Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Rescaldo do jogo de hoje

Gostei

 

De metade da primeira parte. Enquanto a capacidade física e a força anímica permitiram. Infelizmente, não deu para mais.

 

Do golo de Wolfswinkel. Pena ter sido só um. Proporcionou-nos uma alegria efémera, mas foi melhor que nada.

 

De Capel e Rinaudo. Deram tudo por tudo: sempre combativos, sempre inconformados.

 

 

Não gostei

 

De perder. Quem andou a espalhar por aí que este jogo "salvava" a época, já deve estar arrependido de ter emitido tamanho disparate. Estas frases costumam-se virar contra quem as profere ao serem confrontadas com os factos.

 

De ter perdido contra o Benfica. Custou ainda mais por ter sido em casa. E por duas bolas de diferença.

 

De ter perdido assim. Uma vez mais, ficou a sensação de ter faltado pulmão, energia, disciplina táctica e categoria técnica. Vários jogadores estavam lá, no relvado, mas era como se não estivessem.

 

Do Elias. O jogador mais caro de sempre do Sporting continua a dar provas, de jogo em jogo, que não mereceu tanto investimento.

 

Da insistência de Vercauteren em Pranjic. O suposto 'número 10' pareceu sempre ausente do jogo. E não é a primeira vez que isto sucede, longe disso.

 

Das substituições. Para quê tirar Capel a três minutos do fim e pôr inutilmente Izmailov no seu lugar? Se Izmailov estava apto a jogar por que motivo não entrou mais cedo, substituindo outro colega?

 

Dos buracos na defesa. A esta hora alguém já estará a pensar por que motivo Onyewu - que foi um esteio defensivo na última época - terá sido dispensado.

 

Do nosso meio-campo. Tanto passe falhado, tanta falta de consistência, tanta jogada que começa e não acaba...

 

De ver o acesso à Liga Europa cada vez mais longe. Estamos agora a nove pontos do Braga e a sete do Rio Ave.

3 comentários

  • Imagem de perfil

    Pedro Correia 11.12.2012

    Análise genial. Você parece um novo Luís Freitas Lobo, pá.
  • Sem imagem de perfil

    aNNónimo 11.12.2012

    Jamé, como diz o outro, falta-me o lirismo, pá.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    { Blog fundado em 2012. }

    Siga o blog por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Pesquisar

     

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D