Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Lebezeinho

Li há cerca de uma hora, pelo twitter, que Liedson estaria a fazer testes para se juntar ao Porto. Desde que se começou a falar nessa possibilidade, tenho duas reacções: não quero, e é-me indiferente.

 

Não queria, pois não. Nunca quero que ex-jogadores do Sporting joguem noutros clubes portugueses, referências como Liedson, no Porto, ainda menos. Não é racional, não se explica muito bem isto, mas mais gente concordará e sentirá o mesmo. Era mais civilizado da minha parte ver tudo com naturalidade ou indiferença, mas não vejo. Acresce que o vi de riscas verdes e brancas muito tempo. Celebrei muitos golos dele. Não foi um qualquer. Por estes motivos não queria.

 

É-me indiferente - quero eu que me seja, ou tento convencer-me disso - porque Liedson já não é jogador do Sporting desde aquela saída infeliz a meio da época, e levei-lho um pouco a mal sair assim. Fui despedir-me dele, vi as pessoas sentidas e tristes. Bem sei que o próprio se comoveu nesse dia, mas foi uma coisa estranha, tanto tempo cá e nunca o senti à vontade com o público que tanto o aplaudiu sempre (merecidamente, é indiscutível). Porque Liedson deu muitos golos ao Sporting, e sportiguista nenhum esquece isso, mas nunca o vi como um dos nossos. Sempre foi sinuouso, desprendido do clube, caprichoso (há dias lemos "mais um que o Sporting esqueceu" mas eu sempre tive a sensação que ele esqueceu primeiro. Fez bem, menos saudades teremos uns dos outros). Tinha pena que assim fosse, mas fazia-nos falta, e o facto é que ninguem o pode acusar de não cumprir a sua função.

Não queremos ídolos, já sei. Também sei que os Liedsons passam, o Sporting fica. Mas acabamos sempre por ter refêrencias, e avançados eficazes sempre foram fáceis de se amar (sim, eu também prefiro um médio mágico, ou um central cheio de força, mas os golos dão muito jeito e uma pessoa deixa-se levar). Tive os meus ídolos, continuo a ter os meus jogadores favoritos, mas felizmente a adolescência vai longe e tenho as prioridades melhor definidas. Dito isto, Liedson foi importante. Foi.

 

Por tudo isto não me surpreende muito esta escolha que agora fez, por mais que custe a alguns de nós vê-o jogar contra o Sporting. Mas não quero que me mereça mais atenção que este post.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D