Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

As lamúrias do costume

Um jogo menos bem conseguido, um resultado dececionante, três pontos perdidos em casa. Irrita qualquer adepto, eu incluído nesse rol. Mas, apesar disto tudo, excluo-me do rol dos lamurientos, dos negativistas e dos masoquistas. Sou assim, porra! Astral alto, aberto às críticas mas não bebé chorão, mais de cerrar os dentes, quando as coisas correm mal, e seguir em frente.

Sou mau sportinguista, eu sei. Deveria arranhar-me, torcer os olhos em desespero, achar que o mundo acaba num jogo, partir à desfilada contra dirigentes, técnicos, jogadores etc. Dizer hoje uma coisa, amanhã outra e depois o seu contrário. E concordar com o meu colega de bancada que, na segunda à noite, lamentava, dominado pela emoção, não termos o Acosta ou o Liedson. (Quando o olhei e lhe lembrei que o Liedson esteve muitas e muitas jornadas sem marcar, que o Ricky na primeira temporada de Sporting marcou mais golos que o Liedson e o Acosta nalgumas das suas épocas e que nos primeiros seis meses se chamavam todos os nomes a um Acosta que parecia deceção - ele parou o seu linguajar e concedeu: «pois é, a gente esquece isso»).

Pois é, esquecemos. Ficamos impacientes ao menor obstaculo, a nossa tão afirmada fé torna-se num bruaha enraivecido e dá lugar à dúvida e à auto-mutilação. Temos ou não temos fé? Somos ou não somos fortes para ultrapassar as dificuldades? Muitos de nós somos assim-assim, como todos os inseguros. E transmitimos essa insegurança para aqueles que amamos. Somos o Sporting, dizem os nossos detratores. Seremos? Eles agradecem.

3 comentários

  • Imagem de perfil

    Jose Manuel Barroso 01.09.2012

    Vamos a ver se eu me entendo, no delírio dos seus argumentos (escrevi delírio, porque são uma abusiva, porque ficcionada projeção do que seria o meu pensamento). Nunca escrevi nada disso, nem penso isso. Mas, já agora, deixe que lembre uma coisa, a propósito do seu elogio aos 2 meses de Peseiro no Braga: recorda-se do que foi a relação de Peseiro com os sócios do Sporting? É bom ter memória, né?
    Abraço e SL
  • Imagem de perfil

    José de Pina 02.09.2012

    Meu caro José Manuel
    O que eu disse foi com emoção mas com respeito. O que eu quis dizer com o Peseiro podia dizer o mesmo do JJ quando entrou para o Benfica: isto de ter de se dar tempo a um treinador para que uma equipa comece a jogar futebol é uma valente treta que só se fale no Sporting. Quantos treinadores por esses campeonatos fora não são campeões logo na 1ºépoca? O que eu quero dizer é que o SPorting não é clube (dimensão enorme) para estar sem ganhar um campeonato mais de seis anos, no máximo! Não pode ser! E muitos sportinguistas continuam com a conversa do apoiar, e do projecto para três anos, etce, bla bla bla. E somos diferentes e blá e blá...O Porto já teve o seu ciclo terrivel sem ganhar (19 anos) o Benfica tb já teve o seu ciclo (11 anos) então e nós já entrámos noutro ciclo outra vez? Não pode ser!
    Abraço SL
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    { Blog fundado em 2012. }

    Siga o blog por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Pesquisar

     

    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D