Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Vinte meses de pesadelo

Domingos é que nos ia devolver o título: nós aplaudimos.

A dupla Duque-Freitas, enfim reconstituída, ia devolver o clube ao caminho das vitórias: nós aplaudimos.

O presidente, graças ao seu faro negocial, ia trazer investidores: nós aplaudimos.

Foram contratados 19 "grande jogadores" numa época e mais cinco outros "grandes jogadores" na época seguinte: nós aplaudimos.

Depois saiu o Domingos, quando a equipa levava 26 pontos na liga (hoje tem 12). O Sá Pinto afinal é que ia proporcionar-nos a alegria dos triunfos: nós voltámos a aplaudir.

Depois saiu a dupla Duque-Freitas, dando lugar a um sistema presidencialista: ainda aplaudimos.

Depois afinal era o Oceano que levaria a nau a bom porto: continuámos a aplaudir.

 

Depois chegou Vercauteren, recomendado por Aurélio Pereira, que em Outubro disse ao presidente da direcção (segundo revelou o próprio em entrevista à RTP i): "Presidente, é fundamental nesta fase do Sporting vir um treinador estrangeiro." Estranho presidencialismo este, em que o presidente do clube anuncia ter delegado noutra pessoa a escolha do perfil do técnico da equipa principal de futebol...

Depois chegou Jesualdo Ferreira, recomendado pelo mesmo detector de talentos que tinha recomendado Vercauteren dois meses antes (segundo revelou também o presidente da direcção na mesmíssima entrevista). Era "fundamental" vir um estrangeiro para treinador. Mas o "treinador dos treinadores", paradoxalmente, já pode ser português...

 

Afinal não houve títulos, nem alegrias, nem investidores, nem jogadores campeões. O que houve foi uma sucessão de desaires, imensas expectativas defraudadas. Ficámos em quarto lugar, este ano lutamos para não descer de divisão: estamos apenas um ponto acima da zona de despromoção. Muito atrás do Braga. E abaixo do Paços de Ferreira, Rio Ave, Estoril, Guimarães, Beira-Mar e Marítimo. Com apenas duas equipas com menos pontos - o Vitória de Setúbal e o Moreirense.

O que houve foi a pior fase de sempre do Sporting. Nenhum de nós - repito: nenhum de nós - se lembra de ver o clube coleccionar tantas derrotas. Nos últimos 17 jogos, perdemos nove e só ganhámos dois.

Não vencemos nem convencemos. Ao ponto de olharmos hoje com mais apreço para a equipa B do que para a equipa principal.

 

Deixámos de aplaudir.

 

O Sporting transformou-se numa imensa sala cheia de adeptos que deixaram há muito de ter alegrias.

Quero encontrar algum motivo de elogio - um só motivo - e não encontro. Também eu cruzo os braços: não contem comigo para aplausos a quem os não merece.

Escuto com atenção - e apenas ouço, ao fundo da sala, as palmas esforçadas de Rui Oliveira e Costa elogiando sem desfalecimentos a "coragem" do presidente. Deste ou de outro qualquer.

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Pedro Correia 06.01.2013

    Não conheço nenhum papagaio com esse nome. É favor endereçar essa questão à União Zoófila.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    { Blog fundado em 2012. }

    Siga o blog por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Pesquisar

     

    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D