Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Rescaldo do jogo de hoje

Gostei

 

Da vitória.  Terceira consecutiva, sob o comando de Jesualdo Ferreira. Algo nunca visto nesta temporada. É certo que foi em Alvalade e contra o débil Beira-Mar que vinha de uma derrota em casa, mas já chega para festejarmos. Só tinha acontecido duas vezes até agora (contra o Gil Vicente e o Braga).

 

De não termos sofrido golos. Também isto é inédito na presente temporada: três jogos seguidos mantendo as nossa redes intactas. A defesa vai melhorando depois dos enormes sustos que nos pregou.

 

Da excelente exibição de Rui Patrício. Nos últimos cinco minutos defendeu um penálti e evitou um golo quase certo, segurando uma vitória muito sofrida e muito suada. Outros três pontos garantidos à conta do mais competente guarda-redes português da actualidade, sem dúvida o melhor dos nossos hoje em campo. Deixá-lo sair do clube, numa altura destas, seria um enorme disparate.

 

Do dispositivo táctico. Em equipa que ganha não se mexe: Jesualdo manteve as inovações introduzidas no jogo anterior, contra a Olhanense. Capel no corredor direito, Jeffrén (depois Carrillo) na ala esquerda. Adrien na posição 8, Labyad a 10. Resultou de novo.

 

Da substituição. Na segunda parte, o treinador fez sair Jeffrén e mandou entrar Carrillo, revitalizando o ataque sportinguista. Funcionou: o peruano não tardou a marcar.

 

Do golo de Carrillo, aos 64'. Pelo mais elementar dos motivos: foi espectacular. Daqueles que apetece rever sem parar.

 

Do apoio das bancadas. Apesar da chuva copiosa que caiu do princípio ao fim do encontro e de a exibição global do Sporting não ter ultrapassado a mediania. Aos poucos, os adeptos reencontram-se com a equipa.

 

 

Não gostei

 

De ver Wolfswinkel falhar mais um penálti. O Sporting apenas beneficiou de duas grandes penalidades até agora neste campeonato. Ambas falhadas, e pelo mesmo jogador. Quem diria que o holandês chegou a Portugal com fama de saber marcar penáltis?

 

De sofrer até ao fim. Começa a ser uma sina. Voltou a acontecer: já estamos habituados.

 

De imaginar que este poderia ser o último jogo de Insúa pelo Sporting. Mas parece que não se confirma. Ainda bem. Já a anunciada saída de Pranjic não me incomoda nada. Mesmo nada.

6 comentários

Comentar post

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D