja um tempo de afirmação forte de liderança, baseada em capitais e alavancada em resultados, o sportinguismo auto-destruidor de alguns lançará o clube para perigosas tempestades. Sei que Daniel Sampaio descobriu a fórmula para sermos sempre campeões (mude-se o presidente e os golos surgem). E das duas uma: ou ele se mantem à frente da mesa da AG e atira borda fora cada presidente pouco concretizador, ou é preciso acabar com o tempo do humor negro doutoral no clube.

5 comentários

Comentar post

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D